quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Como recuperar a soberania nacional?

Como recuperar a dignidade nacional Viver, é melhor que sonhar... Como sonhar e viver? Sentimos que tanto o Brasil como cada um de nós, passamos por mudanças substanciais. Como o governo Bolsonaro é uma tragédia, tendemos a centralizar as criticas ao governo federal. No entanto, a crítica é muito mais ampla. Estamos perdendo nossa estrutura pública e acabando com nossas políticas sociais e de infraestrutura. Até os anos sessenta, o Brasil evoluía e incorporava a maioria da população, ao mesmo tempo era um dos países que mais crescia no mundo. Nos anos setenta, os governos militares passaram a substituir as políticas públicas por serviços privados, estimulando e subsidiando o crescimento de escolas particulares, em detrimento das escolas públicas. Começaram nas faculdades e agora chegou ao berçário. Tudo privado. A saúde pública resistiu mais tempo, em função do alto custo e da qualidade do SUS. Agora até os consultórios dos médicos estão sendo privatizados. O abastecimento e a infraestrutura cresce aceleradamente no setor privado e cresce no setor aéreo e de comunicação. O que falta ser privatizado? O que sobra do setor financeiro e da soberania nacional, como a Amazônia e a Petrobrás. Com as eleições do ano que vem, 2022, mesmo a esquerda crescendo e até ganhando o governo federal e alguns Estados, haverá uma hegemonia tão forte do neoliberalismo que levará o Brasil a um grande impasse: Ou busca-se a criação de uma frente ampla para dar um basta ao neoliberalismo; Ou teremos que fazer uma política de conciliação e subordinação ao neoliberalismol. Para o Brasil recuperar a dignidade e a soberania nacional, terá que abrir este debate. E, para isto, vamos precisar do apoio de todos. Devemos sonhar e viver. Viver e sonhar. Não existe um sem o outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário