sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Eu só queria ser feliz. Pode?

Porque abrimos mão da liberdade e da época de ouro? João Gilberto e Cazuza viveram a época de ouro do Brasil O Brasil de 1958 a 1964. Ano em que a direita resolveu interromper o florescer nacional e jogou o Brasil em 1968, com a ditadura militar total, liderando a escuridão na América Latina. Só para não esquecer, a Folha apoiou todos os golpes de Estado desde Getúlio Vargas. Eu fico triste toda vez que leio o jornal e vejo a manipulação na política atual... É proibido proibir... Triste com a saúde e com o clima criado no Brasil atual, fui procurar alguns subsídios para minhas angústias. Será que estou enlouquecendo? Será que nossa direita é tão estúpida, ignorante e servil que não conseguiremos impedir que ela cometa mais uma estupidez de fazer campanha eleitoral para uma pessoa como Bolsonaro? Fui pesquisar de onde os loucos bolsonaristas tiraram o discurso maluco deles? Comunistas, torturadores, ignorantes, assassinos, são tantos termos pesados que tenho até vergonha em escrevê-los. Em 2016 ainda somos reféns dos loucos de 1960? Os mais de 60 anos não foram suficientes para a gente aprender a viver na democracia e na liberdade? Estou lendo um livro imenso e com assunto que tenho grande dificuldade que é sobre a Índia, a joia da coroa britânica. Chama-se Gandhi e Churcill, de autoria de Arthur Herman. Ante minha ignorância sobre a Índia, fui buscar mais informações em outros livros... Churchil é um dos líderes mundiais da resistência ao nazismo, na guerra, e na paz, ao comunismo. Podemos chama-lo de um monarquista democrata. A Índia foi dominada pelos ingleses desde 1.757 e neste período de ocupação morreram mais de 50 milhões de pessoas, bem mais do que judeus contra nazistas. Além de provocarem a maior migração da Terra, mais de 12 milhões de pessoas. Economicamente os ingleses eram bem menores que a Índia e os ingleses chuparam tudo, deixando o país mais rico da Terra parecendo a Índia atual, isto é, na pobreza, na miséria e com um discurso de que é a maior democracia do mundo... Voltemos ao que fez a América Latina desistir da sua época de ouro. Como o brasileiro é, antes de tudo, um ser pacífico, sempre pensei que este seria o fator principal da nossa pobreza. Mas, como pacifista, achei que a baixa escolaridade fosse o mais importante. No entanto, a Argentina em 1905 acabou com o analfabetismo. Observaram a data? 1905, já era um dos países mais ricos do mundo. Os argentinos, continuam alfabetizados e cultos, porém em constante crise econômica e política. Porque? Pode ser a falta de uma elite burguesa? Só sei que o pouco que tínhamos de empresários, estes desistiram de tudo e foram para Miiami. E não foram levados à força... De tanto procurar, achei uma alternativa para a destruição do Brasil de ouro e da nossa autoestima. Dizem os pentecostais chefes das suas centenas de igrejas, que os responsáveis pela nossa pobreza é a crise dos mísseis russos em Cuba em 1962. Quando questionados sobre o analfabetismo, a pobreza local eles dizem que é tudo invenção. Que é por isso que eles querem ir evangelizar em Angola. Angola? Sim, os cubanos andaram por lá. E quando alertados que o comunismo acabou e que já não existe muro de Berlim nem União soviética, eles respondem que “ser comunista” é um vírus que invade nossas mentes. E por isso os Estados Unidos anda com medo da China. São vacinas com o vírus do comunismo. Fiquei ainda mais confuso. Agora eu acho que sei porque tantos canais de rádio e TVs. São os Bigs Brothers. Meu Deus, nem eu sei o que é isso. Já pensaram a responsabilidade da Folha e da Globo, como suas mulheres peladas, seus homens maliciosos e seus traficantes? Eu fico com mais medo... Eu adoro o povo americano, adoro os Beatles e os Holling Stones, adoro Caetano e João Gilberto. Mas também gosto de música sertaneja, forró. Pode? Eu não vou deixar de ler jornal! Eu preciso ser bem informado. Vou ouvir o Corcovado cantado por Nara Leão. Tem coisa mais linda?

Nenhum comentário:

Postar um comentário