sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Direita, Esquerda, Mentirosos e Sérios

Direita, Esquerda, os mentirosos e os sérios Direita no Brasil tem vergonha de ser chamado de direita. Já a esquerda, gosta de ser chamada de esquerda mas trás a imagem de ser “chata”, sectária. Lula, por exemplo, não se vê nem de direita nem de esquerda. Lula é metalúrgico, e se dá muito bem tanto com a esquerda como com a direita. O Brasil agora está conhecendo a EXTREMA DIREITA. A turma de Bolsonaro é de extrema direita, golpistas e violentos. Não tem nada de democratas. O que diferencia a extrema direita da direita, e a extrema esquerda da esquerda? Os extremos NÃO são democratas. Eles aceitam conviver com a democracia, mas, se tiverem oportunidade, viram ditadores e acabam com a democracia. Já os de direita, esquerda e centro, estes são democratas por princípios. O Brasil ainda não aprendeu nem o vocabulário da diversidade quanto mais da convivência respeitosa. No Brasil, a grande imprensa é toda de direita ou extrema direita, como se explica isto? Primeiro porque os canais de rádio e tvs são concessões do Estado e a quase totalidade das concessões de rádio e TVs foram feitas na época da ditadura militar ou por herdeiros da ditadura, que representam ainda a maioria do legislativo e dos executivos brasileiros. A estrutura do Estado brasileiro, mesmo tendo uma Constituição avançada, ainda é bem conservadora e direcionada para a direita conservadora e manipuladora. Imaginem que todos os políticos e jornalistas falam que são democratas, mas a grande maioria sempre está de acordo com os golpes de Estado e com ditaduras camufladas. Se Lula for de esquerda e Bolsonaro de extrema direita, significa que o povo brasileiro está ficando radical? Não, significa que está aumentando o descontentamento com governos que prometem mito e fazem pouco. Portanto, sendo mais mentirosos e corruptos do que bons administradores e bons representantes do povo. Vai chegar o dia que teremos um de direita contra outro de extrema direita, ou, dois de esquerda – um contra o outro. Disputar eleição Covas e Martha, por exemplo, foi uma boa disputa. Haddad contra Bolsonaro, Haddad perdeu porque o PSDB, liderando o centro e a direita, fizeram campanha para Bolsonaro. Agora, a tendência é a maioria deste pessoal votar mais para o centro do que para os extremos. E Lula é extremista? Não, Lula sempre foi um democrata e um grande líder. Vai ter terceira via nas eleições do ano que vem? Vão ter vários candidatos se autoproclamando como democratas. Mas a tendência, caso de mantenha o quadro atual, a tendência é Lula ganhar já no primeiro turno. Isto não é ruim, muito pelo contrário, quanto mais diálogo e respeito tiver, mais governabilidade o Brasil terá. E o Brasil precisa de paz, trabalho, democracia e liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário