terça-feira, 5 de outubro de 2021

China está comendo pela beirada

China vai deixando os EUA para trás, sem fazer barulho Os americanos estão morrendo de inveja China encosta nos EUA em número de bilionários, mas só deve ultrapassar a partir de 2030 A diferença entre as duas superpotências vem caindo ano a ano e, em 2021, Nova York perdeu o posto de cidade com mais bilionários para Pequim Por Cris Almeida, Valor Investe — Salvador 05/10/2021 06h00 · Apesar do crescimento contínuo, a China não é o país com o maior número de bilionários do mundo. Ainda. Em 2021, a distância para os Estados Unidos diminuiu consideravelmente. Segundo dados divulgados pela Forbes recentemente, o país chinês saltou de 456, em 2020, para 698 bilionários, atrás apenas da nação americana, que atualmente tem 724 – 110 a mais do que no ano passado. Um crescimento de 53% da China contra 18% dos EUA. A diferença entre as duas superpotências vem caindo ano a ano e, em 2021, Nova York perdeu o posto de cidade com mais bilionários para Pequim. O professor de economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Joelson Sampaio, citou o crescimento da China como principal motivo do nascimento de novos bilionários. “De um modo geral, a China tem um crescimento muito superior aos Estados Unidos, e isso ajuda a entender um pouco essa encostada do país oriental do ocidental”, disse. Para Sampaio, no entanto, ainda vai demorar para a China ultrapassar os americanos nesse quesito. “Vai levar um tempo ainda, mas tem essa chance. Não diria no curto prazo porque em termos de Produto Interno Bruto (PIB), os EUA ainda têm uma vantagem considerável, então leva um certo tempo para compensar essa diferença. Algumas projeções apontam que, se o cenário não mudar, isso deve acontecer [a economia chinesa ultrapassar a americana] em 2030". Atualmente, os EUA têm um PIB de US$ 22,4 trilhões e a China, US$ 16,1 trilhões, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Apesar da despontada da superpotência oriental, nenhum bilionário chinês aparece no ranking dos 10 mais ricos do mundo, com riqueza acima de US$ 100 bilhões. Nessa lista, mais da metade é dos Estados Unidos – que começam e encerram o top 10 de bilionários. Jeff Bezos, fundador da Amazon, empresa de comércio eletrônico, encabeça a lista pelo quarto ano consecutivo, com fortuna avaliada em mais de US$ 195 bilhões. Crescimento do número de bilionários da China e EUA Superpotências ainda mantêm distância no PIB EUA (PIB 2020: US$ 20,9 tri) China (PIB 2020: US$ 14,7 tri) Bilionários em 2020 Bilionários em 2021 614 456 724 698 Quem encerra o time de bilionários é o também americano Warren Buffett, presidente do conselho e diretor executivo da Berkshire Hathaway, com US$ 101 bilhões ‘no bolso’. No meio estão nomes como Elon Musk (US$ 193 bilhões), presidente da Tesla e Space X; o magnata francês Bernard Arnault (US$ 179 bilhões), presidente da LVMH, conglomerado que inclui marcas como Louis Vuitton, Christian Dior e Sephora; Bill Gates (US$ 152 bilhões), cofundador da Microsoft; Mark Zuckerberg (US$ 133 bilhões), fundador do Facebook; Larry Page (US$ 121 bilhões), cofundador do Google; Sergey Brin (US$ 117 bilhões), cofundador do Google; Larry Ellison (US$ 103 bilhões), cofundador da Oracle Corporation; e Steve Ballmer (US$ 103 bilhões), ex-presidente da Microsoft.

Nenhum comentário:

Postar um comentário