quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Quando privatização vira tragédia

As privatizações brasileiras são escandalosas... Se fosse um país sério, daria cadeia aos responsáveis. 1 - Os preços se multiplicam, mas são concessões do Estado, com monopólio ou oligopólio, sem risco. Isto mesmo, capitalismo sem risco. 2 - Os serviços oferecidos vivem falhando... mas continuam sendo cobrados, por serem monopólios. 3 - Eles infernizam nossas privacidades oferecendo maravilhas de produtos, e depois, nos ameaçam dizendo que devemos dez reais, 500 reais, etc. 4 - No caso da Vivo, que era vista como a melhor, na verdade é a menos ruim. Estou há um ano sofrendo as confusões de uma empresa, a Vivo, mas que para os clientes, são duas, a fixo e a móvel. Tenho umas dez páginas de reclamações e é mesmo que nada. Tive minha conta de mais de 15 anos apoderada por alguém que a transformou de pós pago em pre pago e invadiu minha vida, incluindo usando meu e-mail da UOL para tentar operar com bancos. De lá para cá, não consigo acertar os valores a serem pagos. Ontem recebi mais uma conta para pagar, pela UOL e original da VIVO. Mandei imprimir e percebi que não tinha nem meu nome nem meu endereço... Com cuidado tentei abrir como se fosse pagar. Como previsto, o beneficiário NÃO era a Vivo, e sim uma tal de DAXPAY, e o pagador era um tal de E. da Silva C. Isto é, se de cada cliente compulsório, o ladrão conseguir roubar os 248,55, não precisará nem jogar na megasena... E, para tentar salvar a gente do desespero, perdemos dias de trabalho, perdemos nossa paciência e nossos recursos... E os bancos ainda reclamam que, mesmo Bolsonaro, está privatizando pouco. E ainda temos que esperar até 2022 para tirar este governo criminoso? Oh Deus, tenha piedade de nós...

Nenhum comentário:

Postar um comentário