sábado, 31 de julho de 2021

Frio intenso afeta humor das pessoas

Frio intenso afeta humor das pessoas Uma semana muito fria em todo o Brasil e sul do continente. Nevou no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. São Paulo viveu dias com temperatura negativa. A população reagiu com alegria ou tristeza? Pela primeira vez senti um mau humor muito grande. Subiu muito a conta de gás, subiu a conta de luz, subiram os preços nas feiras e supermercados. As pessoas atendem as outras também com mau humor. Levantar cedo ficou um inferno e a pandemia continua proibindo aglomerações. Nada de aconchego com muita gente, nada de ficar sem máscara e sem lavar as mãos. Agora vem o DELTA. Asa delta? Não, é o mais novo vírus. Fatal! Até as Olimpíadas, acontecem de madrugada, na hora do melhor sono. E você querendo assistir e torcer pelos meninos e pelas meninas e nada, o frio faz você dormir. E o quentão? Não bebi nada até agora. Se não tem visita, não tem quentão. Quando muito, temos comido umas feijoadas... E as pesquisas dizendo que o brasileiro está ficando cada vez mais pessimista. Mas vocês querem o quê? Que o brasileiro seja masoquista? Nem o brasileiro cordial não existe mais. Graças a Deus... E quem vai pagar nossas contas? Imaginem a classe média: cheia de dívidas, com os filhos dentro de casa, você pagando mais comida, mais papel, tinta e impressora, mais conta de tv, de doces e cafezinhos, e o mau-humor de todo mundo. E uma infinidade de senhas que você nunca acerta. Cuidado com as aproximações perigosas...

2 comentários:

  1. Excelente texto Gilmar. É bem isso mesmo. Se a classe média está assim, imagine o povão que nem tem emprego mais.

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto Gilmar. É bem isso mesmo. Se a classe média está assim, imagine o povão que nem tem emprego mais.

    ResponderExcluir