sexta-feira, 23 de julho de 2021

Annez Andraus e o Dieese uma boa lembrança

Annez Andraus e o Dieese, uma boa lembrança No período de campanhas nas ruas contra a ditadura militar e contra a política econômica conservadora do FMI, onde íamos encontrávamos Barelli e Annez, representando o Dieese e, o que era mais importante, ajudando os dirigentes sindicais a entenderem a economia. Tanto Barelli como Annez faziam parte da geração dos anos 60 e 70, portanto viveram e sentiram na pele o golpe de Estado de 1964, depois o AI-5, com a ditadura prendendo e matando e, finalmente, tiveram a alegria de ver o povo voltar às ruas, a anistia ser conquistada, os amigos voltarem do exilio e o Dieese voltar a ficar cheio de gente. Reconquistamos a democracia, derrubamos a inflação, reconquistamos os sindicatos, legalizamos os partidos políticos e criamos as centrais sindicais. Até conquistamos vários governos estaduais, prefeituras e conquistamos a presidência da República com o maior lider operário que o Brasil já teve. O tempo passou, tivemos nossas alegrias, mas o tempo também levou Barelli e nossa Annez está aposentada, mas não está tão feliz como tinha imaginado que estaria. Até o Dieese está minguando, com pouco dinheiro e com poucos profissionais daquela época. Hoje eu vi a foto de Annez Andraus e me lembrei de tudo isso. Talvez Annez já não tenha tanta energia para ir às manifestações pelo Fora Bolsonaro, mas, com certeza, Annez ainda vai ter a alegria de ver Lula voltar à presidência e o povo voltar a sorrir. Afinal, um dos desafios dos intelectuais é mostrar ao povo que nada cai do céu, que tuo precisa ser conquistado, principalmente a Democracia e os Direitos da Classe Trabalhadora. Amanhã, vai ser outro dia..

Um comentário: