segunda-feira, 7 de junho de 2021

Quem ganhou no Peru? Quem vai ganhar no Brasil?

Eleição no Peru, Pandemia, desemprego. Tudo a ver. Algumas coisas geraram muita ansiedade e sofrimento, neste final de semana e hoje: 1 – Vários colegas e amigos tiveram o vírus confirmado e foram internados, correndo risco de vida; 2 – A polarização da eleição no Peru, é muito parecida com a nossa, e dos demais países da América do Sul. Ricos contra pobres, Sul contra o Nordeste, protestantes contra católicos; empregados contra desempregados, etc. 3 – O Peru é proporcionalmente o país onde mais gente morreu em relação ao tamanho de sua população. O Brasil deve ser o segundo ou terceiro onde mais morreu gente, quantitativamente falando. Estamos chegando a 500 mil mortes. 4 – O desemprego continua crescendo, a pobreza e a extrema pobreza aumentando e os ricos ficando cada vez mais ricos. Podemos chamar isto de uma bipolarização entre ricos e pobres? Creio que seja mais múltiplo do que binário. O que temos certeza é a polarização entre o neoliberalismo radical que aumenta a pobreza, aumenta a concentração econômica, empobrece os governos e os Estados, aumentando a violência e a falta de perspectiva de vida individual e coletiva. 5 - Quem ganhou no Peru? Só saberemos mais tarde. Talvez quarta-feira... 6 - E nossos doentes, contaminados? Alguns já voltaram para casa, Outros continuarão internados, E outros não voltarão... Culpa do genocida. 7 – E as eleições no Brasil? Sabemos que os dois candidatos daqui são mais experientes do que os do Peru. Mas não significa que será uma eleição mais fácil. Tende a ser uma eleição histórica, como dizem os peruanos. 8 – Enquanto não chegam as eleições brasileiras, Continuaremos a morrer por falta de vacinas, Continuaremos internando os nossos colegas e amigos, Continuaremos desempregados, abandonados e sem dinheiro. A nossa sorte, é que ainda temos as peladinhas do nosso futebol, que vive mais do passado do que do presente. A gente volta a ter saudade do João Saldanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário