quinta-feira, 10 de junho de 2021

Peru: Democracia ou guerra civil?

Peru: Democracia ou guerra civil? A direita no Peru e nos outros países achava que a eleição estava ganha. Tanto pelos gráficos com dados de pesquisas realizadas entre a população urbana e os de classe média, achavam que os pobres acompanhariam seus patrões... Os pobres estavam em silêncio, aguardando o dia da votação. E, em silêncio, compareceram em massa para votar. Os velhos, os jovens, as crianças foram juntos para aprender o que é a força de um povo. Quando abriram as urnas, começaram a apurar pelos bairros ricos onde Keiko Fujimori ganhava de lavada. E os ricos iam para janelas de seus apartamentos comemorar mas uma vitória. Mas, quando começaram a abrir as urnas das pequenas cidades, das montanhas, os votos do povo foram aparecendo, e aparecendo, e aparecendo até empatar e depois passar na frente da candidata dos ricos. E o povo do Peru viu que podia dar uma grande lição de autoestima, uma grande lição de humildade. Com a vitória do povo do Peru, a candidata dos ricos voltou a perder a humildade e voltou em falar em fraude, e pedir judicialização das eleições. Os não índios e os ricos precisam aprender a respeitar a democracia e a respeitar o voto do povo. Depois de tão tenso processo eleitoral, não querer aceitar o resultado das urnas é uma grande violência. Os países democráticos, à ONU e a imprensa internacional precisam exigir o respeito do voto do povo peruano. Democracia só se aprende praticando-a. Ou se respeita à democracia e a vontade popular, Ou o Peru entrará no caos e na violência social, caminhando para uma guerra civil traumática em todos os sentidos. Sem medo de ser feliz. É tão bonito ver a alegria do povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário