quinta-feira, 17 de junho de 2021

Explica esta professor Delfim Neto

Explica esta, professor Delfim Neto O Brasil vive o drama do desemprego, do arrocho salarial, da imprensa que dia mostra dia não mostra, da Justiça injusta e de um governo que é a maior desmoralização de todos os tempos. Ontem abordamos o bom artigo do professor Delfim Neto sobre inflação, desemprego, seca e dólar nas altruras.... Hoje, tivemos oportunidade de ver uma das contradições do capitalismo neoliberal e irresponsável que se aplica no Brasil. Como o frio este ano está pior do que nos anos anteriores, fui comprar umas camisetas de mangas compridas já que só tenho camisetas de mangas curtas. Fui nas lojas Hering, que tem feito roupa boa, com qualidade, bom preço e muitas lojas de rua e de shopping. Apesar da propaganda, não tinha o produto na loja. A vendedora telefonou para ver se tinha em outras lojas, também não tinha, ligou para a fábrica e também não tinha... Procurando por produto equivalente, camisetas de mangas longas, achei uma camiseta bem mais cara, mas era um produto melhor. Comprei duas e quando cheguei em casa fui olhar as etiquetas para ver o bom produto da Hering... A etiqueta dizia: Feito em Bangladesh, Hecho en Bangladesh e Made in Bangladesh. No verso da etiqueta estava escrito: Cia Hering... Uruguay.... Venezuela....PERU.... FIQUEI SEM ENTENDER NADA. O Brasil tem desemprego, todos os países da América Latina têm desemprego. Então porque, em vez de se produzir aqui, se manda para Bangladesh? Será que é por solidariedade, já ue Bangladesh é um dos países mais pobres do mundo? Não acredito... Talvez seja porque há uma liberação de importações com dumping contra as empresas brasileiras e do mundo. Para quem não sabe, Bangladesh faz parte da Grande China Asiática, isto é, como a China já virou classe média e rica, agora a mão de obra mais barata está no Sudeste Asiático e na Índia... Tudo sublocado pela China. E nós, cara pálida? Ficamos com o que? Estão parando de prudizir aqui os automóveis, os remédios, as roupas, os livros e material escolar, as bolas de futebol, as camisetas de campanhas eleitorais e de verão, o Brasil está ficando sem fábricas. E ningué,m explica nada? Ninguém defende o povo brasileiro? Que vergonha, que vergonha! Só chamando o professor Delfim Neto para explicar isto tudo e quando Lula for eleito no ano que vem o professor vai ajudar o povo a entender de economia. Nada de ser ministro, o professor já não tem idade para reanimar este Brasil tão destruido. E vamos parar por aqui que logo logo teremos jogo do Brasil contra o Peru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário