quarta-feira, 19 de maio de 2021

Oh Israel, porque esqueceste teu passado?

Israel – De coitadinho a genocida Ante o ódio irracional dos nazistas contra os judeus, o mundo todo foi favorável à criação do Estado de Israel. Seus governantes, durante muitos anos, trouxeram simpatias e solidariedade à paz mundial. Nos últimos anos, os governos de Israel têm se preocupado em ajudar os colonos a ocuparem as terras dos palestinos e a causar violências contra países que ajudam os palestinos. Israel está abusando da tolerância internacional O governo de Netanyahu, que é candidato mais uma vez à reeleição, armou este mal estar para justificar mais um capítulo de destruição da Faixa de Gaza, expulsão dos palestinos e apropriação da faixa que dá acesso ao MAR. Estes quinze dias de destruição foram planejados e começaram a partir de uma provocação de Israel, articulada entre Netanyahu, o judiciário e as forças armadas. Aproveitando-se do período de rezas na mesquita de Jerusalém, Israel sabia que, ao tentar expulsar as famílias de suas residências no período de rezas, haveria forte reação dos palestinos, justificando assim forte reação de Israel. E a partir daí o mundo veria mais um capitulo de destruição da Faixa de Gaza. E não adianta botar a culpa nos palestinos. Eles estão submetidos a conviverem com uma relação totalmente desigual, entre um Estado militar e belicista, que quer tomar suas terras, e alguns milhares de resistentes, algumas vezes abusados, mas que dificultam a ação criminosa de Israel de destruir a Faixa de Gaza e toma-la dos palestinos. Vejam alguns números e detalhes escabrosos... Informações da REUTERS e da AFP, publicadas na Folha de hoje. 1 - A Faixa de Gaza está imersa em uma crise humanitária desde o início da escalada de violência entre Israel e o Hamas. 2 – Faltam alimentos, ÁGUA POTAÁVEL e remédios. 3 – Mais de 52 MIL palestinos tiveram que deixar suas casas devido à violência, informou a ONU e a OMS. 4 – Israel já matou 215 pessoas, incluindo 61 CRIANÇAS e 36 mulheres, além de deixar l.400 feridos. 5 – Israel também já destruiu 132 prédios e 316 ficaram danificados, INCLUINDO 6 hospitais e nove centros de saúde primária, além de destruir plantas de dessalinização da água do mar. 6 – Na segunda-feira, os bombardeios de Israel destruíram a UNICA CLINICA que fazia testes de Covid-19 em Gaza. 7 – Apesar da pressão internacional, os USA, continuam se opondo a uma declaração pedindo o fim da violência. O presidente americano, Joe Biden, acusado por seu próprio partido de FALTA DE FIRMEZA COM ISRAEL, expressou na segunda seu apoio a um cessar fogo . 8 – Provando que a intenção real do governo de Israel é TIRAR OS PALESTINOS DA FAIXA DE GAZA e se apropriar do território, deixando apenas a Cisjordânia como opção para a criação do Estado Palestino. Assim, Israel ficaria com 90% do território definido pela ONU quando da criação do Estado de Israel, vejam as declarações do primeiro ministro de Israel: “Nossa linha é CONTINUAR ATACANDO ALVOS TERRORISTAS, disse Netanyahu.” Um dos países mais militarizados e melhor equipado do mundo, luta contra crianças e adolescestes que se defendem com pedras, estilingues e foguetes de fabricação caseira. Nem a Resistência Francesa, na segunda guerra mundial tinha uma relação tão desigual... Isto é ou não é genocídio?

Nenhum comentário:

Postar um comentário