quinta-feira, 15 de abril de 2021

Brasil - Renascem as Esperanças

Brasil dividido. Famílias, amigos, colegas. Primeiro ficou dividido em contra ou a favor do golpe, do impeachment, do fora Dilma, fora PT, fora a Igreja e tudo que simboliza à esquerda. De repente, descobriu-se que os brasileiros eram de direita, fascistas e violentos? O que será que fez com que este ódio partisse de dentro das pessoas e se transformasse em violência? De repente, qualquer motivo era pretexto para uns xingarem os outros e até brigarem ou pararem de falar uns com os outros. Os pobres estavam virando classe média, andando de avião calçando sandálias havaianas e com barrigas de fora. Houve um mal estar na sociedade: Estará a classe média ficando pobre? Ou é a presença do pobre ao seu lado que o incomoda? A Dilma caiu, o PT e a esquerda levaram um banho nas eleições, e o Brasil elegeu alguém que dizia que ia acabar com a bandalheira. Mas, qual bandalheira? O Brasil entrou em recessão, o eleito passou a agredir a Globo e a Folha, seus principais apoiadores, a recessão aumentando e, de repente, vem a pandemia. Sem pedir autorização para ninguém, a pandemia virou a maior tragédia que o Brasil já teve. O presidente delirante sempre negou a tragédia que só aumentava... As mortes aumentaram, as vacinas não chegaram, a economia parou, o desemprego aumentou, e os pobres voltaram a ficar pobres. Antes que a classe média comemorasse que não teria mais que conviver com pobres, a morte também chegou na classe média, o desemprego chegou na classe média e o custo de vida roubou a poupança dos pobres e da classe média. Lula, que tinha sido impedido de concorrer à presidência, que comeu o pão que o diabo amassou em função da ira da classe média, da pregação infernal dos pentecostais e da pressão internacional, tudo inventado para não deixar Lula ser candidato. De repente as forças ocultas, os empresários, os juízes, os políticos, a classe média e os pobres que tinha comemorado a prisão de Lula, de repente todos começam a achar que era melhor com Lula do que está sendo agora, com este presidente maluco e genocida. E Lula começou a aumentar nas pesquisas... E quanto mais Lula cresce mais continua crescendo e, se não acontecer nova tragédia, tudo indica que Lula será eleito presidente em 2022 para ter um mandato de transição, um mandato para o Brasil recuperar a dignidade nacional e o respeito internacional. Os petistas e simpatizantes de Lula, a esquerda e todos que foram agredidos pela ira conservadora e violenta, de repente ouve gente falando em vingança, em jogar na cara, etc. Nós já tivemos uma experiência de Paz e Amor e vencemos. Praticar a Paz e o Amor é muito mais do que apenas fazer marketing ou propaganda enganosa. Nós temos a obrigação de sermos humildes, compreensivos e propor a unidade nacional e um governo de transição. A transição do ódio para o respeito às pessoas, às instituições e a Soberania Nacional. Parece que o STF, a instância máxima do judiciário, deliberou nesta quinta-feira que Lula tem a elegibilidade readquirida ou reconquistada. Que Lula poderá ser candidato. O Brasil precisa do esforço de todos para derrotar a pandemia, derrotar a recessão e o desemprego. Vamos voltar a ter alegria, esperança e solidariedade. Nada de briga, nada de vingança. O Brasil é o país de todos, com todos e para todos. Isto é Democracia e Liberdade. Lula lá, nasce a esperança, Lula lá,um Brasil criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário