quinta-feira, 29 de abril de 2021

Brasil constrange o mundo: Vergonha internacional

Brasil chegou a 400 mil mortes Um número para não ser esquecido E o presidente não quer ser chamado de genocida? Se tivesse seriedade no Brasil, Bolsonaro jamais teria sido eleito presidente e, se governasse como governa, seria destituído imediatamente. Como cantava Caetano: “minha mãe chorava em ai, minha irmã chorava em ui, e eu nem olhava para trás”. Minha cunhada chora porque, mais uma vez entubaram sua irmã e minha cunhada, como toda a família e os amigos ficam com medo de ela não resistir e morrer. Morrer é a palavra mais temida hoje em dia no Brasil e na Índia. Os Estados Unidos tremiam com medo da pandemia, elegeram Biden presidente, este tomou providências para vacinar imediatamente todo cidadão americano, e assim acabou com o medo. O tio do funcionário do prédio onde estamos morando também acabou de morrer, com apenas 43 anos de idade. Não é de chorar? Deixando mulher e filhos pequenos? Além da morte por toda parte, temos também o custo de vida que está outro assombro, Não tem dinheiro que chegue. E quem não tem dinheiro nenhum? Não seu porque os saques ainda não começaram? Ai, ai, ai, ai, está chegando a hora...

Nenhum comentário:

Postar um comentário