quarta-feira, 10 de março de 2021

Judiciário, eleições presidenciais e lava jato - Vamos antecipar as eleições?

Lava Jato e Eleições Presidenciais – informações relevantes Três assuntos pautarão a imprensa brasileira até 2022. 1 – A desmoralização da operação lava jato – a maior mentira jurídica. 2 – As eleições presidenciais, a direita golpista e a esquerda se enfrentam. 3 - Vacina contra o vírus – Nunca morreram tantos brasileiros como agora. Apresento a seguir algumas contribuições sobre a conjuntura atual e a importância da Democracia. 1 – A farsa da Lava Jato - Em primeiro lugar devemos lembrar que a operação lava jato foi criada como mecanismo jurídico-político para derrubar o governo do PT e impedir que Lula pudesse se candidatar à presidência. A partir desta definição, tudo que foi decidido pelos juízes e procuradores, foi feito para justificar o golpe de Estado. Para isto, era fundamental que se fizesse com o apoio da imprensa e que esta servisse de maio de convencimento do povo brasileiro. O tempo provou o quanto a operação lava jato foi uma farsa e a maior mentira jurídica que o Brasil já teve. E agora, até o STF – Superior Tribunal Federal reconhece isto e está processando o ex-juiz Moro. 2 – Eleições Presidenciais em 2022 - A direita golpista vai tentar simplificar a disputa como sendo entre a direita e a esquerda, quando na verdade a disputa será entre os golpistas e os democratas. Então, o que é ser de direita ou ser de esquerda? 2.1 – Um país à serviço da elite branca - A direita brasileira, identificada como a elite branca tradicional, aproveitou que controlava o aparelho do Estado brasileiro, e sempre escondeu que o Brasil já teve escravo, que o Brasil negros e mulheres quando conseguem empregos e salários, estes são melhores para os homens brancos; que no Brasil não havia liberdade organizacional nem partidária nem sindical. 2.2 - Um país governado para o povo, com o povo e com um governo do povo – isto é um país democrático. Um país com 35 partidos políticos e com eleições regulares pode ser chamado como democrático ou pode ser chamado de arremedo de democracia? Nestas próximas eleições, em 2022, como já foi dito, os golpistas tentarão pautar a campanha como sendo entre a direita e a esquerda. Tentando esconder os fatos relevantes que possibilitem comprovar os conceitos e as definições. 2.3 – Independente de como a direita chama a esquerda e a direita, como podemos identifica-las? Historicamente, estão mais próximos e são identificados, como direita ou esquerda àqueles que defendem mais os patrões como sendo de direita, e os mais próximos e identificados com os empregados e trabalhadores como sendo de esquerda. Estão identificados com a direita e centro direita: 1 – latifundiários, 2 – patrões em geral, 3 – judiciário, 4 – Forças Armadas, 5 – OAB, 6 – imprensa, 7 – religiosos... Estão identificados com a esquerda e centro esquerda: 1 – Movimentos populares, 2 – movimento sindical, 3 – movimento estudantil, 4 – Teologia da Libertação da Igreja Católica, 5 – profissionais liberais, 6 – artistas e intelectuais, 7 – professores. Quais são as bandeiras dos conservadores e dos progressistas: - As bandeiras conservadoras da direita são: 1 – politicamente são conservadores e contra projetos de reconhecimento social, 2 – economicamente são neoliberais e privatistas, 3 – defendem vender nossas empresas e nossas riquezas aos estrangeiros, 4 – subordinados aos Estados Unidos. - As bandeiras progressistas da esquerda são: 1 – politicamente estimulam as mulheres, os negros, os índios e os pobres a participarem da vida política e social, 2 – economicamente defendem o Bem Estar Social com políticas públicas para o povo, principalmente os mais pobres, 3 – defendem o fortalecimento da economia nacional, os empresários com mais empregos e trabalho para todos, 4 – são favoráveis a uma atuação internacional independente e com visão plural, ideologicamente atuam em movimentos socialistas e sociais democráticas. Porque a Folha se recusa a assumir que é um jornal de direita? Que já foi de centro direita, mas, a partir de FHC a Folha vem defendendo o neoliberalismo e sendo a porta-voz da direita brasileira. Na democracia, devemos ver com naturalidade tanto os partidos da direita como da esquerda. O que não é admissível é a prática do golpismo, da mentira e da manipulação. Isso vale para os dois lados. - Com 35 partidos políticos, quais são de direita, centro direita, centro esquerda e esquerda? Durante a ditadura militar só existiam dois partidos políticos: a Arena e o MDB. Os demais eram proibidos. Entre 1988 e 2014, tivemos o período de maior liberdade da nossa história, registrando todos os partidos que preencheram requisitos como lista de apoiadores por estado, etc. Em 2016 tivemos outro Golpe de Estado e novas restrições à democracia. Apesar do novo Golpe de Estado, podemos classificar os partidos brasileiros atuais como: PT, PC-B, PSOL como partidos de centro esquerda, PSB e PDT como centro direita, PSDB, DEM, e demais partidos como direita, e os pentecostais fazendo o papel de extrema direita e fascistas. Nos países democráticos, a questão econômica, com crescimento, geração de emprego e renda juntamente com as políticas públicas sempre prepondera sobre os debates ideológicos. Da mesma forma que os partidos conservadores chegam a 30 no Brasil, os partidos da precisam voltar a ter resultados econômicos mais estáveis, garantindo melhor qualidade de vida para todos. Por falar em Lava Jato, eleições presidenciais e pandemia, Lula fez nesta quarta-feira, dia 10 de março, um dos discursos mais bonitos da sua vida. A direita querer destruir Lula, o melhor quadro político que o Brasil já teve, é de uma estupidez nunca vista. Com Lula, o Brasil volta a ter dignidade e a ser respeitado internacionalmente. Agora as eleições de 2022 começam para valer. Se ogoverno não resolve a pandemia, se a economia não melhora e se o povo não acredita mais em Bolsonaro, vamos antecipar as eleições?

Nenhum comentário:

Postar um comentário