domingo, 7 de fevereiro de 2021

Bolsonaro mais o Centrão deram um banho. E 2022, como será?

Bolsonaro e Centrão deram um banho Bolsonaro unido ao Centrão desmoralizou o PSDB e ameaça derrotar o PT em 2022 A desordem está vencendo a legalidade. Nunca o Brasil esteve tão desacreditado. Ninguém confia em ninguém, nem cofia nas instituições. A direita moderada une-se à extrema direita para derrotar o PT. O resultado disto é que todos perdemos. Candidato único de esquerda é condição suficiente para ganhar eleição? Não. Nem aqui, nem em qualquer lugar. É importante fazer unidade numa frente ampla? É o ideal, mas não é obrigatório. Em 2018 tínhamos certeza que Lula venceria qualquer candidato da direita. Tanto era verdade, que ela preferiu dar um golpe de Estado e derrubar o governo do PT a perder mais uma eleição. Sabíamos que Haddad poderia vencer as eleições presidenciais, mas que não seria fácil. Em 2022 Lula ganha a eleição? Pode ganhar e pode perder. Com Haddad pode acontecer a mesma coisa. Pode ganhar e pode perder. É ilusão pensar que basta lançar-se contra Bolsonaro, para ganhar a eleição. Mantidas as condições normais de temperatura e pressão, se a eleição fosse hoje, o mais provável é que Bolsonaro seja vitorioso. Em 2022, só Deus sabe como o Brasil e o mundo estarão. 1 – Pode ser que as vacinas sejam um sucesso, como podem ser um fracasso. 2 – Pode ser que a economia continue estagnada e o povo aceite a ideia de que a culpa foi de Doria que, em vez de ajudar atrapalhou. 3 – Pode ser que a economia piore tanto, que o povo vote em qualquer um que for contra Bolsonaro. 4 – O judiciário vai continuar articulado com os empresários e a direita, contra o PT? Com certeza. 5- A imprensa vai continuar batendo em Bolsonaro e no PT, vai, mas apoiará sempre o candidato da direita que puder derrotar o PT. É o voto útil conservador. 6 – Os pentecostais continuarão vendendo a alma ao diabo para continuar no governo? Com certeza. Portanto, a prioridade da esquerda deve ser dialogar com o povo. Ouvir as suas demandas e apresentar formas de garantir o cumprimento de seu programa. Não é tão simples, mas é imprescindível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário