terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Diga a SENHA ou MORRERÁ

Sob o domínio das senhas Nossa vida virou um inferno Antes da informática as pessoas vivam decorando livros, datas, nomes e tudo mais. Com o advento da informática, a princípio pensamos que a vida ficaria bem mais simples. No entanto, em nome da segurança, tudo no computador pede ou exige senha. E a partir daí nossa vida virou um inferno. E, se a gente parar de usar tudo que exija senha? Simplesmente o sistema nos excluirá de tudo. Dos bancos, dos registros dos governos, das relações com os parente e amigos. Enfim, estaremos vivos, mas, para o sistema, não existiremos. Da mesma forma que os governos podem dar um único número de CPF para cada cidadão de seu país, os sistemas de informática podem criar um cadastro único, tipo telefone, onde na senha necessariamente conste um número para o país, outro número para a cidade-Estado, outro número para sobrenome, e depois deste número, a pessoa poderá fazer a senha mais maluca que quiser. Por exemplo, hoje, depois de brigar duas horas com as senhas, quando um destes aplicativos malucos obrigou-me a mudar minha senha eu criei uma nova senha: PUTAQUEPARIU! E a senha está sendo um sucesso. Se alguém perguntar por mim... cantou ontem Nara Leão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário