sábado, 19 de dezembro de 2020

O século 21 pede passagem

Os sinais dos séculos... O século 21 está se definindo. No século 19, a Europa ainda dividia o mundo entre si e os Estados Unidos, comandada pelas monarquias... No século 20, a Alemanha se impunha como potência desde 1870 e aterrorizava o mundo. Os Estados Unidos botaram limites na Alemanha e na Rússia. O Reino Unido, como império onde o Sol não se punha, cedeu seu lugar aos americanos. As monarquias perderam sua importância... No século 21, Da mesma forma que as monarquias perderam importância, o tal do republicanismo, com três poderes - executivo, legislativo e judiciário - também já não serve mais. A democracia participativa vai substituindo a democracia representativa. As crises econômicas constantes estão exaurindo os países e os governos, as crises políticas estão desacreditando os governos e os partidos, as guerras ainda não tomaram as dimensões da primeira e da segunda guerras mundiais do século passado. Precisa ver se o mundo aguentará uma nova guerra mundial... Vejam alguns exemplos dos sinais do tempo neste século que começou: 1 - O mundo já não aceita mais a violência contra os negros, as mulheres e os imigrantes... 2 - A violência policial contra os negros nos Estados Unidos e a reação mundial contra os abusos racistas foi fundamental na vitória dos democratas... 3 - No Brasil, chegamos a um ponto em que a própria OAB - Ordem dos Advogados do Brasil aprovou a OBRIGATORIEDADE da paridade entre os sexos e a cota de 30% de negros nas direções em todas as instâncias da Ordem... O JUDICIARIO ESTÁ ULTRAPASSADO. 4 - Dos Estados Unidos vem o filme que vai marcar o século: "A VOZ SUPREMA DO BLUES". Tão forte quanto Luther King, estamos presenciando uma NOVA Revolução Cultural mundial. O artista como vanguarda transformadora... 5 - A Economia, que vinha sendo usada para enganar o povo e implantarem políticas neoliberais destruidoras, cria seu novo mensageiro do bem: PIKETY e a Economia Social. 6 - As religiões estão substituindo os partidos políticos. Invertendo os papéis e a relação com Deus e com o Povo. A briga entre pentecostais e católicos, ao contrário da briga entre católicos e protestantes na Reforma de Lutero, agora são os protestantes pentecostais que estão fazendo o papel conservador das Igrejas... 7 - O crescimento econômico, político e social da Ásia, volta ao passado e reduz a importância do Ocidente. Os muçulmanos, budistas e não-cristãos eurasianos está transformando os conceitos, os valores e os costumes. 8 - As Escolas eram formadoras de opinião, de valores e de costumes, agora as escolas estão sendo compradas pelos Fundos de Investimentos e são vendidas como pão nas padarias ou comida em supermercados. Os ricos não querem que o Ensino esteja à serviço da sociedade e do povo. Os ricos querem que as escolas ensinem a meritocracia de servirem aos seus patrões, mesmo que prejudiquem o povo, como agora na pandemia e com as vacinas. 9 - A imprensa vê-se na encruzilhada: Qual é o papel da imprensa na sociedade democrática participativa? A imprensa pode atuar partidariamente como as igrejas estão fazendo? 10 - A pandemia veio para obrigar o mundo a se reavaliar. A pandemia veio como uma advertência: A Natureza é tão ou mais importante que as pessoas... As pessoas em primeiro lugar. Para quê e para quem? Estamos apenas começando o século 21 mas suas mensagens já estão muito claras. Ou o mundo se organiza para sobreviver, ou sucumbiremos todos, inclusive o Planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário