segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Eleições nos Estados Unidos e na Argentina, na Bolivia e no Chile

Faltam apenas 8 dias para Trump perder as eleições nos Estados Unidos As urnas estão sinalizando mudanças... As pesquisas continuam sinalizando que o povo americano vai votar na democracia e na liberdade. O povo americano vai votar em Biden, o democrata, para presidente dos Estados Unidos. Com a confirmação na surnas, o mundo verá que em vários países o povo está voltando a defender governos que priorizem o povo e suas necessidades básicas como saúde, educação e trabalho. Na Argentina o povo votou contra o neoliberalismo e a favor de um governo mais participativo. Na Bolivia o povo, em ampla maioria, elegeu um novo presidente, com maioria na Câmara e no Senado, o povo disse não aos golpistas e sim a ampla participação dos bolivianos nos governos democráticos. Agora chegou a vez do Chile dizer não a herança da ditadura militar e da violência. Com quase 80% dos votos, o povo chileno exigiu um plebiscito sobre o governo e a constituição. Parabéns a todos os povos - argentinos, bolivianos e chilenos - parabéns aos que defendem à democracia, o respeito ao povo e às suas diferenças. No próximo dia 03 de Novembro será a vez de o povo americano dizer não a Trump e sim a Bide, o democrata. Que novas esperanças se multipliquem por todos os continentes e países, na busca da saúde, do combnate ao virus, na geração de trabalho e emprego para todos. Que se fortaleça a liberdade, a democracia e as políticas públicas. Por governos efetivamente participativos. É hora de dizer não ao neloliberalismo, ao desemprego e ao virus. É hora de dizer sim à saúde, à educação e a mais emprego e trabalho para todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário