domingo, 13 de setembro de 2020

Folha: Uma página que vale o jornal inteiro

A Folha anda em crise, como a maioria de nós Nós, que fomos contra o golpe e contra Bolsonaro e sua quadrilha, estamos em crise porque, além de toda má-fé do governo e de seus apoiadores, temos que conviver com a quarentena, os virus, as mortes, o desemprego, a violência e a crise geral. A Folha, dizem que anda em crise financeira, crise de direção - como gostam de dizer os trotskistas - e crise de valores políticos e sociais. Afinal, a Folha foi uma das lideranças na organização do golpe contra Dilma e o PT. Mas não vou brigar aqui com a Folha... Quero mostrar que, apesar de o jornal estar chatinho, confuso, e magrinho, no caderno Ilustrada de hoje, na página B11, a Folha matou à pau. Isto é, fez um golaço, ao abordar dois assuntos de alta relevância tanto na forma como no conteúdo. Vou começar pelo artigo que li primeiro. Na parte inferior da página, tem a análise feita por Lucas Pedretti, historiador e pesquisador sobre o periodo da ditadura militar. O título é "Prisão de Caetano mostrou como a ditadura temia a subversão moral". Uma preciosidade... Analisa o documentário "Narciso em Férias". - Em nossas memórias sobre a ditadura brasileira, há a ideia de que haveria uma rigida cisão entre a repressão política e o controle dos comportamentos desviantes. Esta seria a face tosca do regime; aquela, a dimensão perigosa. Um regime que reprime não só seus críticos, mas também quaisquer comportamentos vistos como moralmente indadequados. Por isto o alerta de Caetano é mais do que válido. Os militares escreveram a acusação de que Caetano "fazia músicas de cunho subersivo e DESVIRILIZANTE". - O oficio do comandante do Exército incluía Caetnao numalista de pessoas cujas atividades têm sido nocivas AOS PRINCÍPIOS MORALIZADORES consagrados pela Revolução de 1964. Lembra alguém ou algum governo atual? - O SUBVERSIVO MORAL É ATÉ MAIS PERIGOSO DO QUE O DISSIDENTE POLÍTICO. A lógica que orienta essa visão é a de que A FAMILIA PATRIARCAL É A BASE DA CULTURA CRISTÀ OCIDENTAL. DESVIRILIZAR é solapar as próprias fu ndações da sociedade. Agora vamos falar sobre o outro artigo da página B11. O artigo de Drauzio Varella sobre o Setembro Amarelo... De tudo de ruim que o virus está provocando, há algo de grande poder destruidor e que está aparecendo como principal sequela do virus... OS TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS. O impacto na saúde mental será mais devastador, justamnte por afetar uma área já problemática antes da pandemia. Os termos mais apesquisados no portal de saúde do professor e doutor Drauzio são DEPRESSÃO, ANSIEDADE E SINDROME DO PÂNICO... Neste mês acontece o SETEMBRO AMARELO, campanha do CVV e da Associação Brasileira de Psiquiatria. Uma campanha de prevenção ao suicídio. A OMS estima que há 800 mil mortes anuais no mundo, por suicídios,,, 80% em países pobres. No ano passado o Brasil teve 13 mil suicídios. TREZE MIL! Em cada dez casos, SEIS ACONTECEM COM JOVENS NEGROS. A população feminina, entre 15 a 29 anos e a segunda causa de óbitos. Nada leva a crer que aprevalência, caso as condições sociais se mantenham as mesmas e nãosuperarmos as dificuldades do SUS para dar atenção a esse contingente. Distanciamento social, insegurança financeira, desemprego, medo de adoecer e luto causarão transtornos mentais que permanecerão entre nós por muito tempo. Conclui Drauzio Varella.

Nenhum comentário:

Postar um comentário