sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Aquele abraço a Joel e a todos os aniversariantes de Setembro.

O Rio de Janeiro e os aniversários em setembro Hoje é aniversário de Joel, nosso correspondente no Rio de Janeiro. Bancário do BB, intelectual, humano, avô, flamenguista, adora Ouro Preto-MG e é uma ótima companhia. Minha vida passa muito pelo Rio de Janeiro... Prestei concurso e trabalhei durante mais de vinte anos no BEG – Banco do Estado do Rio de Janeiro. O banco do cheque-verde... Todos os japoneses, e mestiços de japoneses, que são oftalmologistas no Rio de Janeiro, ou são meus cunhados ou são meus sobrinhos. Todos ótimos médicos... Como sindicalista, estive muitas vezes negociando com a direção do BEG, que virou Banerj, e também negociando com o governo do estado do Rio. Fizemos muitos encontros nacionais e internacionais no Rio, além de muitas disputas eleitorais. Quando fazia reuniões com estrangeiros divertia-me ouvindo que o Brasil sem o Rio de Janeiro era igual a Argentina sem Buenos Aires... O Rio maravilhoso, capital do futebol, das praias e da música, está sendo destruído continuamente. Mas o Rio de Janeiro continua lindo Apesar das milícias, do narcotráfico, da corrupção, do judiciário carioca, da falta de empregos e falta de perspectivas... Temos pessoas como Joel, meus cunhados e sobrinhos, Adriana, presidente atual do Sindicato dos Bancários do Rio, as Fernandas Torres e Montenegro, os moradores do Rio e a sua beleza enquanto Cidade Maravilhosa, estimulam a gente a continuar acreditando no Rio. Além de Joel, que faz aniversário hoje, nomes de setembro tem uma infinidade de aniversariantes importantes para nós. Vou citar alguns... Dom Paulo Evaristo Arns, Lycia Arns – nora de Dra. Zilda Arns, que sou padrinho de casamento, Shai – nossa sobrinha nipo-brasileira interessantíssima, Givaldo e Celeste – meus irmãos, Marize – jornalista experiente e corinthiana fanática, Ana Lúcia – dançarina e militante de primeira, Nelson Silva – nossa referência histórica no Centro de SP, AUGUSTO CAMPOS – nosso guia sindical, Silvia Portela – nossa retaguarda eterna, e Carlão, do Unibanco-Itaú e sindicalista da nova geração. Citar nomes é sempre delicado porque você pode esquecer alguém muito relevante e querida. Vou pensar se posso fazer o resumo do mês dos aniversariantes. Como disse o nosso grande compositor baiano: Aquele abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário