quinta-feira, 6 de agosto de 2020

O Santander tenta mas não consegue ser um Itaú ou um Bradesco

O HSBC entrou no mercado brasileiro e desistiu

Os bancos americanos também saíram do varejo.

Minha primeira conta bancária foi no BHU - Banco Holandês Unido, em 1970, quando eu tinha 16 anos...

Meu primeiro emprego em banco foi em 1972, no... City Bank, em plena praça Antonio Prado, no coração financeiro de São Paulo.

O BHU virou se juntou com outro banco na Holanda e virou ABN-AMRO Bank, depois comprou o Banco Real no Brasil, depois foi vendido ao Santander. E este vem tentando se encontrar no Brasil. Aqui é o país onde o Santander tem o melhor lucro. Mais do que na Espanha, sua matriz, e mais do que na Inglaterra...

O City vendeu suas operações ao Itaú e saiu do varejo.

O HSBC quando veio para o varejo, comprou o banco BAMERINDUS por UM DOLAR! E o HSBC era e é um dos maiores bancos em operações na Ásia. Mas, no Brasil micou...

O Santander entrou no Brasil comprando uns cinco ou seis bancos pequenos. Mas, o pulo do gato foi com a "compra" do Banespa, em leilão de privatização. Uma pechincha. Em três ou quatro anos, o lucro realizado já cobriu o valor de compra.

Mas o Santander ainda não deslanchou no Brasil.

O Banespa tinha 25% do financiamento rural nacional. Hoje quanto o Santander tem? O Banespa tinha uma imagem mais forte do que tem o Santander. Não sei se a dificuldade está no Santander ou nas empresas espanholas. Aqui, empresa espanhola de destaque, só mesmo a ZARA.

O curioso é que, no meu blog, que já chegou a 795 MIL acessos, 22.872 são acessos querendo saber se o Santander está à venda? Por que será?

Quem compraria o Santander no Brasil? O Itaú, o Bradesco, o XP?

Poderia surgir uma associação, uma parceria ou uma sociedade tipo Santander-XP, como fez o Itaú com o Unibanco.

Não sei detalhes de nada, mas que as forças ocultas andam se movimentando, isto eu tenho certeza...

Afinal, um parceria Brasil, América espânica, Portugal e Espanha, daria ma mistura de tango, com samba, castanholas e muito fado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário