quinta-feira, 25 de junho de 2020

Tirar ou não tirar Bolsonaro da presidência, eis um bom debate

A Folha resolveu lançar o "seu movimento POR DIREITOS". O que isto significa?

1 - Provavelmente, ao lançar o "seu" movimento contra Bolsonaro, mas não citá-lo nenhuma vez no manifesto, sinaliza que está aberta para negociar a governabilidade com o próprio Bolsonaro.

2 - O maior exemplo disto é quando estimula a participação de pessoas como Temer, Moro, Sarney, etc.

3 - Este movimento significa também mais uma FRENTE AMPLA no Brasil de hoje.

4 - Acontece que a Folha, mais do que um mero signatário e organizador do manifesto, a Folha é o maior e mais importante jornal do Brasil. Como a Globo é a maior rede de TV do Brasil. E ambas tem um poder de destruição imenso. Como também ambas tem um poder de projeção muito grande, destruindo ou supervalorizando pessoas ou instituições.

5 - A Folha e a Globo têm o poder de fazer candidatos, serem determinantes na aceitação ou não dos candidatos, como também conseguem pegar uma pessoa medíocre e lança-la como candidato, da mesma forma, ao destruir a imagem de um político ou empresário, estes perdem tudo que tem ou abandonam a vida política.

6 - Na história recente do Brasil, temos três casos bem emblemáticos.

    a - A Globo decidiu bancar a candidatura de Collor a presidência do Brasil. Além de repetir noticias favoráveis a Collor, a Globo chegou a "editar o debate na TV", favorecendo ao máximo a versão ou as versões de que Collor, como CAÇADOR DE MARAJÁS, Collor iria acabar com a corrupção no Brasil.  Collor fez tanta confusão que acabou sendo derrubado pelo povo e por aqueles que antes o apoiava e dava cobertura.

Collor, que se elegeu dizendo que ia combater a corrupção, foi destituído por praticar corrupção. Frustrando o povo brasileiro.

b - FHC - Fernando Henrique Cardoso, também foi articulado pela Globo, percorrendo o Brasil inteiro, compondo que todo mundo que lhe apoiasse, independente de partido, religião e passado. Contando com amplo apoio da grande imprensa e de todos os setores da sociedadeFHC ganhou as eleições no primeiro turno.   Tendo como ponto central, o combate a hiperinflação. A contrapartida de FHC foi amplo apoio na implantação da Economia Liberal  o Brasil, entregando nossa capacidade produtiva aos estrangeiros...

c - Bolsonaro, por sua vez, foi eleito presidente, contando com o amplo apoio da imprensa nacional, no entanto, vem fazendo um governo medíocre, o que tem estimulado às mobilizações em todo o Brasil. E aí surge uma pergunta delicada: Tirando Bolsonaro, quem vem para o lugar dele? Bolsonaro tem sido pior presidente que Collor. E está a milhões de anos de Lula.


7 - Mais uma vez, a Folha e a Rede Globo continuam sendo os coordenadores da luta pelo derrubada do governo Bolsonaro, mesmo também tendo para o Povo voltar às ruas exigindo o fim da corrupção, a moralidade na administração pública e privada.

8 - No entanto, considerando as questões relacionadas acima, a Imprensa continua sendo imprescindível, mas não está acima do povo brasileiro, nem das instituições.

9 - Para que a Democracia se estabilize e contribua de fato com a qualidade de vida das pessoas, precisamos continuar combatendo a corrupção, como precisamos materializar as políticas públicas, garantir transparência nas instituições públicas e privadas.

10 - Talvez, a prioridade seja o afastamento de Bolsonaro, por incompatibilidade e incompetência, e ao mesmo, que a sociedade avalie a possibilidade de se implantar o parlamentarismo no Brasil. Precedido de uma Nova Constituinte que regulamente como os competentes governarão e os incompetentes não usem de á fé contra o povo e contra as instituições.

Um outro Brasil é possível.


Nenhum comentário:

Postar um comentário