domingo, 14 de junho de 2020

Os bancos, o desemprego e as guerras. E 1929 se espalhou pelo mundo.

A crise de 2008 partiu dos bancos americanos

A crise de 1029, também partiu dos bancos americanos.

Em 2008, o governo americano salvou, botou muito dinheiro, nos bancos e nas grandes empresas, além de recomendar os demais países a salvar o capitalismo. E salvaram...

A crise de 29, como é mais conhecida, não teve a ajuda dos governos como era necessário para salvar o capitalismo e evitar guerras e ditaduras...

Quando os bancos quebram, eles carregam nas enxurradas também as empresas e os empregos, sobrando a fome e a violência. E, como o anjo da morte, voltam as guerras e as ditaduras.

Depois de ler os quatro volumes sobre a primeira guerra mundial, voltei a dar uma olhada nas memórias de Churchill para tentar lembrar como, depois de uma vitória tão importante como foi a dos Aliados contra a Alemanha, como foi que, poucos anos depois, a Europa voltou a se afundar em nova guerra mundial, muito mais violenta e destruidora para todos...


Vejam as palavras de Winston Churchill, escritas no primeiro volume:

- A nevasca econômica também castigou a Alemanha.

- Os BANCOS AMERICANOS,
enfrentando compromissos crescentes em seu país, RECUSARAM-SE a aumentar seus imprevidentes empréstimos à Alemanha.

- Essa reação levou a um significativo FECHAMENTO DE FÁBRICAS e à súbita destruição de muitas empresas em que se baseava o renascimento pacífico da Alemanha.

- O desemprego na Alemanha elevou-se a 2,3 milhões de trabalhadores no inverno de 1930.

- Naquele momento, O MEDO ONIPRESENTE E DOMNANTE DAS MASSAS ERA O DESEMPREGO.

- A CLASSE MÉDIA já tinha sido arruinada e impelida a tomar caminhos violentos or causa da desvalorização do marco.

- O uso de um programa econômico que incluía o fechamento de fábricas e a redução dos salários do FUNCIONALISMO PÚBLICO não tinha popularidade.

- AS ONDAS DE ÓDIO ROLAVAM COM TURBULÊNCIA CADA VEZ MAIOR.

Completando...

- Sem dinheiro, sem empregos, sem segurança e com os governos perdendo legitimidade, as portas do inferno voltaram a se abrir na Europa e de pois no mundo.

- A sombra da morte, do sofrimento e da destruição só parou em 1945, depois de mais de 30 milhões de mortes.

- O Brasil atual está governado por um bando de loucos, o empresariado demora em botar limites, o judiciário está inseguro, a imprensa já percebeu que precisa dar um BASTA!, e a pandemia segura as grandes manifestações...

- Mas a primavera está chegando. Pode vir cheia de flores e esperança, como pode vir cheia de ódio e de mortes.

- Nem Bolsonaro, nem Guedes podem salvar o Brasil.


- A solução passa por um governo de Unidade Nacional até 2022, quando haverá novas eleições presidenciais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário