sexta-feira, 15 de maio de 2020

O Brasil em CALAMIDADE PÚBLICA

O presidente do Brasil é uma temeridade

Insano, desagregador, grosseiro, inábil...

Enquanto o presidente Bolsonaro continua com suas loucuras, as pessoas continuam morrendo. Já passamos de 14 mil mortes...

O ministro da Saúde pediu demissão ou foi demitido. Não sabemos, mas, com certeza estamos sem ministro da Saúde.

As pessoas estão com medo de reprogramar férias e viagens, porque estão com medo de não serem aceitos nos hotéis ou sequer passarem nas alfândegas...

Casamentos estão sendo adiados, festas reprogramadas, tudo isto por medo do virus?
Não, é por medo da dispersão e das loucuras do presidente do Brasil...

Quando eu era criança, lá em Serrinha - Bahia, tinha um serviço de alto-falante que dava a hora e o locutor dizia uma frase. Uma dessas frases que me marcou era quando o locutor, todo sisudo dizia:

- Quando um cego guia outro cego, ambos caem no buraco. Urubixaba Música.

Hoje, li na Folha que o vice-presidente do Brasil, general Mourão, publicou artigo no Estadão de ontem e causou mais alvoroço e confusão no já complicado Brasil. Parece que Mourão tentou justificar qualquer tentativa de auto-golpe de Estado em defesa de Bolsonaro e dele próprio.

O engraçado é que já vinha se discutindo a possibilidade de Bolsonaro sair e assumir o Vice, seguindo a Constituição.

Outra alternativa seria o vice não substituir o presidente e assim o presidente do Congresso Nacional assumiria, ou ainda alguém do judiciário...

Tanto o pessoal da oposição quanto da situação vinha analisando variáveis de livrar o Brasil desta CALAMIDADE PÚBLICA.

O pessoal tem me perguntado o que acham os empresários e porque eles estão calados... Minha resposta é, do ponto de vista da destruição dos direitos dos trabalhadores, este governo ainda está servindo para os patrões. O Congresso Nacional tem aprovado tudo que o governo vem propondo que seja contra os direitos históricos dos trabalhadores.

Lembram que Mourão propôs acabar com o 13o. salário?

Como achar que Bolsonaro seja pior do que Mourão?

Não gosto destas políticas casuísticas...
Eleições são rituais sagrados para se estabilizar um país, uma instituição e até um projeto de vida.

Tudo leva a crer que Trump vai perder as eleições americanas. Ele terminará os quatro anos que teve direito e voltará a cuidar de seus negócios empresariais...

Bolsonaro é tão louco quanto Trump, embora Tramp tenha muito mais poder e capacidade...

Mas, eu prefiro que haja prioridade nacional na defesa da SAÚDE e da VIDA, se garanta as eleições municipais, e que os governadores continuem como contraponto às loucuras do presidente, devendo contar com as atribuições constitucionais do Judiciário e o bom trabalho atual da imprensa.

O mesmo deve se esperar do empresariado, dos trabalhadores, dos artistas, da OAB e de todos os brasileiros.

Eu prefiro um louco monitorado a um vice que não foi eleito pelo povo, não teve um programa próprio e não tem grandes simpatias pela Democracia.

Mas o que eu acho que seria ideal seria ELEIÇÕES GERAIS e CONSTITUINTE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário