terça-feira, 26 de maio de 2020

LATAM entrou em concordata...

Devolveram a EMBRAER, agora a TAM - Latam...

O governo alemão botou dinheiro na Lufthansa, empresa aérea alemã, em vez de deixar quebrar ou vender para os chineses ou árabes...

Você tem ideia quanta empresas aéreas a Alemanha tem?

Vou mostrar uma pequena lista:
1 - Luthansa, 2 - Eurowings, 3 - Condeor, 4 - TUI fly, 5 - SunExpress Deutschland, 6 - Deutsche Bahn R&F, 7 - Sundair, 8 - Lufthansa Cityline, 9 - Hahn Air Systems, 10 - Germanwings, 11 - Rhein-Neckar Air, 12 - Germania, 13 - airberlin, 14 - Lufthahrtgesellschjaft Walter, 15 - Deutsche Bahn AG, 16 - Small Planet Airlines, 17 - Hahn Air Lines.

Listei 17 empresas alemãs de aviação. E o governo alemão, em função da crise, vai comprar 20% do capital da maior empresa aérea da Alemanha, talvez da Europa, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Enquanto isto, aqui no Brasil, um ministro da Fazenda/Economia, louco de pedra, diz em reunião de ministros que o maior banco público da América Latina, com duzentos anos de história ajudando o Brasil, o ministro diz que o governo tem que privatizar "esta porra"...

Há algo muito errado com nosso Brasil.

A TAM era brasileira, por uma série de interesses de composição de custos, de tributos e outras coisas mais, a TAM preferiu ser sócia minoritária da LATAM, empresa chilena. Agora a LATAM entra em concordata nos Estados Unidos e afeta diretamente a Latam no Brasil, onde é um grande mercado e onde a TAM cresceu e apareceu...

O mesmo debate vemos com a EMBRAER.

Os militares criaram a EMBRAER, o ITA - Instituto Tecnológico da Aeronáutica, com o apoio do BNDES, a EMBRAER cresceu, disputou o mercado internacional em seu segmento de aeronaves e, quando poderia crescer ainda mais, aparecem os predadores para "comprar" a empresa com preço especial.

O mesmo debate tivemos com as instituições de ENSINO. a rede privada de universidades está quase toda nas mãos de fundos de investimentos americanos e de, brasileiros laranjas...

O mesmo aconteceu com os laboratórios farmacêuticos...

O mesmo aconteceu com os Hospitais privados...

O mesmo aconteceu com o agro negócio, as usinas de álcool...

O mesmo aconteceu com os Supermercados. Nem Abílio Diniz suportou a pressão...

Assim o Brasil foi se descapitalizando, perdendo sua autonomia de negócios, assumindo ser um país de consumidores, deixando suas empresas industriais perderem competitividade internacional até serem vendidas ou fechadas...

O câmbio brasileiro é o maior estimulador da 'pirataria financeira", captar dinheiro barato no mercado internacional, aplicar no Brasil onde os juros estavam nas alturas, e assim, enriquecia o setor financeiro, em detrimento dos setores industriais e mesmo do agronegócio.

Uma política suicida como nação, como país livre e soberano.

Estou acabando de ler os quatro volumes do livro de David Stevenson, sobre a primeira guerra mundial e estava tão triste ao ler os objetivos estratégicos da Alemanha com a guerra, que até parei de ler um pouco para respirar e assistir os jogos de futebol do campeonato alemão na TV, sem público no estádio, mas com milhões de pessoas assistindo pelo mundo...

Ao ver a notícia da LUFTHANSA e depois a da LATAM. fiquei mais triste ainda.

O que a Angela Merkel tem que nós não temos?

Quando iremos adquirir autoestima como nação?

Quando vamos reconstruir uma indústria nacional?

Quando vamos reconstruir nossa indústria naval?

Tem hora que falar do Brasil dá uma tristeza...

E quando paro de trabalhar para tomar um cafezinho, quando olho para a embalagem o que vejo: Melita! Sabe de quem é a Melita? Dos alemães... Não estou falando de um mercedes, estou falando de um cafezinho, que, provavelmente o pó é brasileiro, mas a comercialização internacional é... alemã.

E ainda temos que pensar no virus, na quarentena, na falta de dinheiro, de emprego, de trabalho e temos que lembrar também que com esta crise toda do virus, ainda tem politico roubando nas compras....

Eu vou deixar de ler jornais... já cantava Bethânia nos anos 60...

Nenhum comentário:

Postar um comentário