terça-feira, 12 de maio de 2020

Brasil caminha para 1.000 mortes por dia

É a mão de Deus ou a incompetência dos homens?

Da mesma forma que o presidente da República é o Chefe Supremo das Forças Armadas, o presidente da República é o líder, o condutor, o comandante do seu povo, do país e da nação.

Os brasileiros estão jogados à própria sorte. Não tem um presidente "para chamar de seu". O que nos tem salvado é a solidariedade tanto das pessoas como das empresas. O que nos tem salvado é a dedicação quase suicida dos profissionais da Saúde e seu apoio logístico.

Deus não quer ver milhões de pessoas morrendo em todos os países. Deus sinaliza, mas não nos impede de cometer nossos erros e nossos acertos.

Hoje, o próprio governo informa que nas últimas 24 horas foram 881 mortes. Estamos chegando às 1.000 mortes por dia... que em um mês serão 30.000 mortes por mês e 365.000 mil mortes por ano.

Deus nos pergunta:

Vai deixar morrer tanta gente, ou vai trabalhar mais para impedir tantas mortes???

Não basta ter deixado chegar a 10.000 no dia das Mães????

Lembrem-se de Moisés e as pragas no Egito. Até o filho do faraó morreu... Bolsonaro também tem família, filhos e netos... A dor da morte não é brincadeira, é coisa muito séria...

O Brasil não pode ficar refém de Bolsonaro.

Vamos salvar o povo brasileiro! Vamos salvar o Brasil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário