terça-feira, 5 de maio de 2020

Bolsonaro errou! Cala a boca já morreu, já dizia a ministra Carmen Lúcia

Bolsonaro, como sempre, jogou na confusão

Um dia são seus apoiadores batendo, agredindo jornalistas. Apanhou politicamente da imprensa e de todas as entidades democráticas nacionais e internacionais.

Outro dia é mais uma vez agredindo verbalmente os jornalistas quando os manda calar a boca!

Enquanto o presidente que foi eleito, tomou posse mas não consegue governar, o Brasil vê seu povo morrendo nos hospitais precários, são mortes que aumentam todos os dias, são pessoas infectadas que já passam de 100 mil...

Que fazer com este presidente maluco???

Quando qualquer profissional fica doente e não consegue produzir o quê a função lhe demanda, o que acontece??? O referido profissional doente "tira licença saúde, afasta-se da função para poder recuperar sua saúde e para não prejudicar o seu trabalho, seu empregador, os clientes, etc.

Quando o doente é o presidente da República, ao licenciar-se assume o vice-presidente... se o período de licença for muito longo, a Constituição define como proceder. Se efetiva o vice como presidente ou se convoca novas eleições.

A loucura do presidente é que ele desorganiza o Brasil, desestabiliza as instituições, interfere na gestão dos poderes em busca de proteger seu filho e os amigos de seu filho, interfere negativamente nas exportações brasileiras quando fala mal da China, responsável por 60% das nossas exportações...


Por falar em gente que se meteu onde não devia, em função de um ministro do STF ter suspendido a nomeação na polícia federal, outras autoridades que deveriam falar, não falaram, e as Forças Armadas tiveram que falar e disseram algo parecido com:

"Cada macaco no seu galho e aí não tem confusão", isto é, os três poderes, executivo, legislativo e judiciário, precisam atuar articuladamente e interativamente, priorizando o Bem do Brasil, a lei, a ordem e a DEMOCRACIA.

Para botar fogo no circo, até o ex-ministro de Bolsonaro, Sérgio Moro, autorizou a PF a divulgar a integra do seu depoimento sobre a tentativa de possível uso indevido da PF pelo presidente da República

Mais uma vez o Jornal Nacional terá assunto para falar mal do presidente por mais de meia hora. Ora porque o presidente mandou os jornalistas "calarem a boca" e ora são as dez páginas de depoimento de Moro contra Bolsonaro...

Assim a Globo não vai precisar fazer novas novelas, basta repercutir a novela do que é a presidência da República do Brasil.


Enquanto isto, o povo vai ficando tão doido quanto o presidente.

Se se ouve o noticiário de política, é só notícia ruim; se se ouve o noticiário da pandemia com o viru invisível, é uma tragédia atrás da outra.


E como no próximo dia 10 de maio é o DIAS DAS MÃES,

eu vou avisando: Eu quero minha mãe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário