terça-feira, 19 de maio de 2020

1.179 mortes num dia. Deus nos abandonou?

Não, nós que abandonamos Deus...

Um povo que vive o drama que os brasileiros estão vivendo, com as mortes chegando de baciadas, aumentando a cada semana, e um governo central trabalhando contra os médicos, contra os cientistas, contra a imprensa, contra o judiciário e contra o congresso nacional, este povo não pode deixar este governo deixando seu eleitorado, seus pais e seus filhos morrerem por incompetência e por omissão.

Os números são terríveis!

em 24 horas morreram mais 1.179 pessoas;

somando todas as mortes, chegamos a 17.971 pessoas;

a quantidade de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus subiu para 271.628;


Ceará passou o Rio de Janeiro

Pará ultrapassou o Amazonas em número de mortes.

São Paulo continua na frente com 65.995 casos, o Ceará com 28.112; o Rio de Janeiro com 27.805, Amazonas com 22.132 e Pernambuco com 21.242.

Só no Estado de São Paulo já morreram 5.147 pessoas, seguido de 3.079 no Rio, 1.856 no Ceará, 1.741 em Pernambuco e 1.519 no Pará.


Como cantava CASTRO ALVES, ante a escravidão no Brasil, "Deus oh Deus, onde estás que não respondes, em que mar, em que céu tu te escondes?"

Deus nunca se escondeu dos homens.

Os brasileiros é que demoraram a reagir contra a escravidão, demoram a reagir contra a pobreza e a manutenção da discriminação aos negros.

Os brasileiros estão perplexos com o noticiário diário, angustiados com a postura do presidente Jair Bolsonaro e seu ministério de aloprados...

Outro dia me perguntaram se os banqueiros e os grandes empresários estão favoráveis a deixar Bolsonaro permanecer no governo, apesar da incompetência comprovada. Eu tenho respondido que, com certeza a maioria dos banqueiros e dos grandes empresários é contra Bolsonaro permanecer como presidente da República.

Me perguntaram o porque de eles silenciarem ante tantas mortes?
Eu respondi que os empresários ainda não falam para a imprensa mas já estão discutindo alternativas...
O próprio artigo do vice-presidente, general Mourão, já foi uma tentativa de diminuir a pressão.

Lembrei também que a Rede Globo e a Folha estão sendo verdadeiros faróis de informações valiosas para motivar o povo a por limite na insanidade do presidente do Brasil.

Mostrei ontem que a imprensa internacional está estarrecida com o que está acontecendo com o Brasil.


Afinal, o que está faltando para tirar Bolsonaro da presidência???

Será que Edir Macedo poderia conversar com ele e pedir para ele renunciar ou licenciar-se?

Será que Malafaia também poderia conversar com Bolsonaro e recomendar que ele saia?

Será que ele tem mãe viva? Se tiver, será que já conversou com a mãe?


Será que os generais das Forças Armadas já conversaram com ele? Explicaram que não é nada pessoal...?

Alguém poderia conversar com Trump, o presidente americano e modelo para Bolsonaro. Tenho certeza que até Trump vai recomendar uma licença-saúde... com um tratamento nos Estados Unidos, levando os filhos juntos.

Nós só queremos paz, trabalho e, principalmente, impedir que nossos pais, irmãos, filhos e amigos continuem morrendo por omissão do presidente da República.

Nem nomear um MINISTRO DA SAÚDE ele consegue?

Já pensou ter que trocar o médico no meio da cirurgia? Trocar o pneu com o carro andando?

Confesso que, de tão assustado e tão triste com o que está acontecendo, eu ando com a frase de Gonzaguinha na cabeça, repetindo o dia todo...

"Não dá mais para segurar...""

SAIA BOLSONARO!


Senhor, escutai as nossas preces!

Aleluia irmãos, vamos rezar juntos para salvar o povo brasileiro!@

Vamos continua a ajudar as pessoas necessitadas...

Vamos continuar distribuindo alimentos e máscaras...

Mais o governo não pode continuar a fazer gol contra, como diz Juca Kfouri.


Que Deus não nos abandone...

Um comentário: