segunda-feira, 16 de março de 2020

E se os Estados Unidos tivessem apoiado Hitler?

Se em vez de Roosevelt fosse Trump...

Os Estados Unidos e a Inglaterra apoiaram os fascistas na Espanha quando houve o levante militar contra a República Democrática da Espanha, dando início a uma guerra civil que se transformou num laboratório militar, político e militar, onde morreram milhões de pessoas e foi instalada uma das mais longevas ditaduras do mundo. A ditadura de Franco...

Como Hitler era megalomaníaco, além de outras lourcuras, Hitler tentou derrotar a Inglaterra militarmente e assim dominar sozinho a Europa e transformar a Inglaterra em algo parecido com o que é hoje. Isto é, a Inglaterra deixaria de ser o Grande Império que foi e que, graças a aliança preferencial de Roosevelt e com o inegável desempenho da Rússia, responsáveis pela derrota do nazismo.

O jornal a Folha de hoje trás um excelente artigo assinado por Rodrigo Salem e com o título "Série imagina os EUA rumando para O FASCISMO durante a Segunda Guerra". Caderno ilustrada página C8.

Como a Folha anda criando dificuldade para que as pessoas reproduzam suas virtudes, não irei tentar descobrir formas de publicar o artigo na íntegra, mas quem puder conseguir cópia na íntegra, pode guardá-la como documento histórico. Um primor!

O texto é baseado em obra do grande escritor americano Phillip Roth, "Plot Against America". (Complô contra a América).

Roth reafirmou que o livro não era e não é uma alegoria política, mas admitiu que era difícil ignorar os paralelos entre seu drama especulativo sobre os Estados Unidos se aliando à Alemanha nazista e o país real do governo TRUMP.

Após a eleição de Trump, em 2016, e da ascensão de ideologias de ultradireita isolacionistas e racistas, Simon, o roteirista do seriado que começa a passar hoje às 22h, na HBO, decidiu aceitar a missão de adaptar o livro para cinema. Usei vários elementos reais da minha família, revela Simon.

Tanto os Estados Unidos como a Inglaterra eram contra a Revolução Russa de 1917, por considerá-la mau exemplo de como os operários poderiam combater os governos capitalistas e monarquistas. Em nome de se combater o comunismo, surgiram dezenas de governos e ditaduras que era fascistas e nazistas, mas se diziam boazinhas e capazes de derrotar o comunismo.

Atualmente, o comunismo já não existe mais, e o neoliberalismo, que é uma forma totalitária de explorar as pessoas e o mercado, além de não conseguir melhorar a qualidade de vida das pessoas, também não está sequer derrotando o virus que contaminou o mundo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário