sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Sim, nós podemos libertar o Brasil

Sim, o Brasil tem um papel importante

O Brasil anda passando por um momento em que suas mazelas estão aparecendo em todos os cantos.

As pessoas estão se sentindo fragilizadas e desprotegidas...

Nota:
Consegui salvar apenas a introdução de um belo texto que escrevi às 3:00h da madrugada, ressaca de 24 horas de jejum para fazer exames de endoscopia e colonoscopia... a internet parou de funcionar e eu pensei que iria salvar o texto, mas o apagou quase todo.

Ainda na ressaca do jejum, voltarei ao hospital às 14:00 h para uma ultrassonografia com mais jejum...

Será que já não é suficiente o jejum de paz, de democracia e de solidariedade?

Somos uma geração que teve muitos sonhos.

Muitos tiveram tempo de viver bem a redemocratização, a liberdade com a Constituição de 1988, a criação das centrais sindicais e dos partidos políticos. Muitos tiveram oportunidades para contribuir diretamente com a nova forma de viver, de administrar e de compartilhar o Novo Brasil, sem medo de ser feliz.

Mas subestimamos o medo, a inveja e o ódio. Subestimamos a necessidade de consolidar a democracia e a gestão participativa e transparente. Subestimamos a força do aparelho do Estado e a força da imprensa e das religiões, quando são tomadas pelo ódio e pela inveja...

Precisamos voltar a, humildemente, juntar pessoas em todos os lugares, mostrando a importância de recuperar nossa alegria, nossos sonhos e nossa capacidade de transformar a vida individual e coletiva.

Estão matando nossas crianças, estão matando os índios e a liberdade de informação. Estão agredindo as mulheres e os negros. Estão intimidando a todos nós...

O Brasil não está morrendo, o Brasil está precisando que seu povo volte a ter dignidade e esperança. Que o futuro volte a ser agora, com flores ou sem flores...

Podemos estar velhos, feridos e cansados, mas ainda não perdemos nossa capacidade de sonhar e transformar. O Brasil é muito grande, para ser destruído em tão pouco tempo. A Inglaterra soube liderar o mundo contra o fascismo e o nazismo. O Brasil precisa voltar a acreditar na fraternidade e ação das pessoas e instituições.

Sim, o Brasil tem um papel importante, como cada um de nós também pode como deve ter um papel importante. Never give  up! Nunca desista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário