domingo, 2 de fevereiro de 2020

Com o BREXIT, os ingleses se apequenaram

Reino Unido: “De volta para casa...”

Nossa geração foi criada estudando história sobre três grandes impérios: O império romano, o império turco e o império inglês.

Embora estudássemos pouco, mas já sentíamos a presença econômica, cultural e militar do império que substituiu o Reino Unido: Os Estados Unidos da América.

Nos três casos temos exemplos de significativa presença de alemães tentando cavar espaço para ter o seu império. ..

1 – Uma vez, andando nas ruas de Frankfurt, na Alemanha, o nosso guia alemão pediu-nos para parar e olhar aquelas pedras formando um alicerce à céu aberto. O alemão, todo orgulhoso nos perguntou: Vocês sabem o que significa estas pedras? Respondemos; Não! Mais orgulhoso ainda, o alemão encheu o peito de ar e disse solenemente: “ Aqui terminava o império romano. Nós éramos os bárbaros daquela época... A Inglaterra foi conquistada por Roma e chama-se Bretânia. Mas já eram ótimos guerreiros.

2 – Esta participação dos ingleses nas lutas desde o império romano contribuiu muito para o Reino Unido estruturar-se como país de lutas e conquistas. Depois dos romanos vieram os vinking e finalmente a Inglaterra adquiriu vida própria e mandou no mundo por mais de cem anos e em seu império o sol nunca se punha...

3 – Da mesma forma que os ingleses aprenderam com o império romano, os países e povos “conquistados” pelos ingleses também aprenderam com eles a lutar, conquistar e se defender. Este conhecimento foi fundamental na ampliação e na manutenção de seu império.

4 – Na primeira guerra mundial, mesmo já precisando de ajuda dos Estados Unidos, os ingleses derrotaram os alemães e, ao mesmo tempo, acabaram com o secular império turco-otomano. Como um velho leão que consegue manter seu harém, os ingleses sentiram sua grande parcela de mortos e feridos, como sentiram que, mais uma guerra igual a primeira, seria mortal para seu império.

5 – Sentindo as fragilidades econômicas, políticas e sociais dos ingleses, os alemães, que perderam a guerra, mas tinham mantido sua capacidade de resistência e sua arrogância militar. Responsabilizando o mundo pelo seu atraso no cenário internacional, os alemães partiram como hienas para tomar a Europa para si. Os alemães contaram também com o medo das monarquias e dos capitalistas em ascensão tinham do comunismo russo. E se os russos dessem certo? Usando o comunismo como pretexto, Inglaterra, Estados Unidos e vários outros países apoiaram a presença militar dos alemães contra os republicanos e democratas espanhóis. E, muitas vezes ficaram quietos quando os nazistas começaram a acabar com a democracia e a liberdade...

6 – Quando a segunda guerra mundial terminou, o império britânico já era passado. Os ingleses perderam o império para os Estados Unidos. Mas não perderam a pose nem a dignidade. Foram fundamentais para derrotar os alemães nazistas. O mundo deve muito aos ingleses...

7 – Com o BREXIT, o Reino Unido passa a ser praticamente só a Inglaterra. Na próxima guerra europeia, o papel dos ingleses será secundário... Ao virar ás costas para a Europa, os ingleses estão negando a sua história e o seu passado. Não é por acaso que na lista apresentada pelo FMI dos maiores PIBs nominais do mundo, em 2015, o Reino Unido aparece no quinto lugar, com 2,8 trilhões de dólares, atrás dos Estados Unidos, que vem em primeiro lugar com US$17,9 trilhões, da China em segundo lugar com 10,9 trilhões, do Japão em terceiro, com 4,1 trilhões, e da ALEMANHA, em quarto lugar, com 3,4 trilhões de dólares. Na sexta posição está a FRANÇA, com 2,4 trilhões de dólares...

8 – O Reino Unido fez parte da criação da Comunidade Econômica Europeia, instrumento importante na defesa do capitalismo, da democracia liberal e das liberdades democráticas. Aprovou no parlamento a entrada oficial na CEE em
1973 e teve papel determinante na implosão do império soviético nos anos 80.

9 - Com a sua oficial neste 1º. De Janeiro de 2020, o BREXIT, os ingleses apequenaram-se. Se autoderrotaram... Finalmente as condições estão dadas para que os alemães consolidem sua hegemonia na Europa continental.

10 – Os alemães , finalmente aprenderam que, ganhar na disputa econômica, política e social, tem mais valor histórico do que ganhar com o terror da destruição militar. E o principal aliado dos ingleses, os Estados Unidos, já não consegue manter o seu imenso império pelo voto popular. E quando o povo não concorda com os imperadores e conquistadores, estes dizem que o povo não sabe votar e acabam com as democracias e as liberdades. Abrindo novos caminhos para o surgimento de novos povos e novos países...

E a luta continua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário