terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Trabalho, Segurança, Paz e Liberdade

Nada está garantido

Por mais que a imprensa tente vender uma imagem de que as economias nos países da América Latina estão melhorando, o desemprego e o arrocho salarial são visíveis em qualquer cidade do Brasil. O desemprego também está ameaçador sobre todos os países do mundo.

Sem Trabalho não há renda, sem renda não há investimento, sem investimento não há nem emprego, nem produtividade, nem crescimento econômico. A economia precisa ser mais levada a sério em função dos compromissos financeiros já assumidos pelo consumidores e trabalhadores.

Sem Trabalho, cresce a violência.


Seja a violência da fome, da falta de dinheiro para o transporte, da compra de roupas para procurar emprego, Sem trabalho não há dinheiro para pagar escola particular, obrigando os pais a transferirem seus filhos para as escolas públicas ou as escolas mais baratas, porém com menos qualidade.

Sem trabalho, cresce a violência e os assaltos, roubos e furtos...

Violência atrai violência.

O povo começa a pagar para a formação das MILÍCIAS, armadas e organizadas por policiais... Aumentam os assaltos e as invasões de pontos comerciais, invasões de residência, e se passa a matar por qualquer motivo.

Como restabelecer a paz social?


A paz que possibilite o jovem estudante ir andando para a escola e não ter medo de ter seus tênis ou seu celular roubados; a paz que possibilite uma menina na adolescência poder pegar um ônibus ou vir da escola e não ser molestada ou violenta.

Ao se recuperar a PAZ, a qualidade das escolas melhora, as ruas voltam a ser frequentadas pelos jovens e idosos, sem medo de serem roubados e agredidos; a paz estimula a vida solidária e fraterna; a paz possibilita que as pessoas voltem a praticar esportes e atividades culturais.

A PAZ é imprescindível como condição de vida coletiva.

SEM PAZ NÃO HÁ LIBERDADE.


Sem liberdade nos tornamos animais irracionais.

Se Mandela fosse mais jovem, poderia coordenar uma grande manifestação mundial pela PAZ, pelo TRABALHO, pela SEGURANÇA e pela LIBERDADE. Atualmente, a melhor pessoa para coordenar uma atividade desta é o Papa Francisco.

Os religiosos, ao se reunirem para rezar, sempre pedem "pelo perdão de seus erros", pedem saúde, pedem paz, trabalho e liberdade. Os políticos e as empresas mandam mensagens desejando festas maravilhosas, mesmo que tudo mais esteja ruim.

Neste Natal e neste Ano Novo, faça um gesto pela Paz:


- Ajude um desempregado a conseguir novo emprego.

- Ajude as pessoas a se proteger da violência e da desconfiança generalizadas.

- Ajude as pessoas a sorrir e a dar um abraço fraterno.

- Ajude as pessoas a ter saúde e liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário