quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Revolução popular ou massacre militar?

O povo quer paz, pão, trabalho, saúde e liberdade.

Os ricos estão com medo do povo e, como sempre, buscam o apoio dos militares, do judiciário, da imprensa e das Igrejas, para manterem seus privilégios e aumentar a concentração de renda, onde os ricos ficam mais ricos e os pobres ficam mais pobres...

Vejam algumas informações contidas no bom artigo do correspondente do Estadão em Paris, Gilles Lapouge:

1- Há muitos exemplos de países que vivem clima de revolta popular e de massacres efetuados pelos militares e paramilitares;

2 - Líbano, França, Bolívia, Hong Kong, e mais as diversas listas apresentadas pelos sindicalistas, pelas agências de notícias e pela ONU. Vejam a lista de Andrezinho, que é brasileiro e mora em Montevideo, à trabalho.

3 - Os JOVENS são a linha de frente e a vanguarda. Desafiam a ordem estabelecida e sonham com a revolução, isto é, com SOCIEDADES JUSTAS E TRANSPARENTES, livres desses governos (sejam de direita ou de esquerda, por serem lentos e medrosos), livres de empresários gananciosos e financistas que roem os corpos das pessoas até os ossos.

4 - NÃO PODEMOS IGNORAR TODAS ESTAS CONVULSÕES

5 - O Iraque é um dos focos da revolta. Bush destruiu o Iraque e espalhou a guerra no Oriente Médio. Com medo da Al-Qaeda, Bush cometeu o desastre de espalhar a guerra e o medo pelo mundo. Depois da invasão americana no Iraque, já houve duas guerras civis, dezenas de atentados, a retirada inglória dos soldados americanos e a instauração do ESTADO ISLÃMICO.

6 - Agora, OS JOVENS SE REBELARAM também no Iraque e já são mais de 330 mortos. Bagdá está nas mãos dos amotinados, reunindo estudantes, professores, farmacêuticos, escritores, advogados e pintores. Os advogados instalaram escritório de atendimento a feridos pela repressão. Um grupo de mulheres mexe panelas gigantes de carne, frango e legumes para alimentar os rebeldes.

7 - Os governos atuais só conseguem produzir favelas, sujeira e indigência... Se for para isto, não há necessidade de governos. Estes não representam o POVO e não são democráticos. Democracia apenas de fachada e pró forma.

8 - OS JOVENS IRAQUIANOS exigem as mesmas liberdades dos jovens de todo o mundo: Justiça verdadeira e não um Estado policial, liberdade, honestidade, eleições honestas e transparentes e punição aos corruptos.

QUEREMOS UM PAÍS LIVRE E DEMOCRÁTICO!

VIVA OS JOVENS! VIVA ÀS MULHERES E AO POVO EM GERAL
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário