segunda-feira, 29 de julho de 2019

Festival de besteira que assola o país

Diálogos enlouquecedores

Temos um presidente da república que é campeão em falar grosserias e estimular violências de todas as formas;

Temos um futebol que vive do passado e os profissionais do futebol acham que sabem tudo e dão opinião sobre tudo, principalmente quando perdem os jogos;

Temos apóstolos, bispos, pastores que se acham mensageiros de Deus, principalmente quando é para ganhar dinheiro...

Temos comentaristas de rádio, jornais e TVs que se acham sábios, principalmente quando é para repetir mentiras de juízes e empresários;

Temos políticos que, ao terem o mérito de ser eleitos, se acham missionários do atraso e destruição das riquezas do Brasil;

Mas também tem gente que dá fora...
ao tentar me contrapor a propostas consideradas equivocadas apresentadas por alguns assessores da CUT, acabei passando a impressão de que estava criticando outra pessoa que estava tentando apresentar uma boa ideia.

O debate era a liberdade e o papel do Estado. Queremos a liberdade, mas também queremos que os governos, o judiciário e tudo o mais nos protejam de tudo e de todos? E a correlação de força? E o aprendizado?

Ainda bem que depois encontrei-me com dois dirigentes experientes e velhos companheiros com quem eu pude esclarecer os diálogos e pedir desculpas pela mal-entendido.

Por falar em mentira e bobagem: Parece que a última malandragem do governo Bolsonaro foi com o FGTS. Vou confirmar e depois eu conto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário