domingo, 11 de novembro de 2018

Crise Econômica, Política e Social gera Violência?

Como voltar a acreditar nas instituições?

A FALTA DE...


- Emprego, pode gerar violência ou depressão profunda;

- Escolas públicas boas, faz o pobre ter menos competitividade;

- Alimentação saudável, deixa as crianças e adolescentes menos saudáveis;

- Transporte coletivo de qualidade, faz com que se perca muito tempo no trânsito;

- Moradias dignas, prejudica principalmente as crianças e idosos;

- acesso à saúde de qualidade, provoca mortes e doenças contagiosas;


Estas deficiências podem ser abordadas pela imprensa como culpa governos ou como problemas estruturantes, levando à população a ouvir promessas dos políticos que, depois de eleitos, fazem exatamente o contrário do que prometeu nas campanhas eleitorais.

Aumentando os reflexos das frustrações com as eleições
e com a melhora efetiva de qualidade de vida.


E para que servem 35 partidos políticos?

Para que serve o Judiciário, se os pobres são sempre mais condenados do que os ricos?

Os governos, além de cobrarem impostos, para que servem?

Os empresários da médias e grandes empresas, porque dependem tanto dos governos?

Os trabalhadores, porque não se organizam melhor para preservar seus direitos e qualidade de vida?

E a Imprensa? Quanto mais tomam partido e apoiam candidatos de forma camuflada, mais frágeis ficam?

Agora vemos as Igrejas substituírem os professores, os juízes, os governos, os empresários, os sindicatos, os partidos políticos e Deus vai ficando para segundo turno, medindo a importância da Igreja pela riqueza do que pela caridade franciscana e de Cristo.

O quê vem pela frente?

Um comentário:

  1. Preciso urgentemente falar contigo Gilmar, meu celular whatsapp é 11 99374-9269, abraços do Chuchu!

    ResponderExcluir