sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Um dos filmes mais bonitos de todos os tempos

DERSU UZALA


Quem nunca viu,não sabe o quê está perdendo.

Akira Kurosawa, o japonês que fazia filmes que emocionavam o mundo, pegou o livro de Vladimir Arseniev, com o título Dersu Uzala, e fez um dos filmes mais bonitos de todos os tempos. No Brasil foi editado pela Veredas, em 1997.

Da mesma forma que não esquecemos a primeira viagem, a primeira montanha ou a primeira praia, também não esquecemos de certas músicas, certos filmes e certos livros.

Dersu - e Kurosawa - conheciam, compreendiam e amavam a natureza.


Nestes tempos sombrios, onde ser culto virou sinônimo de "ser ameaçado de agressão", tenho publicado textos sobre flores, livros, músicos e músicas...

Dersu se preocupava não só com os seres humanos, mas, também com os animais, até mesmo com bichos tão íntimos como a formiga.

Amando a taiga e tudo o que a povoava, ele cuidava dela tanto quanto lhe era possível.

" - Por que é que voce joga a carne no fogo? - perguntou-me Dersu num tom zangado.
- Como pode queimar carne sem motivo? Nós partimos amanhã, mas outros homens vão chegar e vão querer comer. E carne queimada não serve para nada.

- Quem virá por aqui? - perguntei-lhe.


- Ora! - exclamou espantado - Virá um rato, em texugo ou uma gralha; se não tiver gralhas, um camundongo ou até uma formiga. A taiga está cheia de "homens"."

Livros como este, transformado num filme lindo, pode mudar a vida das pessoas e ajudar a preservar a Natureza.

Mesmo vivendo em "tempos sombrios", vamos ajudar à Natureza. E as pessoas...


Nenhum comentário:

Postar um comentário