domingo, 21 de outubro de 2018

Negros e mulheres são MAIORIA. E daí???

Dilema da Democracia: Maioria vota na minoria?

Os ricos sempre combateram a democracia por acharem que, como os pobres são a maioria dos eleitores, logo, os ricos não elegeriam a maioria dos parlamentares nem de governantes.

Acontece que tem gente que prefere servir aos ricos do que se auto-organizar para exercer seus direitos individuais e coletivos.

Na História Antiga, temos dois filmes que demonstram bem esta contradição:


1 - No filme MOISÉS, o gestor do imperador egípcio que cuida dos hebreus, é um...HEBREU. Este hebreu aliado do imperador egípcio e que vendia homens e mulheres ao imperador, inclusive para uso sexual, acaba morrendo quando Moisés lidera seu povo para a "Terra de Pão e Mel"... Mesmo com este traidor vaidoso, os hebreus venceram.

2 - No filme os 300 ESPARTANOS, ou somente os 300, que mostra a capacidade de resistência dos gregos contra o maior exército da época, aparece a traição de alguém, mais uma vez por dinheiro fácil, mostra aos invasores o caminho que dava acesso aos estrangeiros e facilitava a derrota dos gregos. Mais uma vez os gregos venceram, apesar da morte dos 300 espartanos.

Vivemos uma época em que está mais fácil
se vender aos estrangeiros do que construir uma grande nação, soberana, independente e que acolha todos seus filhos, sejam eles de que cor, idade, etnia, religião ou partido político for.

No entanto, da grandeza deste país estão surgindo novos filhos para defender nossa Pátria, incluindo todos os brasileiros e brasileiras que vivam aqui, independente de terem nascidos ou não em nossas terras.

A maior liderança que o Brasil já teve está sendo severamente perseguida, mas não esmorece e orienta seus seguidores a continuar lutando em defesa do povo brasileiro, principalmente os mais pobres. Vencer é uma questão de tempo. Ganhar uma eleição tem muito a ver com a conjuntura do momento.

Ainda podemos ter novidades e conseguir mais uma surpreendente vitória.
Quem sabe os negros e as mulheres, usem seu poder de maioria e decidam votar a favor de todos e todas as brasileiros e brasileiros, em vez de votar nos que defendem os ricos. Os ricos já têm quem lhes defendam, para isto têm o dinheiro farto.

Já o povo, o povo precisa de saúde, educação, transporte públicos e acessíveis.

Juntos, somo muitos. Juntos, somos fortes e podemos decidir quem vai governar priorizando as necessidades dos mais fracos e dos mais pobres.

Juntos, podemos fazer deste Brasil uma grande NAÇÃO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário