quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Votar em Haddad 13 é votar no Brasil para todos

Agora aparecem os palpiteiros. Cuidado...

1 - Os banqueiros querem definir quem vai tomar conta da área econômica.

2 - A imprensa quer enquadrar o candidato Haddad, dizendo que ele não pode subordinar-se a Lula.

3 - Os golpistas no judiciário ameaçar endurecer se o PT ganhar, mesmo com Haddad.

4 - O povo do capitão espalha que vai ter novo golpe e que teremos que nos exilar ou morrer...

5 - Mesmo na esquerda, começam a ameaçar Haddad e o PT se o governo for de centro-esquerda.


Algumas considerações sobre os palpiteiros acima:

1 - Os banqueiros, que compraram o golpe de Estado, não têm autoridade moral para impor condições a Haddad nem ao PT. O programa eleitoral de Haddad e do PT, é bem claro. Vai exigir que os juros sejam menores e que o povo tenha mais acesso ao dinheiro. Tanto para investimento, como para pagar dívidas sobretaxadas, como para ajudar os familiares.

Haddad vai ouvir sim os banqueiros e vai ter responsabilidade em manter funcionando o sistema financeiro. Mas a prioridade numero um do governo é servir ao povo brasileiro e não ao mercado.

2 - A imprensa, que patrocinou e dirigiu o golpe de Estado, não tem autoridade política para querer indispor Haddad com Lula e com o PT. Haddad amadureceu e compreendeu que é preferível errar com Lula, do que acertar sem ele.

Lula é a maior liderança viva no Brasil e no mundo. Lula sempre foi a favor do povo e dos pobres, respeitando a economia de mercado e a competitividade saudável. Nossa elite foi e é serviçal ao imperialismo americano, antes era ao inglês. Falta um projeto para o Brasil.

E quem melhor pode viabilizar um projeto de inclusão econômica, política e social é LULA. Se Haddad mantiver o compromisso de fazer um governo democrático e popular, ele entrará para a história como a dupla - Lula e Haddad - que mudaram definitivamente a nossa história.

3 - Para pacificar o Brasil, é fundamental restabelecer a ordem dos poderes constitucionais. O executivo governa, o legislativo faz as leis e governa junto com o executivo, afinal, ambos são eleitos pelo povo. E o judiciário julga conforme a Constituição e o Estado de Direito, sem sobrepor-se ao legislativo nem ao executivo.

4 - Quanto à possibilidade de os militares darem mais um golpe dentro do golpe, impedindo que Haddad tome posse. Esta possibilidade existe e tem torcida. Mas não tem o apoio da maioria dos brasileiros e, talvez, também não tenha apoio nas Forças Armadas. Ainda mais quando se sabe que Haddad não é maluco de ficar falando que vai prender este ou aquele general. Haddad é muito mais sério e competente do que as vivandeiras imaginam.

5 - Para ganhar e para governar, qualquer pessoa no PT precisa ter um PROGRAMA voltado para todo o povo brasileiro. É importante priorizar a formação educacional e a inclusão dos pobres em geral. Mas Haddad não fará um governo apenas de Esquerda. Será sim um governo de Centroo-Esquerda, democrático, que respeitará às instituições e a Constituição, colocando o POVO EM PRIMEIRO LUGAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário