domingo, 9 de setembro de 2018

Egito condena 75 a morte

O Egito é o modelo para o Brasil

Ditadura com pena de morte e sem liberdade

Vejam a matéria do jornal Valor


Um tribunal do Egito sentenciou 75 pessoas à morte, incluindo líderes seniores da Irmandade Muçulmana, como parte de um julgamento de mais de 700 pessoas pelo massacre no Cairo em 2013. As informações são da rede Al Jazeera. Os líderes da Irmandade Essam e-Erian e Mohamed Beltagi estão entre os que receberam a sentença de morte enquanto Mohamed Ba

Nenhum comentário:

Postar um comentário