quarta-feira, 22 de agosto de 2018

O Brasil na encruzilhada democrática

Eleição fraudada ou eleição transparente?

O golpe de Estado que derrubou o governo eleito democraticamente levou o país a recessão econômica, ao desemprego, à violência, à precarização da saúde e da educação. Levou o povo a votar em peso contra o governo ilegítimo de Temer e seus aliados.

Os golpistas, insatisfeitos com o golpe de Estado que destituiu a presidente Dilma, agora intensificam a baixaria contra Lula, tentando de toda forma impedir que Lula seja registrado e apareça na urna eletrônica.

Os golpistas apoiam o fascismo?
Os golpistas apoiam Bolsonaro?

Os golpistas vão fraudar as eleições para deixar Bolsonaro ser eleito?

Quem deve decidir as eleições?


O povo brasileiro ou um pequeno grupo de juízes golpistas?

Se Democracia quer dizer o Governo do Povo, com o Povo e para o Povo,
porque um grupo de juízes golpistas quer ter mais legitimidade
do que os mais de 100 milhões de eleitores?

Quem vale mais para o país?


Dez ou vinte juízes e procuradores não eleitos pelo povo,
ou os mais de 100 milhões de eleitores?

O povo quer votar em Lula democraticamente.
O povo não quer votar nos golpistas.


O povo quer emprego, salário, saúde, educação e aposentadoria.
O povo quer paz e segurança.

O povo merece ser respeitado!

Democracia ou Barbárie?
Democracia ou fascismo?


O discurso violento levará a mais violência.
É isto que a imprensa quer?

Está ficando claro para todo mundo que estas eleições
serão decididas entre LULA e Bolsonaro.


Lula foi o melhor presidente que o Brasil já teve.
Lula nunca sacrificou a Democracia e os direitos.

Todos ganharam com Lula. Lula é a melhor opção.


Nenhum comentário:

Postar um comentário