sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Golpistas sem povo, judiciário partidarizado e Lula brilhando

Seria bem mais simples reconhecer os méritos de Lula

Lula sempre foi mais um liberal do que uma pessoa de esquerda.

Lula vem de uma formação cristã, católica e solidária.

Lula, tanto como sindicalista como político, sempre defendeu a economia de mercado.

Lula sempre teve a democracia e a diversidade como princípios de vida.

Lula nunca negou o seu passado de filho de migrantes, com pais separados e pobres.

Nos governos de Lula, todos ganharam. Tanto os pobres como os ricos.


Se Lula é tudo isto e muito mais,
porque a direita golpista ficou contra o Lula ser presidente?

Esta pergunta dificilmente terá resposta fácil.

Da mesma forma que temos muito pouco dos arquivos da escravidão,
a elite conservadora brasileira criará todas as dificuldades
para impedir que a verdade sobre este golpe apareça.

Um dos principais motivos para o golpe foi a pressão do governo americano
exigindo que se derrubasse o governo, já que o PSDB não tinha mais
apoio popular para impor o neoliberalismo e a subserviência aos Estados Unidos.

Uma postura vassala, colonizada dos tucanos do PSDB,
uma postura de abrir mão da soberania nacional,
de mostrar-se como um país sem caráter, um país de Macunaímas...

O vexame do PSDB é tão grande que até a ONU repreende seu governo,
o judiciário e a intelectuais conservadores do Brasil.

Quem imaginou um dia ver a Comissão de Direitos Humanos da ONU
exigir que Lula tenha direito a candidatar-se???

E mesmo assim, sem que ninguém entendesse o porquê,
todos os jornais diários de hoje apareceram
alertando os candidatos conservadores de que

o DESEMPREGO ESTÁ VIRANDO CALAMIDADE PÚBLICA.

Tudo isto como decorrência da má administração dos golpistas
e da implementação do neoliberalismo da forma mais mercenária
que já vimos. Deveriam ao menos respeitar o POVO.

O Povo merece respeito. O Povo não é bobo.
O Povo já escolheu Lula para presidente.
O Povo vai votar 13 de ponta a ponta do Brasil.

Sem medo de ser feliz! Lula lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário