sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Eleições, democracia e justiça

Porquê as ditaduras precisam de voto popular?

Onze homens e mulheres substituem 147 milhões de eleitores?


Os golpistas brasileiros noticiam que o TSE - Tribunal Superior Eleitoral vai "decidir" hoje se aceita ou não a candidatura de Lula para presidente do Brasil. Mais uma farsa criada pelos golpistas...

De que Lula foi condenado? De ter um apartamento no Guarujá. Todo mundo sabe que este julgamento que possibilitou colocar Lula sob a lei da ficha limpa é um fraude jurídica, criada às pressas para estar dentro da legislação eleitoral e que servisse como pretexto para o impedimento eleitoral de Lula.

Como dizem os juristas honestos:

Se a premissa é falsa, tudo decorrente dela deixa de ter validade.


Logo, se o processo do apartamento no Guarujá foi uma fraude escandalosa, as consequências do julgamento são nulas. Ou deveriam ser nulas. Então, porque estes juízes e procuradores insistem na inconsistência do processo e da condenação? Porque no Brasil atual,juizes e procuradores se aliaram a golpistas da imprensa, dos partidos e dos empresários e deram o golpe de Estado derrubando o governo eleito democraticamente por mais de 54 milhões de eleitores. Não satisfeitos em derrubar o governo de Dilma, os mesmos golpistas decidiram que Lula, o melhor presidente da história do Brasil, não poderia ser candidato.

Para os golpistas, Lula não poderia ter incluído na economia e no bem estar social os mais de 50 milhões de brasileiros e brasileiras. Lula fez muito pelo povo e pelo Brasil.

Se os golpistas têm a imprensa e o judiciário, além de comprarem parte considerável dos parlamentares, porquê os golpistas precisam de votos do povo?

Os golpistas e ditadores querem o voto do povo para passar a imagem de que no Brasil tem uma democracia e um governo (golpista e ditatorial) que foi eleito pelo povo - mesmo que roubando as eleições. Durante a ditadura militar também havia eleições e os ditadores sempre ganhavam. O sistema eleitoral era regulamentado para que a oposição nunca ganhasse. E se ganhasse os ditadores cassavam o mandato.

Os novos ditadores usam toga, não usam fardas militares. Ainda não precisaram...


Por mais que os golpistas copiem o sistema governamental aplicado no Egito, mas elaborado pelo jogo sujo coordenado a partir do governo americano, o povo se rebela. No Egito mais de 60% do povo não foi votar, em protesto. No Brasil o povo quer votar em Lula. Se o judiciário e a imprensa insistirem no impedimento de Lula, pode ser que, quando ninguém esperar, o povo se levante exigindo respeito ao seu voto e a soberania popular.

Como canta o nosso cancioneiro da resistência, Chico Buarque: "Amanhã, vai ser outro dia..."


Lula livre, Lula lá. Esta é a vontade soberana do povo brasileiro.

O povo quer votar 13 de ponta a ponta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário