sábado, 30 de junho de 2018

Um jogão: Argentina x França

A Argentina vinha melhorando...

Com grandes jogadores mas com um técnico sem autoridade, a Argentina, finalista da Copa no Brasil em 2014, também saiu nesta manhã de sábado. Uma pena!

A Argentina lutou com dignidade, mas enfrentou uma França que desde o início anunciou que jogaria de igual para igual, ou pior, jogaria para ganhar desde o primeiro minuto. Com oito minutos uma bola na trave da Argentina, com dez minutos a França fez um a zero, gol de pênalti.

No segundo tempo a Argentina voltou com mais entusiasmo, empatou o jogo, depois, Di Maria, fez um golaço de fora da área. Empatou o jogo e deu mais motivação para a Argentina. O jogo continuou disputado e, quando ninguém esperava, Messi chutou, Quadrado esquivou-se da bola, mas a bola bateu no seu pé, desequilibrando o goleiro francês e, a Argentina virou o jogo, fazendo 2 a 1.

Quando todo mundo pensou que a Argentina cresceria para golear a França, a Argentina tomou dois gols seguidos, virando a França o placar, que ficou 3 a 2 para a França. Quando a Argentina tentava reagir para empatar o jogo, tomou mais um gol da França, ficando o placar em 4 a 2, praticamente liquidando a partida e despachando a Argentina. Na prorrogação a Argentina ainda fez um gol, mas não conseguiu sequer empatar a partida. O resultado acabou ficando em 4 a 3.

Onze jogadores bons e um técnico ruim, pode levar o time a derrotas terríveis.

Onze jogadores medianos e um bom técnico, pode levar o time a grandes vitórias.

O time da França, que gritava "Viva a França e Viva a República",
parecia ser dirigido por Napoleão Bonaparte.

A França foi o primeiro time a ir para a terceira fase.

Viva a Revolução Francesa!

sexta-feira, 29 de junho de 2018

O custo de vida mata o Brasil

Inflação baixa é enganação do Banco Central

Perguntem a qualquer dona de casa como andam os preços nas padarias e supermercados e receberão respostas imediatas: Tudo está subindo.

Perguntem a qualquer jovem, moça ou rapaz, como andam os preços no shopping center e receberão respostas imediatas: Tudo está subindo.

Até os brasileiros que foram para a Copa na Rússia, estão aproveitando para comprar lá, porque está mais barato do que no Brasil.

O Brasil está parecendo a Argentina, tem inflação baixa, mais um custo de vida altíssimo.

Para piorar, além do custo de vida alto, os governos vem estimulando demissões e arrocho salarial, deteriorando ainda mais a qualidade de vida da classe média.

Este governo ilegítimo e mentiroso está matando o Brasil.

Ou ficamos livres deste governo ou ficaremos igual a Venezuela.

Show satanás!

quarta-feira, 27 de junho de 2018

E a Coreia eliminou a Alemanha!

Brasil, Argentina e Alemanha na corda bamba

Tudo indicava que haveria uma grande tragédia nesta Copa.


Os jogos sinalizavam que os grandes times das Copas estavam cansados, sem iniciativas e sem jogadas brilhantes...

De repente, a Argentina que iria morrer primeiro, ressuscitou com gol de Messi e lindo gol da vitória.

O Brasil aos poucos foi aprendendo
que futebol sem velocidade, sem centro avante e sem pontas, NÃO EXISTE!

O Brasil depois do primeiro vexame, ganhou com méritos da Costa Rica e, com mais méritos ainda, ganhou da Sérvia, classificando-se no primeiro lugar.

A Alemanha, contando sempre com a boa vontade dos árbitros
, achou que ganharia fácil da Coreia e foi vencida pela velocidade e criatividade dos coreanos.

Perdeu de 2 a 0!!!

Perdeu feio e sem ter o que reclamar do adversário.

Perdeu para os coreanos, perdeu para os asiáticos!!!

Os coreanos brilharam, os japoneses jogaram

com dignidade e qualidade e
os chineses estão aprendendo a jogar futebol.

Para isto, estão pagando à ouro para ter técnicos
e jogadores experientes internacional.

Aos poucos, o "modo de produção asiático"
vai se impondo no o mundo.


E, como diz o ditado popular,
"quem não tem competência não se estabelece".

Ou os países latinos e africanos entram na concorrência mundial,
ou serão esquecidos no século 21.
E os esquecidos não sobreviverão enquanto espécie.
Virarão peças de museus...

Por ironia, aqueles que começaram a quebrar o moral dos alemães,
serão nossos adversários na próxima rodada.

Será México contra o Brasil e o Brasil contra o México.

O Brasil que abra os olhos e bode seus jogadores para terem velocidade e criatividade.

Afinal, quem não faz, toma gol.

terça-feira, 26 de junho de 2018

Realidade a ser enfrentada

Todos nós morreremos...

Basta ter nascido.

O desafio é saber viver, aprender a enfrentar as quedas e os erros, viver as alegrias e as tristeza como parte da vida.

Constatar que, aos 95 anos de vida, nossos pais estão frágeis e precisando de ajuda nos faz refletir sobre.o crescimento acelerado de pessoas vivendo oitenta, noventa, cem anos ou mais...

Precisamos voltar a debater proteções familiares combinadas com políticas públicas que acolham as pessoas mais velhas e ambos, família e comunidade, possibilitar-lhes um final de vida digna.

Nesta quarta-feira feira voltarei para São Paulo. Em três meses duas mortes na família. Dores da vida que se somam com o retrocesso política e o aumento generalizado da violência.

Recomeçar sabendo que nada será como antes. Os irmãos de mamãe, seus filhos, seus netos e bisnetos, suas amigas e seus amigos registram que sua vida foi um sucesso. Em grande parte foi. Mas, da mesma forma que a vida no Brasil e no mundo anda mais difícil doque foi depois de 1945 para cá, viver está mais difícil em todos os sentido.

Precisamos recuperar nossas potencialidades, nossa autoestima e nossa dignidade nacional.

Enquanto a seleção de futebol estiver jogando seus pesadelos e incertezas, estarei no avião voltando para Sampa.

Quem vencerá???

Como no filme “O casamento de Maria Brown”, todos venceremos. Mesmo perdendo o jogo ou as pessoas que a gente ama.

domingo, 24 de junho de 2018

Colômbia deu aula de futebol

3 a 0 na Polônia e ainda sobrou futebol

Parecia um time europeu. Rápido no passe, seguro no recebimento da bola, corredor quando precisa fazer um contra-ataque e ainda tinha "Quadrado", que não precisava da Hipotenusa, bastava dar uns dribles nos poloneses e deixá-los loucos.

O que a Colômbia tem que o Brasil não tem?


Um técnico argentino?

Jogadores entusiasmados e querendo crescer na Europa?

Medo de morrer executado pelo narcotráfico?

O quê será que será???



Enquanto os mexicanos, os uruguaios e os colombianos comemoram seu bom futebol, o Brasil tenso e ainda sofrendo de lerdeza e falta de enfrentamento, corre o risco de ficar fora da segunda etapa.

Parece que o capeta atacou a Argentina e o Brasil...


E que Deus mudou para os outros países da América Latina.


A Polônia foi punida porque seu árbitro protegeu os alemães
contra os suecos e o Japão levou um sufoco do Senegal.

A Copa do Mundo na Russia está ficando boa, é só não deixarem roubar. Porque, mesmo lá, juízes também roubam e protegem seus aliados...

sábado, 23 de junho de 2018

Escândalo na Copa do Mundo

Juiz ajuda alemães contra suecos

Foi evidente que durante todo
o jogo da Suécia contra a Alemanha,
o juiz era mais condescendente com os alemães.

Até o pênalti contra a Alemanha,

que poderia ser confirmado com o VAR,
o juiz não aceitou a verificação.

Preocupado fomos procurar a nacionalidade do juiz
e ficamos mais preocupado ainda, o juiz é polonês!

Daqui para frente, vamos ficar de olhos mais abertos.

Os fabricadores de resultados,
para agradar os patrocinadores e
os governos começarão a usar
seus artifícios para construir resultados.

Esta Copa vinha se caracterizando com novidades
como o resultado do México contra a Alemanha,
da Suíça contra o Brasil, da Croácia contra a Argentina
e tantos outros. Era uma zebra atrás da outra...

As "forças ocultas" entraram em campo e começam a forçar resultados.

Viva a seleção da Suécia.


Moralmente e estéticamente, vocês foram os grandes vencedores.

Não vamos deixar os juízes destruirem a boa imagem da Copa do Mundo.


Futebol é arte, é competência, é alegria e organização.

Ganhar roubando é fraude!

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Brasil joga igual ao Corinthians mais uma vez

O Brasil virou sofredor fanático

Mesmo jogando de forma confusa e ainda um pouco lenta, o Brasil foi melhor do que no jogo anterior.

Como no jogo anterior, o estilo do Corinthians voltou a prevalecer sobre os meninos de Tite.

Ganhar na prorrogação fazendo dois gols!!!

O importante é que os dois gols ficarão para a história. Poucos se lembrarão do sufoco que foi. Poderia ter sido melhor? Sem dúvida, mas aí não teria gosto de Corinthians.

Parabéns a Tite e seus meninos.

Os demais jogos também ajudaram o Brasil.

Aos poucos vamos recuperando nosso estilo e nossa dignidade.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Argentina é o Brasil de amanhã???

Somos solidários com o povo argentino e sua seleção

Na sala ninguém acreditava no que estava vendo na TV.

A Argentina estava sendo dominada pela Croácia, sofrendo gols humilhantes que parecia o Brasil sendo goleado pela França na copa que Ronaldinho passou mal e Roberto Carlos cuidava do cadarço da chuteira enquanto a bola entrava no gol brasileiro.

É claro que os 7 a 1 da Alemanha no Brasil, em pleno estádio de Belo Horizonte, nunca irá se igualar aos 3 a 0 sofrido pela Argentina hoje.

Como a história não se repete, esperamos que Tite e os meninos do Brasil passem algumas horas assistindo os lances detalhadamente das principais jogadas e os principais erros cometidos pela Argentina e que o Brasil não pode cometer amanhã.

O Papa é Argentino, franciscano, gente boa, gosta de Lula Livre e defende os fracos e oprimidos. Dizem que "Deus é brasileiro" mas anda em férias pela Europa... pondo em risco a classificação do Brasil. Afinal, o Brasil sempre deixa as coisas mais nas mãos de Deus do que nas próprias mãos, isto é, os brasileiros gostam de receber dádivas de graça, sem ter que suar a camisa para conquistar sua felicidade.


Estamos chorando solidariamente pelo povo argentino e sua seleção.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Fernanda Montenegro, o céu e o inferno na Folha

Na frente, Fernanda Montenegro, no verso, o japonês da Federal

No último dia 17, domingo, nós estávamos em Araçatuba vindo para São Paulo, correndo para chegar antes do início do jogo do Brasil. Ao chegar em casa, pegamos os jornais que assinamos, a Folha e o Estadão.

Depois de muitas correrias, guardando as roupas limpas, os sapatos, as nécessaires, as roupas sujas para lavar e ainda conseguir tempo para assistir ao jogo.

Só à noite que desfiz os pacotes de jornais e separei as páginas que iria ler mais tarde e botei os demais no lixo ecológico.

Hoje já é 20 de junho, quarta-feira e ainda não tive tempo de ler as grandes matérias do jornal do dia 17. Por exemplo, eu tenho o hábito de comentar ou reproduzir todas as notícias que vejo sobre FERNANDA MONTENEGRO.

O caderno Ilustrada de 17 de junho, domingo,
tem uma capa inteirinha sobre Fernanda Montenegro
e seu livro em fotobiografia. Uma raridade!

Fiquei muito contente em ver mais uma longa matéria sobre a vida de Fernanda Montenegro.

Mas fiquei muito triste ao folhear o caderno Ilustrada e constatar que, na página 2 do caderno, tem página inteira com entrevista do japonês da Federal - Newton Ishii.

Minha tristeza aumentou ainda mais quando vi no caderno Ilustríssima o artigo de Otávio Frias Filho sobre "Intervenção Militar" e a importância da Democracia. Todo mundo sabe o quanto a Folha teve papel decisivo nos golpes militares de 1964, e no civil de 2016.

Apesar da minha enorme tristeza com a Folha, meu carinho e minha admiração com Fernanda Montenegro continua. Especialmente porque minha mãe, que está com 95 anos, está internada na UTI tratando do coração. Fernanda Montenegro, que está com 88 anos, continua firme, trabalhando e dando exemplos.

Retido no trabalho em função do rodízio, irei enfrentar mais uma vez o trânsito de São Paulo, rezando para que a nossa seleção de futebol não mate a gente do coração na sexta-feira, e que, ao contrário, nos dê uma vitória, mesmo que seja por apenas um a zero...

Vivemos entre o Céu e o Inferno, diariamente.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Os Ipês floridos no Estado de São Paulo

Em qualquer rua e em qualquer estrada...

Vocês encontram centenas de árvores ipês floridas.


Neste final de semana fomos e voltamos até Araçatuba, distante 550 km da cidade de São Paulo.

Saímos da Vila Madalena, pegando o Alto de Pinheiros, onde os ipês estão presentes em quase todas as ruas.

Pegamos a marginal Pinheiros sentido Osasco e os ipês floridos estavam presentes.

Entramos na Rodovia Castelo Branco e fomos constatando que, apesar dos inúmeros viadutos, também víamos alguns pés de ipês floridos.

Ao passar por Alphaville também encontramos mais pés de ipês floridos.

Na medida que pegamos distância de São Paulo vimos que os ipês plantados iam diminuindo e aumentavam os ipês nascidos no meio das plantações e margens das estradas sem asfalto.

Chegamos em Botucatu, além de matar a saudade do tempo que a filha estudava medicina na cidade, vimos mais pés de ipês floridos. Estes também eram nativos, isto é, nasceram na natureza sem ser plantado por pessoas.

Pegamos a Rodovia Rondon e os ipês aumentaram.

Chegamos em Araçatuba e tinha mais pés de ipês floridos.


Ao voltar domingo cedo para ter tempo de assistir ao jogo do Brasil com a Suissa, foi a mesma beleza da ida. Ipês para todos os lados.

Nesta segunda-feira, ao conseguir superar o trânsito da Av. Dr. Arnaldo e pegar a rua da Consolação, era um ipê atrás do outro. Todos floridos. Até no parque Dom Pedro, apesar de toda poluição também encontrei ipês floridos.

Se São Paulo consegue ser tão bonito e bonita,
com tantas flores embelezando nossas ruas e rodovias,


porque não conseguimos recuperar a beleza do CENTRO DE SÃO PAULO???
Será que temos coração de pedra e de asfalto?

O Brasil no vai-e-vem da crise

O mundo está agitado com a Copa, com a economia e com a política

Vejam os fatos deste final de semana:

1 - O mais importante: O Brasil decepciona contra a Suíça


Depois de uma classificação brilhante e de muitas vitórias nas preparatórias, quando precisa se autoafirmar, o Brasil decepciona no futebol. Jogo mole, defensivo, centrado em Neymar, que foi muito bem marcado. Fiquei com a impressão que William jogou fora de sua posição. O Marcelo que brilha no Real Madri, ficou sozinho sem tabeladores. E o nosso centro avante, quem é?

O Brasil teve que enfrentar um adversário rápido, ofensivo e sem medo da nossa tradição futebolística.

Como na política, o Brasil voltou a ficar vivendo do passado que espera o futuro. O presente não se concretiza como desejado, voltando sempre às frustrações. Parece praga de cachorro magro.

Ou muda o modo de jogar, ou voltará para casa mais cedo.


2 - Ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente, já tomou posse como presidente da BRF.


Não foi informado qual será seu novo salário. Será que os acionistas e consumidores não têm direito de saber?

O pessoal da Previ e da Petros aceitaram que haja nova hegemonia no conselho de administração. Agora quem manda não é mais Abílio Diniz, agora quem manda na BRF é o pessoal de Furlan e de Serra. Era isto que estava por trás da briga com Abilio Diniz.

Vamos ver se esta nova direção recupera o potencial da BRF e defende os interesses dos acionistas, dos consumidores e dos brasileiros.


3 - Na política, as coisas continuam confusas.


Quem lê os jornais fica mais confuso ainda. O Brasil caminha para eleições presidenciais sendo manipuladas pelo judiciário, pela direita golpista e pelos empresários que bancaram o golpe.

O dono do jornal, Folha de S.Paulo, Otavio Frias Filho, diz que é contra um novo golpe militar, mas foi a favor do golpe civil que derrubou o governo Dilma.

Frias afirma que: "Só a democracia é capaz de regular uma sociedade"

Só que eles apoiaram o golpe militar de 1964 e apoiaram o golpe civil de 2016. É o famoso dono da bola.

Já a Colômbia, obedeceu à pressão internacional, e elegeu um presidente conservador e aliado dos Estados Unidos.

Na Alemanha, estão querendo derrubar Ângela Merkel. Isto antes de a Alemanha perder o jogo para o México. Imaginem o clima hoje na Alemanha?


Enfim, enquanto a bola rola na Copa da Rússia, os fatos vão acontecendo no mundo...

domingo, 17 de junho de 2018

O México é o time da vez

Jogo bonito e gol merecido para o México

O Brasil jogou lento, tomou gol e quase perde


O quê passa com o futebol brasileiro? Vive de passado?

Parecia o Corinthians jogando...


Lento, sem imaginação e sem capacidade de superar a energia e raça dos suíços.

Devemos agradecer pelo empate.


Vamos esperar os próximos jogos para ver se Tite melhora o time.

Acorda Brasil!!!


Por falar em acordar, eleições sem Lula é fraude.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

O Brasil na Copa e o Brasil na política

O papel de Tite e o papel do Time

Os brasileiros estão esperando a Copa da Rússia que começa amanhã com um misto de esperança em Tite, que ele seja capaz de passar segurança para os meninos e que monte um time sem medo dos europeus. Como tem sido na fase preparatória.

Já os jogadores, a maioria é dos mesmos jogadores da Copa no Brasil e que humilhou o Brasil em casa, com os 7 a 1 dos alemães. Enquanto estes se vingaram da derrota passada para Felipão, os brasileiros, prostrados, desmotivados e sem técnico, passaram o maior vexame de suas vidas. Tudo isto em casa e perante seus familiares...

Os brasileiros acompanharão todos os jogos
, do Brasil e dos demais times, sempre com muito cuidado, sem grandes expectativas e procurando estimular nossos jogadores para eles terem mais iniciativas e mais orientações de Tite.

Se o Brasil ficar entre os quatro finalistas
, já será muito bom.

Se o Brasil ficar entre os dois finalistas
, já será um sucesso.

Se o Brasil for campeão
, todos voltaremos a acreditar que Deus é brasileiro!

Mesmo que grande parte do mérito seja de Tite e de seus meninos inseguros.

Se o Brasil se recuperar no futebol
, servirá para mostrar a todos que também é possível voltar a acreditar que é possível ter ética na vida e na política.

O Brasil merece respeito, paz, confiança e responsabilidade, além de justiça e combate à pobreza é claro.

E por falar em justiça, eleições sem Lula é fraude.

terça-feira, 12 de junho de 2018

Estão matando o Centro de São Paulo

Que tristeza, que nós sentia,
cada loja que caía, doía no coração...

Ontem, ao passar pela rua São Bento, indo da Praça Patriarca para o Largo São Francisco, vi que mais uma loja tradicional do centro foi fechada. A loja era a "Bolsas Carioca" e ficava na esquina da São Bento com o Largo São Francisco. Quando comecei a trabalhar no centro, em janeiro de 1970, a loja já existia...

Ao olhar em volta, vi que várias outras lojas também tinham fechado.

Será a "peste negra"?
Ou será a mania de "erguer e destruir coisas belas"?


O quê está destruindo o Centro Velho e o Centro Novo?

Alguns falam que são os "zumbis", que perambulam, "feios, sujos e pedintes agressivos",
outros dizem que foi a migração para Av. Paulista, que está ficando igual ao Centro...
outros dizem que a culpa é dos bancos, que foram para a Berrini e Nova Faria Lima.

Talvez seja todos os fatos juntos e mais alguns.


Será que a Associação Viva o Centro continua viva?
Ou será que, apesar de viva, já morreu?

Vou ver se entro em contato com Marco Antonio,
eterno líder da Viva o Centro.

Enquanto tomava café da manhã, tentava lembrar dos belos e históricos centros culturais no centro:


Casa das Artes, CCBB, Centro Cultural da Caixa, Teatro Municipal, SESC 24 de Maio, Espaço Cultural de dança da Prefeitura, e tantos outros. Casa da Marquesa de Santos, Pateo do Colégio... Edifício Martinelli, Avenida Ipiranga com avenida São João, o Bar Brahma...

Há vários cinemas, bons restaurantes, livrarias.

E mesmo assim o Centro definha...

Os prefeitos "trabalham" no Centro, no edifício histórico do Grupo Matarazzo, com sua arquitetura fascista, da época de Mussolini. E os mendigos dormem nas suas calçadas...

Onde trabalhavam diretorias de bancos, hoje há secretarias do Estado e do Município. Até o prédio da Polícia Federal, no Largo Paiçandú, pegou fogo e os moradores passaram a morar ao redor da Igreja. Igreja que era dos negros escravos, agora é dos moradores de rua e de ocupações.

Como cantava Adoniran: "Que tristeza, que nós sentia..."

E ninguém revitaliza o Centro.

segunda-feira, 11 de junho de 2018

O sucesso de Lula e o fracasso do golpe

Quanto pior fica a economia, mais Lula melhora

O fracasso do governo Temer na gestão econômica
, as denúncias de corrupção do presidente e de seus ministros, as mentiras da imprensa, a perseguição dos juizes e juizas, sem contar no circo criado pela polícia federal e seus aliados, tudo isto tem servido para o povo ficar contra o governo e seus apoiadores.

Por outro lado, tem servido para aumentar o desejo do povo querer Lula de volta.

Vivemos na fase do "Eu era feliz e não sabia".


Com Lula no governo todos ganharam dinheiro e melhoraram de vida.

Desde os banqueiros, os juizes, a polícia federal,

os promotores, os exportadores,

as multinacionais,e o pequenos empreendedores.

Os jovens pobres puderam entrar na faculdade, realizando um grande sonho.

Os aposentados passaram a ter salários dignos.

Os programas sociais contribuiram para melhorar a qualidade de vida dos pobres.

A classe média viajou para onde quis

Estes benefícios ajudaram a construir a imagem de Lula

como o melhor presidente que o Brasil já teve.


Este presidente pode voltar e recuperar a dignidade nacional. Lula governou para todos, com todos e fez com que o Brasil fosse bem visto em todo o mundo.

Lula é a esperança! Lula é o pacificador do Brasil!


Vamos exigir a participação de Lula nas eleições presidenciais.

Afinal, ELEIÇÕES SEM LULA É FRAUDE.

domingo, 10 de junho de 2018

Lula e o Brasil para todos

Com a nova pesquisa Datafolha, Lula consolida-se

Lula tem condições de unir o Brasil pelo povo, com o povo e pelo Brasil.

Lula foi o melhor presidente que o Brasil já teve.

Acabou o mandato com quase 80% de aprovação popular.

Indicou, apoiou e ajudou a eleger a primeira mulher a presidente do Brasil. Foi fundamental na sua reeleição...

Viu a direita golpista unificar-se para dar mais um Golpe de Estado no Brasil, destituindo a presidente Dilma e impor uma ditadura civil-jurídica, que tirou a maior parte dos direitos dos pobres e da classe trabalhadora.

Viu um governo ser desmoralizado, desacreditado e ser ameaçado de ter seu presidente e ministros presos assim que acabar o último dia de mandato. Nunca o Brasil viu um período político tão medíocre e tão desacreditado internacionalmente.

O povo continuou e continua acreditando em Lula e quer que ele volta a ser presidente do Brasil, que ajude a restabelecer a paz, o diálogo, o trabalho para todos e a distribuição de renda, gerando melhores condições de vida para todos os brasileiros.

Nos governos Lula foram incorporados à classe média e deixaram de passar fome, mais de 40 milhões de brasileiros e brasileiras. O melhor desempenho já visto nos governos do Brasil.

Se Lula é o melhor,
é o melhor candidato para governar ouvindo todos os setores da sociedade, trabalhadores e empresários, acadêmicos e instituições como OAB e Centrais Sindicais, além de investir na melhora de qualidade de vida da população mais pobres, se Lula garante tudo isto, sem ódio e sem rancor,

porque não se libera logo Lula da prisão injusta
e o libera para promover um governo de conciliação nacional,
para cumprir um programa mínimo
que garanta o governo para todos, com todos e de todos?


Lula é a melhor pessoa para se garantir a Paz, o Progresso, a Presença Internacional e a Inclusão de milhões de brasileiros e brasileiras.

Como diz o compositor: É preciso amar o povo brasileiro e respeitá-lo acima das diferenças e das desigualdades.

Afinal, eleições sem Lula é fraude!

O ódio não pode vencer a esperança.

sábado, 9 de junho de 2018

Programas eleitorais para valer

Democracia de faxada

O PSDB adora fazer campanha eleitoral dizendo que vai melhorar a vida dos pobres e depois de eleitos fazem exatamente o contrário.

O PMDB não promete nem uma coisa nem outra. Sempre diz que quer ajudar na governabilidade. É como se não tivesse projeto econômico e social.

O PT sempre promete fazer um governo democrático popular e participativo, mas quando está no governo tem deixado o lado participativo mais para se compor com os conservadores, do que para praticar efetivamente os governos participativos.

Os demais partidos,sejam eles de esquerda ou de direita, quase que não falam em governo participativo e não priorizam os programas eleitorais. Para complicar, agora temos vários partidos evangélicos que não se assumem como tais mas depois de eleitos priorizam projetos de suas igrejas ou projetos conservadores.

Nas eleições deste ano de 2018, devemos exigir que todos os partidos apresentem seus programas e compromissos eleitorais. e vamos defender que, caso os eleitos não cumpram seus programas, que sejam destituídos de seus mandatos.

As eleições precisam ser transparentes e os candidatos e seus respectivos partidos precisam responder pelo que falam e fazem.

Por falar em transparência, eleições sem Lula é fraude.

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Economia piora no Brasil

Golpistas mentiram para o povo

Pra que mentir???


Já não dá para esconder, os golpistas mentiram para o povo premeditadamente!

Aproveitaram-se do mau-humor de Dilma e incendiaram o Brasil inventando mentiras mercadológicas como as pedaladas e o desemprego. Acontece que ficou provado que não houve pedaladas e que Dilma promoveu o pleno emprego, tendo crescido um pouco o desemprego mas que com o golpe o desemprego cresceu muito mais.

Além do desemprego aumentar, os golpistas promoveram reformas que tiraram os direitos dos trabalhadores e quase acabaram com as aposentadorias.

Agora o povo está desempregado, a classe média está sem dinheiro e reclamando de tudo e até os ricos estão com medo deste governo desmoralizado e desacreditado.

Onde vamos parar?


Com o dólar alto a classe média já não pode viajar para o exterior. Com o euro caro os ricos precisam cortar os dias da viagem à Europa e tudo fica mais caro.

Onde vamos parar?


E a cada dia surge mais uma denúncia de corrupção de alguém do governo ou que apoiou o golpe. Até os tucanos do PSDB estão envolvidos em corrupção.

Quem vai sobrar?


Sem dinheiro não existe felicidade...

Eu quero Lula de volta.

E eleições sem Lula é fraude.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

O povo ou o mercado, em primeiro lugar?

O povo são os consumidores e os não consumidores

Os defensores do "deus mercado", defendem que o que interessa é o lucro, mesmo que este seja oriundo de sonegações, enganação dos clientes, informações falsas e o uso direto e indireto de subsídios governamentais, mesmo que tenha que corromper os políticos, os governantes, os fiscais e os juízes.

O povo paga a conta...

Os defensores do "deus povo", defendem que todos, pessoas físicas e jurídicas, todos sejam obrigados a prestar contas tanto para as instâncias dos governos, como devem prestar contas para a sociedade e o povo em geral.

Historicamente as ditaduras, monarquias absolutas e regimes autoritários contam infinitamente mais tempo do que as democracias representativas. Por exemplo, sabemos que há registros de vida comunitária organizada até 15 mil anos atrás. Sabemos também que há registros de experiências humanas de até 160 mil anos.

Sempre sobrevivendo na base da lei do mais forte fisicamente, e de pouco uso da inteligência. Com o tempo a humanidade foi descobrindo novas formas de sobrevivência, como a construção habitacional, o uso do fogo, da roda e da domesticação de animais, além da imprescindível agricultura.

As experiências de democracia representativa em quantidade significativa começaram com a Revolução Francesa de 1789. Portanto, há pouco mais de 200 anos.

Já as experiências de democracia participativa começaram a surgir no final do século 19 e início do século 20.

As experiências socialistas ou comunistas não servem como exemplos de democracia participativa. Muitas delas descambaram para "ditaduras do proletariado", que na verdade eram ditaduras ferozes.

O mundo está vivendo uma nova transição das democracias representativas
para as democracias participativas,
com economia de mercado controlada pela sociedade.


Só que ao tentar praticar novas experiências de democracias participativas, muitas vezes, acabam tendo que enfrentar recessões econômicas que levam o povo a votar contra os governos democráticos de esquerda, votando em partidos de direita que são contra os governos participativos.

Os países ricos atuais defendem o consumismo, mesmo que não haja democracia participativa, mas este confronto se dá dentro das regras democráticas.

Já os países pobres e em desenvolvimento, por falta de convivência democrática, sofrem pressões e manipulações da imprensa, do conteúdo educacional e até do judiciário.

Com a nova ditadura brasileira, os golpistas cultuam "o deus mercado", principalmente se seus representantes pagam bem pelo apoio que recebem dos parlamentares e dos governos. E como as empresas ganham dinheiro fácil, sobre dinheiro para pagar publicidade, dando sustentação econômica para a imprensa.

Agora estão destroçando a Petrobras, vendendo as parte por preços de bananas, acabando com a soberania nacional e cobrando mais caros seus produtos como gás de cozinha, gasolina e diesel.

Como dizem os chineses: Os governos passam e os povos sobrevivem.

No caso da China, tiveram 100 anos de ocupação inglesa, em 8000 anos de história. Hoje, a China está passando os Estados Unidos e será a primeira economia mundial nos próximos anos.

O Brasil também saberá superar os ditadores atuais, mesmo que durem 10 ou 20 anos.

Conspiração mineira. Boicote a Pimentel

Aécio e sua turma tenta inviabilizar Pimentel

Prestem atenção o que está acontecendo com Minas Gerais...


Da mesma forma que Aécio e sua turma - ou quadrilha - declarou guerra ao governo Dilma, até derrubá-lo, agora vem priorizando destruir politicamente o governador Pimentel. O curioso é que, mais uma vez, o PMDB está ficando ao lado de Aécio. Lembrem que em 1964 o golpe começou em Minas Gerais...

O jornal Folha, mesmo colocando a matéria no caderno "cotidiano", dá destaque com o título:

"Policiais invadem sede do governo de Minas"


Outra matéria com o título:

"Estado soma 60 ônibus incendiados em 4 dias durante onde de ataques"



Crise federal pode ampliar-se para todos os Estados.


O Brasil vive uma situação de crise de legalidade e de legitimidade, pondo em risco a segurança das pessoas, os investimentos dos empresários e o bem estar dos brasileiros.

Na manifestação de ontem em Belo Horizonte havia POLICIAIS civis e militares, bombeiros e agentes carcerários.


Tudo isto combinado com "as forças ocultas" botando fogo nos ônibus.

Só falta a justiça agir com "dois pesos de duas medidas", como aconteceu com as greves dos caminhoneiros e a dos petroleiros.

É sempre bom lembrar
que vivemos sob um regime de exceção onde quem está governando de fato é o Poder Judiciário, com todas as suas aberrações.

É uma pena ver a imagem do Estado de Minas tão comprometida...

Vamos chamar Milton Nascimentos e todos os mineiros ilustres
para recuperar a dignidade e a beleza de Minas Gerais.

É sempre bom lembrar que na Democracia, quem decide é o Povo. E o governo é do povo, para o povo e com o povo.

Ainda lembrando a música de Chico, é sempre bom lembrar que eleições sem Lula é fraude. E estas eleições de outubro tem tudo para ser fraudada pelos golpistas. Por isto que não aprovaram imprimir as cédulas dos votantes.

terça-feira, 5 de junho de 2018

Desemprego, desalento, sem dinheiro e sem governo

Economia, Política, Imprensa e Judiciário

Um jogo de cartas marcadas


A economia patina e os empresários que patrocinaram financeiramente o golpe de Estado, chamado de impeachment, estão ficando descontentes com o governo ilegítimo de Temer, muitos já perderam a paciência e estão considerando este ano perdido economicamente.

Com a economia patinando, as eleições vão se aproximando e o PT, Lula e as esquerdas continuam crescendo nas pesquisas, gerando pânico aos políticos corruptos e mercenários. Se venderam contra Dilma e podem não ser reeleitos pelo povo. Que fazer?

A imprensa continua querendo sangue, morte e a derrota da esquerda. Para conseguir seus objetivos, a imprensa mente, manipula e esconde informações relevantes, incluindo também a pressão contra o judiciário e os parlamentares.

O judiciário faz o serviço sujo, prendendo, ameaçando e torturando os candidatos petistas e seus apoiadores. Nem os militares fizeram tanto quanto o judiciário está fazendo.

Para onde caminha o Brasil?

O maior conciliador nacional ainda é Lula.

É melhor contar com Lula do que ficar quatro anos com um governante incapaz de unificar e pacificar o Brasil.

Por falar em paz, emprego e liberdade, eleições sem Lula é fraude.

Não podemos ter um jogo de cartas marcadas e chama-lo de eleições. Seria mais outra fraude.

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Privatizações fajutas do PSDB

Vendem o Brasil à preço de bananas

Uma empresa italiana comprou o controle da AES Eletropaulo.

Finalmente vamos ficar livre da AES, mas não iremos recuperar os prejuízos...

A privatização da Eletropaulo
, tendo como compradora a AES foi o pior golpe que o PSDB fez nas privatizações. Todo mundo sabia que a AES americana era um empresa deficitária, com fama de corrupção e outros males. Como não achavam compradores, os tucanos decidiram vender para qualquer um, criando um grande rombo no BNDES além da trabalheira que deu para salvar algum crédito.

Tivemos outros casos cabeludos como a privatização da Comgás
para uma estatal francesa, sendo que manteve o monopólio do mercado paulista e até hoje a maioria das ruas ainda não têm gás encanado. Nem mesmo nos bairros mais ricos...

Outros exemplos assustadores são as privatizações dos bancos estaduais. Verdadeiros escândalos de entrega dos estaduais para o Itaú ou o Bradesco.

O Santander, que pagou uma pechincha na compra do Banespa
, depois ainda comprou uns 5 ou 6 bancos. Este banco ainda patina no Brasil, embora tenha ganhado muito dinheiro com as altas taxas de juros nacionais. Por vários anos o lucro do Santander no Brasil é o maior do mundo. Sendo maior do que o Santander na Espanha ou na Inglaterra.

Este governo ilegítimo de Temer é uma vergonha.


Facilita as leis para os estrangeiros e dificulta para os brasileiros. O maior crime do PMDB foi ser agente do golpe de Estado e deixar os principais cargos econômicos nas mãos do PSDB. Está fazendo papel de besta!

Mas, em volume financeiro, o maior crime de lesa pátria foi a privatização do Vale do Rio Doce e seu valor cobrado.

Agora o PSDB quer privatizar a Petrobras, a BR Distribuidora e a Eletrobras.


E as Forças Armadas continuam em silêncio passivo
,

vendo a destruição da Soberania Nacional.


Quando o povo vai tomar coragem e dar um basta a esta destruição do Brasil?

O Brasil merece respeito.

E por falar em respeito,

eleições sem Lula é fraude.

domingo, 3 de junho de 2018

Estadão parece Jornal da Tarde

Poderia ser "dois em um": Estadão + JT = Novo Estadão

Os jornais que ajudam a formar democraticamente os brasileiros, perderam a neutralidade e se transformaram em panfletos de propaganda dos golpistas e dos neoliberais.

O Brasil não tem mais jornais, rádios e TVs que prestem...Talvez somente o Valor.


As empresas privadas fazem campanhas políticas
e interferem na vida dos funcionários e dos clientes...

O judiciário tomou partido,
deu o golpe de Estado, manda prender quem quer, como manda soltar e não prender quem quer...

As Igrejas Evangélicas
, por dinheiro ou por mandato parlamentar, se aliaram aos golpistas e mentirosos, legislando contra seus seguidores religiosos e carentes...

A Igreja Católica já não é mais a mesma
, mesmo tendo um bom Papa...

O Brasil tem 35 partidos políticos que não passam de quatro ou cinco.
Os demais, usam as legendas como negócios...

Quando o Brasil vivia na ditadura militar
, a Folha fez campanha pelas diretas já e o Estadão tinha o Jornal da Tarde que era bonito, leve e bem diagramado, além de falar para os jovens.

Com o advento da informática
, os jornais entraram em crise, a Folha passou a pensar somente em dinheiro, esquecendo a visão democrática, o Estadão entrou em parafuso financeiro, acabou com o Jornal da Tarde e vendeu a Radio Eldorado...

O Estadão, na diagramação está melhor que a Folha, e o Caderno2, do Estadão está bem melhor que o Ilustrada da Folha.

O Estadão politicamente parece que foi comprado pelo pessoal do PSDB, de tão ruim que anda, eu leio o jornal de trás para frente. Os melhores cadernos do Estadão são Caderno2 e Economia.

Hoje há um belo artigo de Andrei Neto
, correspondente em Paris, sobre o grande fotógrafo NACHTWEY, em PARIS, é claro!

Ainda bem que temos as REDES SOCIAIS...

É como a descoberta da impressora por Gutemberg, a igreja católica perdeu o monopólio dos livros e o mundo conheceu a diversidade e a cultura literária.

As redes sociais nos protegem do conservadorismo político da grande imprensa.


Que tal pensar em voltar em fazer o JT com suas belas fotos e belas diagramações????

Petrobras deixa a direita perplexa

Os golpistas prometeram emprego, honestidade e paz

MENTIRA!!!


Com a greve dos caminhoneiros, o blecaute das empresas e a pressão dos "defensores da volta dos militares", os golpistas ficaram assustados, perplexos e com medo do povo se rebelar e ir para a rua contra a falta de gasolina, falta de médicos, remédios, comida e tudo mais...

O povo pode perder a paciência


Mentir e enganar o povo é sempre perigoso. O PSDB é campeão em se eleger prometendo programas sociais e não falar nada das privatizações e depois aumentam o desemprego, aumentam o arrocho salarial, aumentam a violência e sai privatizando até posto de saúde e escola pública...

A demissão do presidente da Petrobras racha os golpistas


Os golpistas do PSDB adoram dizer que têm que desindexar tudo, tem que acabar com a correção monetária e tem que estimular a livre-negociação para equilibrar o mercado. Só que no caso da Petrobras os golpistas do PSDB indexaram os combustíveis AO DOLAR, que subiu e vem subindo bem mais do que a inflação que corrige os salários da maioria dos brasileiros. Com tantos reajustes, falta dinheiro para tudo.

E o povo apoiou a greve dos caminhoneiros


Como forma de mostrar ao governo e aos golpistas como a imprensa que dar o golpe de Estado para a economia piorar é violência na certa. O povo não pode ser enganado, violentado e amordaçado. Chega de mentiras e de violência.

Enquanto o novo presidente da Petrobras vem aumentando os combustiveis, o povo vai avisando:

Se não baixar os preços dos combustiveis, se não acabar com este negócio de indexação ao dolar,
o Brasil vai ver manifestações EM TODOS OS ESTADOS, do Amapá até o Rio Grande do Sul...

Greves, manifestações em ruas, praças e rodovias, aeroportos e tudo mais...

Tem que baixar o preço do butijão de gás, de gasolina, do alcool, etc.


Chega de enganação!


Chega de mentiras...

Por falar em mentiras, ELEIÇÃO SEM LULA É FRAUDE.


O Brasil merece respeito.

sábado, 2 de junho de 2018

Brasil, Venezuela, México e Nicarágua na fogueira eleitoral

As novas ditaduras neoliberais

O BRASIL NÃO ESTÁ NA DEMOCRACIA!


O Brasil vem de um golpe de Estado comandado pelo judiciário, por empresários, a imprensa e os partidos conservadores ou de direita, contando também com o apoio das Igrejas Evangélicas. A partir do golpe o Brasil passou a ser governado por uma maioria parlamentar que não foi eleita para fazer o que está fazendo. Portanto, temos um governo ilegítimo e uma ditadura civil. A corrupção e o narcotráfico ameaçam a ditadura que não consegue diminuir a violência, principalmente no Rio de Janeiro.

A Venezuela vem de um processo quase de guerra civil.


Onde há eleições onde metade do país não participa, caracterizando-se como um país com parlamento, mas sem paz política, social e econômica. Com um governo que tem o apoio dos pobres e das Forças Armadas. Com os novos aumentos do preço de petróleo, talvez a Venezuela volte a ter crescimento econômico e paz social. Os Estados Unidos lideram os países da América Latina que querem derrubar o governo venezuelano e colocar um governo neoliberal e serviu aos Estados Unidos.

O México é o país que se encontra em melhor situação eleitoral.


Apesar do forte controle do narcotráfico em todas as áreas. No dia 1o. de Julho teremos eleições no México e a oposição está com ampla vantagem. Só falta os Estados Unidos mandarem dar um golpe de Estado no México, prender o candidato popular e depois chamar eleições somente com candidatos da direita. Vamos aguardar...

A situação mais desesperadora é da Nicarágua.


Tem um governo eleito, porém com dificuldade de manter os empregos e o nível de renda da população. A direita que sempre foi forte e bancada pelos Estados Unidos, cresce socialmente e estão promovendo manifestações violentas, levando o governo e as forças de segurança a exagerar na repressão, matando centenas de pessoas. Mais um país ameaçado pela guerra invisível dos Estados Unidos...

A Argentina e o Chile que abram os olhos.


Paraguai já caiu nas mãos dos neoliberais
e o Uruguai sofre pressão diária.


Para onde caminha a América Latina?


Por falar em falta de democracia, eleições sem Lula é fraude!

sexta-feira, 1 de junho de 2018

A DEMISSÃO DO ANO - Parente sai da Petrobras

Leia a CARTA DE DEMISSÃO enviada pelo presidente da Petrobras,

Pedro Parente ao presidente Michel Temer:


Excelentíssimo Senhor Presidente da República,


Quando Vossa Excelência me estendeu o honroso convite para ser presidente da Petrobras, conversamos longamente sobre a minha visão de como poderia trabalhar para recuperar a empresa, que passava por graves dificuldades, sem aportes de capital do Tesouro, que na ocasião se mencionava ser indispensável e da ordem de dezenas de bilhões de reais. Vossa Excelência concordou inteiramente com a minha visão e me concedeu a autonomia necessária para levar a cabo tão difícil missão.

Durante o período em que fui presidente da empresa, contei com o pleno apoio de seu Conselho. A trajetória da Petrobras nesse período foi acompanhada de perto pela imprensa, pela opinião pública, e por seus investidores e acionistas. Os resultados obtidos revelam o acerto do conjunto das medidas que adotamos, que vão muito além da política de preços.

Faço um julgamento sereno de meu desempenho, e me sinto autorizado a dizer que o que prometi, foi entregue, graças ao trabalho abnegado de um time de executivos, gerentes e o apoio de uma grande parte da força de trabalho da empresa, sempre, repito, com o decidido apoio de seu Conselho.

A Petrobras é hoje uma empresa com reputação recuperada, indicadores de segurança em linha com as melhores empresas do setor, resultados financeiros muito positivos, como demonstrado pelo último resultado divulgado, dívida em franca trajetória de redução e um planejamento estratégico que tem se mostrado capaz de fazer a empresa investir de forma responsável e duradoura, gerando empregos e riqueza para o nosso país.

E isso tudo sem qualquer aporte de capital do Tesouro Nacional, conforme nossa conversa inicial. Me parece, assim, que as bases de uma trajetória virtuosa para a Petrobras estão lançadas.

A greve dos caminhoneiros e suas graves consequências para a vida do País desencadearam um intenso e por vezes emocional debate sobre as origens dessa crise e colocaram a política de preços da Petrobras sob intenso questionamento. Poucos conseguem enxergar que ela reflete choques que alcançaram a economia global, com seus efeitos no País.

Movimentos na cotação do petróleo e do câmbio elevaram os preços dos derivados, magnificaram as distorções de tributação no setor e levaram o governo a buscar alternativas para a solução da greve, definindo-se pela concessão de subvenção ao consumidor de diesel.

Tenho refletido muito sobre tudo o que aconteceu.

Está claro, Sr. Presidente, que novas discussões serão necessárias. E, diante deste quadro fica claro que a minha permanência na presidência da Petrobras deixou de ser positiva e de contribuir para a construção das alternativas que o governo tem pela frente.
Sempre procurei demonstrar, em minha trajetória na vida pública que, acima de tudo, meu compromisso é com o bem público. Não tenho qualquer apego a cargos ou posições e não serei um empecilho para que essas alternativas sejam discutidas.

Sendo assim, por meio desta carta, apresento meu pedido de demissão do cargo de Presidente da Petrobras, em caráter irrevogável e irretratável. Coloco-me à disposição para fazer a transição pelo período necessário para aquele que vier a me substituir.
Vossa Excelência tem sido impecável na visão de gestão profissional da Petrobras. Permita-me, Sr. Presidente, registrar a minha sugestão de que, para continuar com essa histórica contribuição para a empresa — que foi nesse período gerida sem qualquer interferência política — Vossa Excelência se apoie nas regras corporativas, que tanto foram aperfeiçoadas nesses dois anos, e na contribuição do Conselho de Administração para a escolha do novo presidente da Petrobras.

A poucos brasileiros foi dada a honra de presidir a Petrobras. Tenho plena consciência disso e sou muito grato a que, por um período de dois anos, essa honra única me tenha sido conferida por Vossa Excelência.

Quero finalmente registrar o meu agradecimento ao Conselho de Administração, meus colegas da Diretoria Executiva, minha equipe de apoio direto, os demais gestores da empresa e toda força de trabalho que fazem a Petrobras ser a grande empresa que é, orgulho de todos os brasileiros.

Respeitosamente,

Pedro Parente

Cai o governo espanhol, democraticamente

Parlamentarismo reforça democracia

Governo conservador espanhol recebeu voto de censura por envolver-se em corrupção. Lá não precisa de golpe de Estado. Lá tem parlamentarismo onde o primeiro ministro só governo se tiver maioria no parlamento. E o povo vota de forma vinculada, isto é, ao escolher seu presidente ou primeiro ministro, precisa votar no partido que garanta a governabilidade.

A América Latina copiou o sistema dos Estados Unidos. Como o Congresso é fraco, fica mais fácil ter que apelar para golpes civis e militares. É o que está acontecendo agora no Brasil.

Viva a democracia espanhola!

Abaixo a ditadura jurídica brasileira!

Fora Temer! Volta Lula!

Leiam as noticias da Espanha, publicadas no site dO Globo.

Parlamento espanhol afasta Rajoy;

Pedro Sánchez é o novo chefe do governo

Deputados alcançam maioria para aprovar moção de censura;

partido conservador dá espaço a socialistas

O Globo – 01/06/2018

MADRI - O Parlamento espanhol aprovou nesta sexta-feira uma moção de censura para afastar o presidente do governo, Mariano Rajoy, cujo partido que lidera, o conservador Partido Popular, foi condenado pela Audiência Nacional do país por envolvimento em um esquema de corrupção. Apresentado pelo Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), a legenda opositora apontou seu líder Pedro Sánchez para ocupar o cargo de Rajoy.

A moção recebeu 180 votos a favor entre 350 deputados na Câmara, quatro a mais da quantidade necessária para derrubar o líder conservador. Com isso, Rajoy será o primeiro chefe de governo do país derrubado do poder após a redemocratização do país em 1975.

O rei Felipe VI deve assinar ainda nesta sexta-feira a nomeação de Sánchez, que poderá prestar juramento no sábado:
— Vou abordar todos os desafios que tem nosso país, com humildade, com entrega — prometeu Sánchez, diante da imprensa. — Vou fazê-lo a partir do consenso, com humildade, com muita capacidade de trabalho — disse ele, após seis anos e meio de poder conservador na Espanha.

Na tarde de quinta-feira, todos os partidos que votaram contra Rajoy já haviam manifestado que apoiariam Sánchez na votação, incluindo os cinco votos cruciais do Partido Nacional Basco para garantir a maioria. O agora ex-chefe de governo reconheceu mesmo antes do pleito que estava prestes a perder o poder.

— Podemos presumir que a moção de censura seguirá adiante. Em consequência, Sánchez será o novo chefe de governo. Serei o primeiro a felicitá-lo — afirmou. — Foi uma honra ser o chefe de governo e deixar uma Espanha melhor do que encontrei. Sorte a todos pelo bem da Espanha.

Marcha para a direita. Jesus era de esquerda

Os políticos fazem demagogia na Marcha evangélica

O cinismo como prática eleitoreira.

Todo mundo sabe que Alckmin é católico beato. Dizem até que é da Opus Dei. Todos sabem que Doria não é evangélico. Todos sabem que Bruno Covas não é evangélico.

Por votos, vestem até camisa evangélica.

Quando Lula e o PT iam para as atividades da Igreja Católica, diziam que era política e que era USO INDEVIDO.

Quando são os políticos conservadores, de direita e estão ostensivamente usando os evangélicos para se elegerem é tudo normal? Pode até ser para Bolsonaro que é evangélico. Mas os outros políticos que não são evangélicos, são na verdade, oportunistas.

Afinal, Jesus era de direita ou de esquerda?


É evidente que jesus era franciscano e de esquerda. Lembram da frase?

"É mais fácil um rico passar pelo fundo de uma agulha do que entrar no reino de Deus".


Se isto vale para os ricos, imaginem para os inescrupulosos e manipuladores do povo?

Ao presenciar estas cenas brasileiras, Jesus deve ter ficado envergonhado do mal uso de seu nome.

E Jesus faz questão de lembrar que ele disse:

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida.

E ninguém chegará a casa de meu Pai,

se não for através de mim."


E, na cruz, Jesus ainda disse:

"Oh, Pai, perdoai porque eles não sabem o que fazem."

A verdade nos libertará. E por falar em verdade,

ELEIÇÕES SEM LULA É FRAUDE