quarta-feira, 18 de abril de 2018

Roubo no gás de cozinha

Preços sobem abusivamente

Este governo protege tanto as empresas que aumentam os preços,
que o povo vai deixando de comprar os produtos básicos.

Vejam o caso da Ultragaz,
distribuidora de botijões de gás de cozinha.

Ontem, 17 de abril, eu paguei num botijão P45 o valor de R$.400,00;

No dia 14 de fevereiro eu paguei R$.385,00.

O interessante é que, em vez de baixar os preços,
os caminhões da Ultragaz APAGARAM os preços altos.

é mole?

O quê justifica cobrar tanto por um produto imprescindível?

O pior é que não adianta procurar a Comgás.


Há 15 anos que peço para a Comgás ligar o gás da rua,
mas eles insistem em dizer que não é prioridade para eles.

O grave é que a empresa foi privatizada pelo PSDB sob a
alegação de que teria mais investimento e atenderia
melhor a população.

Acontece que parte da nossa rua tem gás da Comgás,


Hoje saiu meia página de reportagem na Folha
denunciando que, enquanto a Petrobras tem baixado os preços,
as distribuidoras estão aumentando.
E ganhando mais evidentemente, sem atender o povo de São Paulo.

Este capitalismo oligopolizado, onde quatro empresas controlam
o mercado precisa acabar. Ou tem concorrência e atende bem
a população, ou o governo vai ter que abrir o mercado
para novas distribuidoras que queiram atender a população.


Nenhum comentário:

Postar um comentário