sexta-feira, 6 de abril de 2018

O Brasil e o mundo caminham para a guerra

Guerra aberta no Brasil

A imprensa, articulada com o judiciário e com os empresários, manipulam as informações, os fatos e as análises para justificar seu objetivo que é impedir a candidatura de Lula para presidente da República.

Para impedir nova vitória do PT, a direita brasileira saiu do armário, assumiu seu lado antidemocrático e deu mais um golpe de Estado, comprando parlamentares venais, nomeando um mercenário como presidente substituto e impondo controle sobre todos os níveis do judiciário, incluindo o silêncio da OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, que formalmente representa mais de um milhão de advogados em todo Brasil.

As leis são usadas conforme o interesse de cada um.
A Constituição está sendo manipulada e violentada.

Se antes a direita usava as Forças Armadas para reprimir,
agora a direita usa a imprensa e o judiciário, duas armas poderosas e que, por enquanto, ainda passam uma imagem de seriedade. A imprensa exige do judiciário e este se curva às pressões da imprensa e acata suas exigências.

Estão privatizando tudo a preço de bananas, estão acabando com todas as políticas públicas, entregando áreas fundamentais como saúde e educação ao setor privado, subsidiando os empresários com financiamentos preferenciais.

A Soberania Nacional está sendo entregue às empresas estrangeiras.

Um país com mais de 200 milhões de habitantes, sexto maior mercado consumidor do mundo, entrega sua soberania econômica, política e social aos estrangeiros. E nem os militares falam nada. Estamos todos sob o regime do medo da intimidação.

Mesmo os empresários que estão sendo presos
e torturados psicologicamente, não recebem a solidariedade pública de seus parceiros. A covardia graça.

Nesta guerra suja, a pressão total é contra Lula. Como na Roma antiga, a palavra de ordem é "Destruam Lula". E o melhor instrumento para isto é a ação de um pequeno conjunto de juízes e procuradores que se comportam como psicopatas, invejosos e odientos, abusando das facilidades e casuísmos jurídicos, acobertados pela imprensa, para tripudiar e humilhar todos aqueles que tiver qualquer relação com Lula. É a guerra suja.

Este processo do triplex é uma verdadeira farsa jurídica.

Se já não serve contra um cidadão comum, imaginem ser usado contra o melhor e mais popular presidente da República que o Brasil já teve. O apartamento nunca foi de Lula nem de sua família. É tudo pretexto para impedir Lula de ser candidato, já que, no voto, a direita não ganha eleições.

No Brasil, nem o judiciário está sendo sério.


Abusando dos poderes atuais, representantes do judiciário mandam prender Lula, provavelmente como medida preventiva a qualquer recurso ou mandato de segurança que possa ser aprovado no fim de semana ou na próxima semana.

O Brasil caminha rapidamente para ser uma ditadura civil com prisões generalizadas e com violências nas ruas. Os golpistas estão testando os limites dos brasileiros.

Trump ameaça a China?


Enquanto o Brasil sangra moralmente, Os Estados Unidos, com seu presidente louco, inventa restrições comerciais contra o mundo, particularmente contra a China, ameaçando a frágil paz mundial.

Trump esquece, ou não sabe, que a China de hoje não é mais a China ocupada pela Inglaterra. A China de hoje já é maior do que os Estados Unidos. E a Europa está à deriva, incapaz de mediar a loucura do presidente americano.

God save America.


E Deus, que era brasileiro, pelo jeito, tirou férias ou mudou-se para o Canadá.
Se Deus é por nós, quem será contra nós? Talvez a nossa dificuldade de acabar com este sofrimento que tomou conta do Brasil.

Se a classe média está "matando cachorro a grito economicamente" isto é mais consequência da política econômica dos golpistas do que da mão de Deus.

Lula vale à luta!

Eleições sem Lula é fraude!



Nenhum comentário:

Postar um comentário