domingo, 29 de abril de 2018

BRF: Abilio e os Fundos de Pensão devem explicações

Abilio erra quando fala em brinquedinhos

e os Fundos de Pensão erram quando falam em se retirar de cena...


Todo mundo sabe que Abílio Diniz é um empresário polêmico e que sempre foi um vencedor. No entanto, depois que Abílio subestimou o especulador francês e perdeu o controle acionário do GPA - Grupo Pão de Açúcar, parece que sua sorte virou e Abílio acaba de levar outro tombo na vida empresarial ao ser derrotado pelos Fundos de Pensão e seus aliados.

Abílio erra e dá oportunidade para receber mais críticas da imprensa e de seus adversários. Depois de brigar e investir tanto dinheiro, tempo e viagens com o objetivo de assumir a gestão da BRF,

ABILIO NÃO PODE DAR UMA ENTREVISTA DIZENDO QUE
VAI ARRUMAR OUTROS BRINQUEDINHOS.



A BRF É UMA DAS COISAS SÉRIAS DO BRASIL


Não é um brinque, muito menos um brinquedinho. Até entendemos o desabafo de Abílio, mas a vida não nos permite falar coisas que nos fira e fira outras pessoas, mesmo sendo auto-crítica...

Depois da eleição dos novos e recondução de velhos conselheiros da BRF, Abílio Diniz deu uma entrevista coletiva à imprensa. O melhor artigo quem fez foi o Estadão. saiu no caderno de Economia, na página B10 de ontem, sábado, dia 28 de abril de 2018.

Como já disse antes, a BRF agora tem novos donos.


Agora o povo de Serra, aliado com o povo de Furlan, aliado com os Fundos de Pensão - que são controlados pelo governo liderado na economia pelo PSDB - mais os grupos estrangeiros e mais os novos investidores que Parente (de Serra) vai trazer da Ásia, do Oriente Médio, da Inglaterra e dos Estados Unidos.

Como dizem os tucanos do PSDB:

O Brasil não precisa ser um grande player, ao Brasil basta ser aliado subordinado dos Estados Unidos e da Europa. Nada de ser independente! Nossa vocação é ser subordinado. E o povo brasileiro que sirva de mão de obra reserva e operante.

Depois de tudo isto, se Abilio Diniz e os Fundos de Pensão tiverem o mínimo de compromisso com o povo brasileiro e a minima transparência como "Fair Play", devem convocar a imprensa e apresentar suas versões dos acontecimentos. Caso contrário, mais uma vez vai se comprovar que operações com ações na Bolsa de Valores no Brasil é coisa de profissionais de apropriações indébitas e das grandes...

Abílio, a Previ e a Petros com a palavra.

sábado, 28 de abril de 2018

Lula cresce nas pesquisas e golpistas atiram no acampamento

CUT denuncia ataque fascista contra o acampamento Lula livre

A escalada de violência, intolerância e ódio
contra todos que são solidários ao ex-presidente Lula chegou ao auge de barbaridade na madrugada deste sábado (28), quando provocadores fascistas deram vários tiros contra trabalhadores e trabalhadoras de todo o Brasil que estão no acampamento Marisa Letícia, em Curitiba.

O acampamento, instalado nas proximidades da sede da Superintendência da Polícia Federal da capital paranaense, desde o dia 7 de abril, em solidariedade a Lula, denuncia o fato de que o ex-presidente é um preso-político, um inocente colocado em uma solitária, em mais uma tentativa golpista de impedir que Lula seja eleito presidente do Brasil.

Os disparos atingiram dois militantes. Uma companheira foi ferida por estilhaços e um companheiro ficou gravemente ferido, com um tiro no pescoço e está internado na UTI de um hospital local.

O ataque e a violência armada acontecem às vésperas do 1º de Maio Unificado
, com todas as centrais sindicais e movimentos populares unidos na defesa e pela liberdade de Lula e dos direitos sociais e trabalhistas, que acontecerá em Curitiba. Será o maior primeiro de Maio da história do Paraná. E será em apoio à LULA LIVRE!

A tentativa de calar a bala os trabalhadores e trabalhadoras
acontece também depois que novas pesquisas eleitorais confirmaram que Lula lidera as intenções de voto em todo o país, em todos os cenários pesquisados, e pode ganhar já no primeiro turno as eleições presidenciais deste ano.

A partir do golpe de Estado, a violência e os assassinatos de trabalhadores e trabalhadoras têm aumentado em todo Brasil, sem que o governo golpista determine sequer a apuração dos fatos, com a cumplicidade das polícias estaduais e federal. Se as polícias não conseguem prender sequer os assassinos da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, imagine a violência em outras regiões do Brasil onde não tem o contingente policial enviado ao Rio?

A CUT tem tido grande participação na organização e manutenção do acampamento, portanto, tem toda autoridade para denunciar, ao Brasil e ao mundo, este aumento da violência contra a candidatura de Lula e contra as conquistas da classe trabalhadora.

Nenhum direito a menos!


Conclamamos o povo do Paraná, os democratas e os comprometidos com a Liberdade e os Direitos Democráticos a defender a libertação de Lula, defender o direito de Lula ser candidato e o direito de o povo participar em paz e em segurança tanto no acampamento como do 1º. de Maio Unificado. A palavra final sempre deve ser do Povo Brasileiro.

Lula Livre!
Chega de provocações,
chega de violência armada ,
chega de manipulação jurídica.

Todo apoio a Lula e aos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil!


São Paulo, 28 de abril de 2018
Central Única dos Trabalhadores

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Eleições no Brasil: Falta combinar com os russos

Todo mundo quer ser CANDIDATO DUPLO

A imprensa insiste em procurar candidatos viáveis eleitoralmente.


Como o clima é de descrédito, desconfiança e os candidatos que aparecem não são capazes de ganhar de Lula, os golpistas abusam de seus poderes temporais e inventam processos e condenações a Lula, como forma de deixa-lo inelegível.

A direita, começando pelo PSDB que tem candidato mas não tem votos para derrotar Lula, conforme todas as pesquisas. O PMDB e o DEM são parte explícita de um governo desmoralizado e com o máximo de rejeição. Logo, tendem a ser inviáveis eleitoralmente.

O risco para os golpistas mais moderados, é ver aparecer candidatos de extrema direita e estes crescerem nas pesquisas, em contraposição ao PMDB, PSDB e DEM...

Caminhamos para uma eleição sem centro?


Tudo indica que sim. E quem for centro não vingará.

Imaginem Joaquim Barbosa dizendo que é a favor dos direitos dos trabalhadores quando estiver com os trabalhadores e dizendo que é a favor das PRIVATIZAÇÕES, quando estiver com os patrões e a imprensa neoliberal.

Os jornais insistem que Ciro Gomes quer apresentar-se como de centro-esquerda, ou centro-direita, dependendo também do público onde ele estiver falando. Talvez seja mais correto dizer que ele queira ser o candidato NACIONALISTA, mas estilo Vargas do que estilo petista.

O diabo é que todo mundo gostaria de ter um partido como o PT.


Mas o PT resiste a explicitar seu projeto de sociedade, aparecendo mais como uma geleia de ideias progressistas e nacionalistas, porém faltando algo como os princípios inalienáveis que norteiam o partido e sua militância. Por exemplo, a economia de mercado, a pluralidade partidária, a democratização do Estado e dos meios de comunicação, a reforma tributária, partidária e eleitoral, e também seus compromissos internacionais. Os próprios petistas fazem um discurso mais a esquerda,mas quando governam são reformistas e socialistas moderadíssimos. Portanto, nada impede de se fazer um programa ou uma carta aos brasileiros que contenham os compromissos e princípios do partido.

Lula foi e é o melhor exemplo de liderança que respeita o capitalismo,
mas dedica seu tempo prioritário em promover a inclusão social e combater a pobreza, dentro de uma visão capitalista, num socialismo romântico ou moreno, como dizia Brizola.

Nossa direita é tão conservadora que, em vez de manter Lula no governo, reforçando esta visão capitalista e construindo uma grande classe média, a direita brasileira, liderada pelo PSDB, prefere aumentar a pobreza e a concentração de renda, aumentando a possibilidade de surgir mais radicalismo e mais bandidagem, como no México ou na Venezuela. Dizem que o PSDB virou golpista por INVEJA. Pessoas como FHC e Serra não conseguem entender o porque o povo prefere Lula...

Historicamente, quando o centro desaparece, só se restabelece a paz com a guerra.


E a guerra pode se dar de várias maneiras. O golpe de Estado é uma forma de ato de guerra, por não se respeitar as regras democráticas. E, na medida que se abusam de "direitos e de juizes que não respeitam o legislativo nem o executivo", aumenta-se o risco de busca de alternativas também fora das regras democráticas.

Ou os programas eleitorais estarão bem claros para os eleitores, ou, qualquer tentativa de apresentar candidatos de dupla personalidade ou candidato enganador, levará o Brasil a ter metade do eleitorado sem votar ou votando nulo, virando as costas para a Democracia participativa e abrindo a porta para eleitos legais, porém sem legitimidade nem autoridade para governar.

O PT insistirá em Lula presidente e, caso o TRE recuse seu registro
, lançará um nome que será o porta-voz de Lula perante o eleitorado e perante o governo, se eleito. Esta eleição, se não tiver garantias da participação do PT e de Lula, mesmo que indiretamente, será uma fraude imensa e de graves consequências. O PT está certo em insistir no nome de Lula.

Repetir no Brasil a experiência da ditadura egípcia
, mantida pelos Estados Unidos e Europa, é estimular a desobediência civil e a busca de outras alternativas de vida e de governabilidade.

O povo brasileiro, como dizia Garrincha, precisa ser consultado
através de um sistema honesto e transparente. O que anda em falta no governo atual e seus apoiadores como a imprensa e o judiciário.

É preferível acertar com o povo, do que errar sem o povo...

Eleições sem Lula é fraude.

Perguntem aos russos.

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Lula cresce e Sergio Moro DESCE

A vitória dos vencidos

Ironia do destino: Usaram o Moro para tentar destruir Lula, mas enquanto Lula cresce os golpistas derretem...

O site 247 recuperou dados da Pesquisa IPSOS usada pelo jornal Estadão, e viu o que o Estadão tinha mas NÃO mostrou:

PESQUISA IPSOS:

PRISÃO MELHOROU IMAGEM DE LULA E

FEZ MORO SER MAIS REJEITADO DO QUE APROVADO


A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
fez bem à sua imagem e mal à de Sergio Moro, que o prendeu.


É o que mostra a nova pesquisa Ipsos,
que foi mostrada parcialmente pelo jornal Estado de S. Paulo:

Entre março e abril, a rejeição a Lula caiu de 57% a 54%,

enquanto os brasileiros que desaprovam Moro passaram de 44% para 49%;
o índice é maior do que a taxa de aprovação do juiz paranaense, que está em apenas 41%.

Segundo a mesma pesquisa,

os políticos associados ao golpe de 2016 são os mais rejeitados do Brasil,
liderados por Michel Temer (94%), Fernando Henrique Cardoso (71%),
Geraldo Alckmin (69%) e Rodrigo Maia (68%).

Lula tem a menor rejeição entre os presidenciáveis que hoje são competitivos

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Pobreza extrema cresce 35% na Grande São Paulo

Boa matéria do jornal Valor de hoje

Na Grande SP, a pobreza extrema cresce 35% em um ano


Valor - Por Bruno Villas Bôas e Ligia Guimarães - 25/04/2018 - 05:00

Na favela de Paraisópolis, a poucos metros do conforto das casas, prédios e restaurantes do Morumbi, bairro da zona sul de São Paulo, os R$ 121 mensais do Bolsa Família são tudo que Rosana Aparecida Ramos, 46 anos, tem para passar o mês. Sempre que chega o dinheiro do benefício, ela sabe que precisará fazer escolhas.

"Deixo de pagar alguma conta. Compro arroz, feijão e uma cartela de ovos para o mês." Para comer, Rosana precisa também pagar R$ 68 no botijão de gás, que dura cerca de um mês e meio. Os R$ 53 restantes não chegam nem perto de fechar a conta das despesas básicas: comida, água, luz (mais ou menos R$ 40), produtos de higiene e transporte para os tratamentos de saúde que realiza em outras regiões da cidade.

Ela não consegue trabalho como cuidadora ou doméstica há pelo menos quatro anos, desde que a idosa de quem cuidava morreu, e a saúde piorou. "Coloquei cateter e estou aguardando uma cirurgia. O médico falou que não posso fazer esforço", diz.

Vera Lucia da Silva,
40 anos e que mora em uma casa de dois cômodos com seis filhos, sobrevive com R$ 230 do Bolsa Família e diz que, na vizinhança, a situação é cada vez mais comum. "Tem gente em situação pior que a nossa, que não tem o que comer dentro de casa, mas tem vergonha de falar. Muito difícil mesmo", diz.

Maior polo de riqueza do país,
a região metropolitana de São Paulo, que concentra 39 municípios, tem 700.193 pessoas vivendo na pobreza extrema, número 35% maior do que era em 2016. São 180 mil pessoas a mais, mostra análise da LCA Consultores a partir de dados recentemente divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para chegar aos resultados, a consultoria adotou a linha de corte do Banco Mundial, que considera em situação de pobreza extrema quem tem US$ 1,90 de renda domiciliar per capita por dia (corrigida pela paridade de poder de compra). Esse valor era equivalente a R$ 133 mensais em 2016, de acordo com o IBGE. Em 2017, era de R$ 136, conforme cálculo da LCA. O IBGE deve divulgar números oficiais neste ano, por meio da pesquisa Síntese de Indicadores Sociais.

Segundo Cosmo Donato, economista da LCA Consultores e autor do levantamento, o crescimento da pobreza extrema ocorre apesar da redução da taxa de desemprego na Grande São Paulo, para 14,2% no quarto trimestre do ano passado, 0,7 ponto percentual abaixo da verificada um ano antes.

Para ele, além de informais, esses empregos não beneficiaram a parcela mais pobre da população. "Estamos falando de pessoas que muitas vezes não conseguem se inserir nem na informalidade. É um problema mais estrutural. São pessoas com baixa qualificação, produtividade, e que conseguiram emprego no passado, porque havia superaquecimento do mercado de trabalho. É um dado que não melhora com a recuperação cíclica do mercado de trabalho, vai exigir políticas sociais", disse Donato.

O aumento da miséria afetou sobretudo - e mais uma vez - a parcela menos instruída da população,
além de pessoas de cor preta ou parda, de acordo com o levantamento da consultoria. O número de pessoas de cor preta ou parda vivendo em situação de extrema pobreza cresceu 61% no ano passado na região metropolitana de São Paulo, acima do aumento entre a parcela branca da população (13,6%).

A pobreza extrema cresceu 11,2% na média nacional no ano passado
, frente ao ano anterior, para 14,83 milhões de pessoas. Isso significa um incremento de 1,5 milhão de pessoas no período. O movimento ocorreu em todas as grandes regiões do país. No Nordeste, avançou fortemente na Bahia, por exemplo.

No Sudeste, o destaque negativo foi exatamente São Paulo.

No Estado de São Paulo como um todo, o número de miseráveis cresceu 23,9% na passagem de 2016 para 2017 , chegando a 1,392 milhão de pessoas. Em proporção ao tamanho da população, a taxa de pobreza extrema passou de 2% para 3%, respectivamente, abaixo da média nacional (7 %).

Outras unidades da federação
mostraram uma proporção ainda mais desfavorável no ano passado, como Maranhão (19,1%), Alagoas (15,1%) e Amazonas (13,6%), por exemplo. O aumento da pobreza no Estado de São Paulo está ligado à queda de renda da população mais pobre. De acordo com o IBGE, a renda média domiciliar per capita média da parcela 5% mais pobre da população - considerando o rendimento de todas as fontes, como trabalho, aposentadoria ou pensões, aluguéis e programas sociais - caiu de R$ 115 para R$ 94 entre 2016 e 2017 no Estado, recuo de 18%.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Estado de São Paulo até cresceu no ano passado, em 1% frente ao ano anterior, após recuar 3,9% em 2016, de acordo com estimativas do banco Santander. O desempenho de 2017 foi em linha com a média nacional (1%), apoiado num perfil disseminado de recuperação da atividade econômica paulista. Isso não foi suficiente, contudo, para atacar o problema da pobreza no Estado.

Uma parte do problema é que a renda gerada no Estado continuou mal distribuída no ano passado.


O índice de Gini, principal medida da desigualdade da renda, até melhorou de 0,541 em 2016 para 0,534 em 2017 - o indicador varia de zero a um, sendo zero uma distribuição perfeitamente igualitária. Essa melhora, contudo, se deu pelo achatamento da renda dos mais ricos, e não pelo desejável avanço da renda dos mais pobres.

O levantamento da LCA Consultores foi realizado a partir da base de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), que pesquisou o rendimento de todas as fontes (trabalho, aposentadoria ou pensões, aluguéis, programas de transferência de renda, entre outros. O levantamento considera dados de renda per capita. Por esse critério, um chefe de família com mulher e dois filhos tem sua renda dividida por quatro.

Eleições sem Lula é fraude

Hoje saíram mais duas pesquisas eleitorais

Os institutos de pesquisas controlados pelos golpistas insistem em deixar Lula fora das pesquisas como forma de esconder que Lula está em primeiro lugar em qualquer pesquisa nacional.

Como não conseguem vencer Lula no voto, partiram para arranjar, forjar, inventar um pretexto para impedir a sua candidatura. Como não conseguiram politicamente, aliciaram o judiciário, sacrificando o que restava de imagem deste poder nacional,levando-o ao descrédito para uma grande parcela da população.

O Judiciário aceitou fazer o serviço sujo contra Lula.


Com um processo fajuto,chamado de triplex, cumpriram o prazo eleitoral para condená-lo e deixa-lo impedido de participar. Só que as coisas não são tão simples. Lula conta com amplo apoio nacional e internacional.

E quanto mais os golpistas tentam impedir Lula de candidatar-se, mais Lula cresce nas pesquisas.

A direita envergonhada diz: Lula deve respeitar a lei.

E nós respondemos: Qual lei? Qual processo? Os processos iguais aos da ditadura militar ou da inquisição?

Estes processos são imorais, ilegais e sem legitimidade. São verdadeiras farsas, que deveria deixar a OAB com vergonha.

Quem deve julgar Lula é o Povo!

Lula tem direito e legitimidade para candidatar-se!

A democracia só tem legalidade se tiver legitimidade.


Portanto, reafirmamos: ELEIÇÕES SEM LULA É FRAUDE!

terça-feira, 24 de abril de 2018

Ricardo Semler e Bresser Pereira: duas boas lembranças

Empresários e professores democratas

Convivo com as ideias do professor Bresser Pereira desde a FGV nos anos setenta e tive a honra da presença de Ricardo Semler e esposa na nossa posse na diretoria do Sindicato dos Bancários de São Paulo em 1988.

Outro dia, a Folha publicou um belo artigo de Bresser Pereira e hoje publicou o artigo de Ricardo Semler. Não consegui reproduzir o artigo de Bresser, mas aproveito o fato de Ricardo ser empresário e seu artigo ter mais peso na conjuntura atual.

Se fizermos um movimento unindo todos os verdadeiros democratas brasileiros, teremos condições de vencer a violência que tomou conta do Brasil.

O Brasil merece ser de todos, com todos e para todos.

Leiam o bom artigo de Ricardo Semler:

Somos caras de pau


Folha, 24 de abril de 2018

O Brasil não ficou corrupto há pouco, e a quase totalidade de leitores, como eu, comungou, silenciou e apenas resmungou enquanto assistia a tudo com senso falso de impotência

Tirar a tampa da caixa de Pandora não equivale a esvaziar o conteúdo. Descobrir, horrorizado, que este país é movido a malandragem não é um direito do nosso cidadão. As pessoas tiveram a obrigação de ter prestado atenção até aqui. Elas têm que admitir que incentivaram diretamente a bandidagem oficial e que optaram, sim, pelo "rouba mas faz".

Ninguém que esteve na avenida Paulista genufletindo perante patos e sapos está isento de ter ungido, em eleição indireta, Temer e seus 40 amigos. Não é aceitável dizer que era urgente sacar a Dilma, mesmo que significasse sair da frigideira para o fogo.

Para o mundo da grana, foi uma ponte para movimentos mínimos de arranjos estruturais. Necessários, sem dúvida. Mas no velho esquema —que nos trouxe até aqui— de sórdidos acertos por trás, de movimentos pelas sombras.

Culpa dos deputados, bandidos em sua maioria? Claro que não. Culpa genérica de um mau voto? Nem isso. Apenas uma confissão coletiva de um país que ainda tem a hipocrisia como colete à prova de balas.

Ou o pessoal da comunidade não sabia que tinha PM virando mafioso, e governadores sacaneando a torto e a direito? Depois votaram nos indicados deles, pasmem, por voto secreto!

Há 28 anos, quando eu era vice-presidente daquela mesma Fiesp na Paulista, fiz discurso afirmando que o incesto político-empresarial iria nos condenar à paralisia. Citei as empreiteiras e, em 2001, o próprio Emilio Odebrecht como fonte importante da relação mais emblemática desse tipo de Brasil.

Ou seja, eu sabia, a Fiesp sabia, e quase todo o país sabia o que estávamos fazendo.
Foi Dilma que deixou que tirassem a tampa da caixa. Foi ela que, diferente de todos os presidentes anteriores, incluindo Lula, deixou que tudo viesse à tona.

Podem querer dizer que foi contra a vontade dela, mas sinto que ela, tendo visto e se calado em relação ao estado de profunda corrupção do país, resolveu prestar um serviço —que ela não pode confessar em público até hoje, pois sabia que pegaria também o PT, em cheio.

Claro, Dilma também se assustou quando transbordou. E possivelmente deixou a persona de altiva presidenta subjugar o indivíduo Dilma. Ela sempre foi arrogante e inábil, e não tinha a menor condição para ser presidente.

O PT nem sequer é o partido que mais roubou nestas décadas. Os valores precisam ser comparados com Itaipus, pontes Rio-Niterói, décadas de roubo no INSS, Correios, estradas, aeroportos. E tudo indica que apenas algumas merrecas foram para o bolso.

Agora, temos um pântano de candidatos e uma vaga esperança de que a corrupção recebeu alguns golpes na cabeça. Não é o caso. É um trailer, talvez, do que o Brasil poderia fazer, se tivesse quatro ou cinco governos sérios em sequência.

Rouba-se tanto quanto antes, apenas com mais cuidado. A vasta maioria dos escândalos —cada qual igual ou maior do que o Lava Jato— vai ficar na caixa de Pandora. Não interessa a quase ninguém fuçar a caixa e levar uma picada de serpente. Fácil fazer uma lista de 30 Lava Jatos que ficarão no fundo da caixa.

A JBS só tem aumentado de valor na Bolsa, a Odebrecht ganhou obra nova de R$ 600 milhões nestes dias. Haja ingenuidade.

Procura-se, então, um centrista que apazigue tudo. Seja um Barbosa, um Huck, alguém que não soubesse de nada. Serviriam Silvio Santos, Justus e, se estivesse aqui, a presidenta idealizada, Hebe Camargo.

Ora bolas, sejamos claros. O Brasil não ficou corrupto há pouco, e a quase totalidade de leitores, como eu, comungou, silenciou, e apenas resmungou enquanto assistia a tudo com senso falso de impotência.

Essa inoperância cívica era conveniente —e será de novo com qualquer candidato que empurre a malandragem para trás das cortinas de novo.

Tem muita razão para o otimismo de uma gente brasileira tão formidável. Mas primeiro temos que parar de ser resmungões indignados. Tudo isso enquanto damos uma gorjeta para o guarda ou pagamos o médico sem recibo. Um exame de consciência é prévio a uma escolha de candidato. Afinal, verniz em cima de verniz não adere —vamos primeiro lixar a nossa cara.

Ricardo Semler
Empresário, é sócio da Semco Style Institute e fundador das escolas Lumiar; foi professor visitante da Harvard Law School e de liderança no MIT (EUA)

BRF e o DESMONTE da era Abílio

CEO renuncia e abre caminho para guinada na gestão da BRF

A Folha,
que sempre atuou em oposição a Abilio Diniz, da uma chamada no caderno "mercado", mais uma vez contra Abílio. Nunca entendi porque tanta oposição, mesmo quando Abilio ainda estava no Pão de Açúcar.

Serão as Forças Ocultas?

O primeiro parágrafo do artigo da Folha diz:


"O desmonte da era Abilio Diniz à frente da BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, continuou nesta segunda-feira (23) com a saída do presidente-executivo da empresa."

Já o segundo título deste blog, corresponde à matéria no jornal Valor,

também deixando claro que, com Parente (de Serra) na presidência do Conselho, haverá nova estratégia para a BRF.

O Estadão, que em economia sempre foi mais cuidadoso que a Folha
, destaca também no caderno Economia:

"Presidente da BRF renuncia aós 4 meses."


Segue um bom artigo em que aparece a seguinte informação:

"Desde 2013, quando Abilio assumiu a presidencia do conselho de administração COM O APOIO DA TARPO (gestora que tem hoje cerca de 7% das ações da BRF)...

O interessante é que,
enquanto o artigo sobre a BRF saiu na página direita do caderno (B9), na página esquerda, aparece a relevante informação:

"Kroton compra Somos por R$4,6 bi.."


No meio do artigo aparece uma informação ainda mais interessante:

"Do valor total da Somos, a Kroton pagará R$.4,6 bilhões
para o ANTIGO DONO DA COMPANHIA,
A GESTORA DE RECURSOS TARPON"

ENTENDERAM?

A TARPON VENDEU A SOMOS e com isto liberou 4,6 bi que podem ser aplicados na BRF,
que está com as ações desvalorizadas e que terá uma nova administração a partir desta quinta-feira, dia 26.

Todos juntos contra Abilio e, por tabela, também jogando para comprarem mais ações e assumirem a maioria das ações e também do controle da maior exportadora de frangos do Brasil. Com certeza, contando com amplo apoio do governo atual e de suas instituições.

Jogada de mestre para assumir grandes negócios, com lucros bilionários...


domingo, 22 de abril de 2018

A Classe Média dividida

Clima de guerra divide mais ainda

Os novos ricos têm medo de ficar pobre;

Os mais ricos têm medo de perder o que tem;

Os pobres que tinham virado "classe média",
agora estão voltando a ser pobres.

Os mais cultos reclamam dos abusos do Judiciário;

Os com cultura "Miami" querem ver pobre de longe;

O Norte e o Nordeste sentem saudade de Lula;

Os gaúchos estão perdendo para os paranaenses;

Os catarinenses se recuperam economicamente;

E todos sentem que esta história de inflação baixa
com custo de vida altíssimo, é coisa para boi dormir...

Na verdade, todos estão incomodados,
não sabem como resolver os problemas,
e assim culpam a todos pela crise,
principalmente os políticos, o juízes
e até os funcionários públicos.

O golpe do impeachment piorou a economia,
aumentou o desemprego e a corrupção continua...

Indignada, grande parte da população
tende a votar nulo, branco ou não votar.

Este ano teremos a ira dos eleitores
contra os candidatos. Independente dos partidos.

O negócio é sinalizar para uma Nova Constituinte
com nova Constituição para reunificar o Brasil.
Com regras simples e objetivas.

O Brasil merece respeito!

sábado, 21 de abril de 2018

Aécio continua desmoralizando o Brasil

Os jornais mostram o quanto Aécio "mamou". E daí?

Quem acredita que alguém vai investigar Aécio para valer?

Quem acha que Aécio vai ser condenado?

Ninguém acredita!

O Judiciário virou partido ou algo pior: bate-pau dos golpistas...

O problema é que estão destruindo o Brasil.

Podem prender a maioria dos políticos, se não fizer a reforma do Estado, criando mecanismos efetivos que impeçam a corrupção, ela vai continuar acontecendo.

O Judiciário está mandando mais do que o Executivo e o Legislativo. Só não manda mais do que as Forças Armadas...

Esta aberração precisa acabar, mas a decisão deve ser do povo, através do voto.

O Brasil precisa de nova Constituição, novo Legislativo, novo Executivo e novo Judiciário.

O Brasil precisa de regras respeitadas por todos, sendo que estas regras devem ser submetidas ao povo, em plebiscito. Pesquisas dirigidas de jornais, empresas e partidos, jamais substituem a decisão soberana do próprio povo.

O Brasil deve voltar a ser do povo, com o povo e para o povo.

Isto é Democracia.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Nova gestão na BRF

Dia 26 vai homologar nova composição do Conselho

Com a definição de Pedro Parente para a presidência do Conselho de Administração da BRF, os acionistas agora estão fechando os demais nomes para compor o Conselho:

1 e 2 - A Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras e maior acionista individual com 11,4%, terá a presidência com Pedro Parente, terá a vice-presidência, ocupada por Augusto Cruz, atual presidente da BR Distribuidora.

3 - Com o acordo, haverá uma chapa informal, definida por Petros, Previ, Tarpon, Aberdeen, Península, mais os herdeiros da Sadia, chegando a quase 45% de participação na BRF.

4 - Somados às gestoras nacionais, como a Jardim Botânico, chega-se a 50%.

5 - Reunidos na manhã de ontem, os conselheiros aprovaram, além de Parente e Crus, QUATRO remanescentes do atual colegiado. Entre eles Flávia Almeida, da Península, o advogado Francisco Petros, e o vice-presidente do Banco do Brasil, Walter Malieni.

6 - Além de ter o nome mantido no conselho, FURLAN conseguiu emplacar o ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues. Destaque-se que tanto Furlan, como Roberto Rodrigues, foram ministros no governo Lula.

7 - Também foram indicados ara a eleição do conselho os executivos Roberto Mendes, da Localiza, Dan Ioschpe, da WEG, além de José Luiz Osório, ex-presidente da CVM - Comissão de Valores Mobiliários.

Estas informações estão no bom artigo do jornal VALOR, desta sexta-feira, 20 de abril de 2018.

Ainda estamos esperando declarações dos fundos de pensão e de Abílio Diniz.

A imprensa também precisa informar quais são as mudanças relevantes com esta nova composição de direção.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Pedro Parente (de Serra) vai presidir a BRF

Bingo! Agora é oficial: BRF tem novo dono

Era isto que estava em jogo na BRF.

Quem teria condições de assumir o lugar de Abílio Diniz?

a resposta está no site do jornal VALOR, às 21:22 H.:

"Pedro Parente aceita ser o novo presidente do Conselho da BRF"

Modesto hem? Sair da presidencia da Petrobras
para assumir uma empresa em crise de gestão
e com prejuízos de mais de um bi?

"O coonsenso em torno do nome de Parente foi antecipado pelo Valor.
A escolha tem por objetivo por fim ao conflito societário na BRF
envolvendo Abílio e os fundos de pensão Petros e Previ."

Quanta modéstia!

Com a palavra os fundos de pensão e Abílio Diniz...

Todo mundo sabe que Pedro Parente é aliado de Serra...

E ainda me perguntam o que anda fazendo Serra,
que anda tão sumido...

Roubo no gás de cozinha

Preços sobem abusivamente

Este governo protege tanto as empresas que aumentam os preços,
que o povo vai deixando de comprar os produtos básicos.

Vejam o caso da Ultragaz,
distribuidora de botijões de gás de cozinha.

Ontem, 17 de abril, eu paguei num botijão P45 o valor de R$.400,00;

No dia 14 de fevereiro eu paguei R$.385,00.

O interessante é que, em vez de baixar os preços,
os caminhões da Ultragaz APAGARAM os preços altos.

é mole?

O quê justifica cobrar tanto por um produto imprescindível?

O pior é que não adianta procurar a Comgás.


Há 15 anos que peço para a Comgás ligar o gás da rua,
mas eles insistem em dizer que não é prioridade para eles.

O grave é que a empresa foi privatizada pelo PSDB sob a
alegação de que teria mais investimento e atenderia
melhor a população.

Acontece que parte da nossa rua tem gás da Comgás,


Hoje saiu meia página de reportagem na Folha
denunciando que, enquanto a Petrobras tem baixado os preços,
as distribuidoras estão aumentando.
E ganhando mais evidentemente, sem atender o povo de São Paulo.

Este capitalismo oligopolizado, onde quatro empresas controlam
o mercado precisa acabar. Ou tem concorrência e atende bem
a população, ou o governo vai ter que abrir o mercado
para novas distribuidoras que queiram atender a população.


terça-feira, 17 de abril de 2018

Paul Singer, Ivone Lara e a redemocratização

A Solidariedade nos sonhos

Hoje acordamos com o noticiário das mortes de duas pessoas ilustres na vida brasileira.

Primeiro eu soube da morte do professor Paulo Singer, o pai da "Economia Solidária" no Brasil e depois eu soube da morte de dona Ivone Lara, símbolo do samba e da simpatia, além de herança simbólica dos tempos da escravidão no Brasil.

Meu primeiro contato foi com a música de dona Ivone Lara.


Em 1979, os bancários de São Paulo lançaram uma chapa de oposição aos pelegos que estavam no Sindicato. A ditadura militar ainda era muito forte, embora as manifestações e as greves já estivessem crescendo. era uma chapa ampla, com gente independente, do partidão, da Libelu, da Convergência, entre outros.

Esta eleição já fazia parte das lutas democráticas e libertadoras. Alberto Godman, deputado federal pelo MDB e membro do Partido Comunista Brasileiro, dentro do espírito de frente ampla, emprestou-nos seu comitê em Santana, que era sobre uma pastelaria.

Ao lado da pastelaria tinha uma loja de disco
que tocava dia e noite a mesma música,
cantada por Gal Costa e Maria Bethânia,

"Sonho meu".


Esta música composta e cantada por dona Ivone Lara
ficou em nossos corações e nossas mentes.

Eram épocas de sonhos,

de voluntariado por uma causa
que crescia em todo o Brasil:

As liberdades democráticas!


Com o tempo, veio a redemocratização, o neoliberalismo e o desemprego, principalmente no setor industrial. Os metalúrgicos da CUT convidaram o professor Paulo Singer para ensinar uma forma de unir os trabalhadores de fábricas quebradas ou falidas, para recuperá-las pela unidade solidária dos trabalhadores, fundando as cooperativas de economia solidária. Atualmente elas são milhares, em várias áreas da economia.

O sonho do professor Singer ganhou asas no governo Lula,
espalhando-se por todo o Brasil e fazendo intercâmbio com o exterior.

Juntos fundamos a ADS - Agência de Desenvolvimento Solidário, para ajudar a organizar as cooperativas. Juntos fomos conhecer experiências na Holanda, como o Rabobank, o maior banco cooperativo do mundo. Juntos atuamos no ministério do trabalho e juntos trocamos experiências com os canadenses de Quebec. Tive a oportunidade de frequentar seu apartamento em São Paulo e trabalhar juntos.

Eu o chamava de "um dos últimos românticos",
porque fazer economia solidária requer muito desprendimento, muita paciência, muita perseverança e muito amor.

Era por isso que o Professor Singer dizia que "uma outra economia é possível".

Agora, ambos no Céu, o professor Singer, nascido na Áustria, e dona Ivone Lara, nascida no Rio, neta de escravos e artista dos melhores, estarão saboreando "o outro munto possível", e, de lá, vão nos ensinar a aprender a conviver com as experiências solidárias.

Sonho meu, sonho meu,

vai buscar quem mora longe,
sonho meu...

Os sonhos podem ser adiados,

mas nunca deixarão de existir.

Lula Livre!

Para ajudar o Brasil a recuperar seus sonhos.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Três anos de muitas lutas e muita saudade de Vaccari

Na festa dos 95 anos do Sindicato

Vaccari, Presente!


Todos que falaram lembraram da importância de Vaccari, tanto como diretor, como presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, como também sempre um grande amigo.

Ontem, neste domingo, dia 15 de abril de 2018, Vaccari completou três anos de reclusão, sem haver nenhuma prova contra ele. Inventaram falsos depoimentos e delações premiadas de pessoas que inventavam fatos mas não conseguiam provar nada.

Na verdade, estão mantendo Vaccari preso somente por ele ter sido tesoureiro do PT.

Vaccari é preso político!


Da mesma forma que inventaram, forjaram um processo sem provas, também baseado em delações premiadas e na presunção de responsabilidade, tudo isto também fizeram contra LULA.

O judiciário brasileiro passou a ser usado pelos golpistas

para derrubar o governo democraticamente eleito
e impedir que Lula seja reeleito pela vontade do povo.

O verdadeiro crime quem está cometendo
são os que condenaram Lula sem provas,
o condenaram somente por convicção do nada a provar.

Vergonha, vergonha e muita vergonha!


Os que condenam Vaccari e Lula irão para o lixo da história do Brasil.

Já Vaccari e Lula, entrarão para história como nossos heróis.

sábado, 14 de abril de 2018

Abuso de atribuição de Juiz

Uso político do cargo de juiz

Um escândalo!

Foi com indignação que o PT recebeu a notícia de que a justiça determinou multa de R$ 500.000,00 por dia, para os movimentos sociais e demais manifestantes, caso o acampamento “Vigília democrática Lula Livre” decida permanecer no entorno da sede da Polícia Federal em Curitiba.

Segundo Dr Rosinha, presidente do PT do Paraná, “a decisão é totalmente desproporcional e desequilibrada. Um absurdo jurídico. Trata-se de tentar cercear o livre direito a manifestação”.

“O Presidente foi preso de forma injusta em um processo viciado e cheio falhas. Lula é preso político. Lidera todas as pesquisas de intenção de voto. É mais um escândalo na vergonhosa escalada de perseguição contra Lula”, afirmou a presidenta do PT Gleisi Hoffmann.

O mundo segue observando a crise brasileira. O jornal Le Monde criticou a cobertura da imprensa nacional que nem ao menos publicou a antológica foto de Francisco Proner, de Lula sendo carregado pelo povo em São Bernardo do Campo.

“A decisão é claramente inconstitucional e arbitrária. O PT tomará todos as medidas jurídicas para garantir o livre direito a manifestação”. Cravou o advogado Eugênio Aragão, que representará o PT e os movimentos sociais junto a justiça paranaense.


Nota do blog

Antes usavam os militares para fazer o serviço sujo,
agora usam os juizes, promotores, etc.

Que retrocesso!
Estão destruindo a boa imagem da Justiça e do Judiciário.

Qualidade de Vida e Democracia

Por que o Povo não pode escolher?

O Brasil vinha acertando seu processo de democratização. O povo acertava, o sistema de votação com urna eletrônica mesmo sendo duvidoso, inseguro, mas ganhava rapidez e os resultados eram rápidos facilitando as comemorações e lamentos.

A economia vinha melhorando com o Plano Real, melhorou mais ainda com a distribuição de renda e a inclusão social.

De repente param tudo com mais um golpe, e a democracia começa a ser manipulada, adulterada e violentada. Tudo isto para voltar a concentrar renda, aumentar a pobreza, azedar a vida da classe média e deixar o povo fora das decisões.

Por que o povo não pode melhorar de qualidade de vida em liberdade, com direito de votar em quem quiser?

Por que impedir Lula de ser candidato e deixar o povo decidir?

Por que inventar processos, julgamentos e condenações, com prisões vergonhosas que se transformam em "presos políticos"?
Por que ficar protegendo o PSDB?

Querem ganhar no tapetão?

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Notícias da crise na BRF

Crise de direção afeta desempenho e imagem

E os funcionários e os fornecedores sofrem...

O jornal Valor de hoje apresenta uma boa matéria sobre “a novela” da crise de direção da BRF.

Além da matéria sobre a possibilidade de embargo por parte da União Europeia, há também um destaque ao fato de até os sindicatos de trabalhadores pedirem a saída de Abílio Diniza da presidência do Conselho de Administração.

Com sede em Itajaí, Santa Catarina, os políticos também somam-se ao Fundos de Pensão Previ e Petros para exigir a saída de Abílio.

É importante destacar que a Previ no início (2013) apoiava Abílio, que também contava com o apoio da Tarpon, gestora de recursos.

Agora, depois de tantos prejuízos e denúncias, todos querem a saída de Abílio. Inclusive um fundo de investimento inglês, o Aberdeen, que tem 5% da BRF e está aliada aos fundos.

No próximo dia 26 vamos ficar sabendo a nova composição do Conselho de Administração, e seus reflexos no mercado e na vida dos funcionários e fornecedores.

Boletim do Front 17 em defesa de Lula

Boletim 17 - Comitê Popular em defesa de Lula

Acompanhe a luta dos acampados em Curitiba, em defesa de Lula.

O Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia, formado por entidades de movimentos populares, partidos políticos e centrais sindicais, está informando a militância diariamente sobre as atividades que estão sendo realizadas no Brasil, em especial no acampamento Vigília Democrática #LulaLivre, em Curitiba.

Confira a íntegra do boletim desta quarta-feira (13) e participe das atividades em sua cidade.

Boletim 17 - Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba - 13/04/2018 - 11h30

1. Chamado para a militância que está em Curitiba! Às 19 horas, vá até o acampamento Lula livre com lanternas e luzes de celular. Vamos fazer um belo ato que iluminará a noite da vigília e passará forças para o ex-presidente! Vamos mostrar ao mundo o tamanho da nossa mobilização.

2. O quinto dia do acampamento da Vigília Democrática #LulaLivre começa com o tradicional "Bom dia, Lula!", que é ouvido pelo nosso presidente todas as manhãs e o faz sentir o carinho que o povo brasileiro lhe dedica. Logo pela manhã, a ex-ministra e deputada federal Maria do Rosário se juntou ao povo que segue em vigília, onde participou de um ato.

3. À tarde, com início às 16h Atividade cultural com Diego Perin, Itaercio Rocha e os grupos Canturiás do Tatá (voz, violão e percussão) e Operários Dub.

4. A ex-ministra Eleonora Menicucci estará com José Reinaldo (PCdoB) no ato de encerramento do dia nesta sexta-feira.

5. Quer ajudar o acampamento? Traga galões de água potável, roupas e cobertores para os vigilantes que aqui acampam. Você também pode colaborar acessando https://vigilialulalivre.pt.org.br

*A programação pode sofrer alterações ao longo do dia


LULA VALE A LUTA

Eleições sem Lula é fraude.

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Eu gostaria de falar de flores...

Mas os jornais só falam de dificuldades

Aumenta a miséria crônica,
aumenta o desemprego,
até o Sudeste fica menos ricos.

Os juízes continuam protegendo o pessoal do PSDB,
A PF continua atrás de petistas,
tudo isto para impedir o PT de ganhar,
deixando a vitória para o PSDB.

Até o Palmeiras que ganhava de um a zero,
seu jogador tenta chutar a bola mas não consegue,
e o jogador do Boca vai lá e empata o jogo,
para tristeza dos palmeirenses.

A crise na BRF continua,
Abílio apresenta chapa para o Conselho,
mas alguns indicados renunciam,
mantendo o impasse na administração.

E a gente era feliz e não sabia...


Os salários eram melhores,
o desemprego era mais baixo,
entrar na faculdade era mais fácil,
o Bolsa Familia era para mais gente,

O minha casa minha vida era para todos,
Minhas viagens eram mais frequentes,
as escolas eram mais baratas
e até o carro podia trocar.

Agora é só notícia ruim,
Até os Estados Unidos ameaçam o mundo,
Os sírios morrem como cobaias,
para novas armas poderosas.

Como voltar a ser feliz?

Para ter mais acesso no Face,
só voltando a mostrar as flores.


quarta-feira, 11 de abril de 2018

Reflexões sobre o golpe e a prisão de Lula

Vale-tudo contra Lula e seus eleitores

O golpe foi contra Lula/Dilma ou foi contra o povo que os elegeram?

O golpe foi um mal necessário? Foi um jeitinho brasileiro?

Então a Democracia é "quase" para valer?

Estas dúvidas a gente ouve das pessoas escolarizadas, mas ouve também das pessoas simples. Estas nos perguntam: Por que tanta perseguição a Lula? O que Lula fez de errado? Até porque Lula nunca jogou pesado contra os ricos e as empresas. Lula sempre defendeu o povo, por querer que todos melhorem de vida. E poucos na história do Brasil se comunicam com o povo com tanta facilidade. Então, para que tentar destruir Lula?

Há também uma parcela da população que é mais agressiva, mais hostil. Mesmo sendo pobre ou classe média, gostam de falar mal de Lula e do PT como se estes fossem responsáveis por suas dificuldades. Os pobres reclamam porque pararam de crescer economicamente. Acham que Dilma traiu seus eleitores... E assim acham que Dilma, Lula e o PT têm responsabilidades por tudo de ruim que está acontecendo, isentando os golpistas, entreguistas e traidores da Pátria. Com a prisão de Lula, muitas destas pessoas acham que os golpistas estão abusando. E assim os golpistas vão perdendo apoio.

É evidente que há um clamor nacional e internacional em defesa da liberdade para Lula. Aos poucos as pessoas vão se dando conta de que o golpe foi apenas um pretexto para mudar a política econômica, social e acabar com os serviços públicos. Privatizando tudo, cobrando tudo e quem não tiver dinheiro que morra...

Como no final do campeonato paulista, fazer o primeiro gol não significou muita coisa. Ganhava hoje e perdia amanhã. Mesmo que ficassem em dúvida quanto a atitude dos árbitros. O importante é ganhar, respeitando a ética, ou o que vale é ganhar mesmo que tenham que mentir ou esconder a verdade?

Jesus disse:
"Eu sou o caminho, a verdade e a vida. E ninguém chegará a meu Pai se não for através de mim".

Como explicar a imprensa mentir tanto?
O Judiciário mentir tanto?

As religiões,
com o fim da União Soviética, voltaram a ter importância no mundo, inclusive no apoio aos governos e nas denúncias contra as violências individuais e coletivas.

Já pensaram se o Papa Francisco der uma declaração solicitando a libertação de Lula?


Vocês duvidam disto?
Vocês viram quantos padres e bispos estiveram em São Bernardo?

E Lula nunca abandonou a Igreja. Lula sempre conheceu o povo através da convivência com a Igreja.

Atacar e prender o Lula é atacar e prender o povo brasileiro.


Liberdade para Lula!

Eleições sem Lula é fraude!



terça-feira, 10 de abril de 2018

Boletim LULA LIVRE

Resistir, organizar e defender Lula

Informações para todos

Para enfrentar a guerra suja e diária da imprensa, os movimentos populares e todos aqueles que defendem a transparência, a liberdade de imprensa e o direito às informações, podem ter acesso ao nosso boletim diário. Quem tiver casos e causos relevantes, emblemáticos e que possam ajudar a libertar o Lula, podem nos escrever que, depois de avaliar, podemos editar e publicar.

Quem não deve, não teme.

*Boletim 10 – Comitê Popular em Defensa de Lula e da Democracia*
_Direto de Curitiba – 10/04/2018 – 10h45_

1. A terça-feira (10) começou com uma assembleia, às 9h30, no acampamento da Vigília Democrática #LulaLivre com a participação de centenas de pessoas que já estão na resistência em Curitiba conosco.

2. Às 10h30 tivemos uma reunião com o Secretário Nacional de Combate ao Racismo do PT, Martvs das Chagas. Na pauta, o debate sobre a agenda “O Brasil que o Povo Negro Quer” e a Intensificação na luta pela libertação de Lula.

3. Às 11h temos reunião com dez governadores, dirigentes de cinco partidos (PT, PC do B, PDT, PMDB e PSB) e o presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas.

Os governadores presentes ao ato e que vieram a Curitiba para visitar Lula são: Tião Viana (Acre), Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará), Fernando Pimentel (Minas Gerais), Wellington Dias (Piauí), Flávio Dino (Maranhão), Renan Filho (Alagoas), Jackson Barreto (Sergipe) e Paulo Câmara (Pernambuco).

4. Às 18h haverá um novo ato político na Vigília Democrática #LulaLivre

5. Nesta quarta-feira (11) a CUT encabeça o Dia Nacional de Mobilização em Defesa de #LulaLivre e também acontecerá em vários países da América Latina a Jornada Continental pela Liberdade de Lula. Mais detalhes nos próximos boletins.

*Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia*
#Boletim 10 – 08/04/2018 – 10h45

Brasil: a guerra continua

Até as eleições, massacre será diário

Lula resiste!
Lula simboliza os movimentos sociais e o povo brasileiro.

Os golpistas conseguiram prender o Lula, com processos mentirosos.
Os golpistas estão dizendo que Lula está inelegível.

Os golpistas usarão a imprensa e o judiciário para massacrar Lula e o PT de notícias ruins, com o objetivo de provocar estragos na imagem de Lula e do PT, afetar o resultado eleitoral do partido, além de impedir que Lula seja eleito presidente do Brasil.

O problema da direita golpista, é que Lula, todo dia cresce mais a sua imagem positiva. Já os golpistas, não conseguem esconder que estão perseguindo Lula porque não conseguem derrotar Lula nas urnas. Vai que Lula indique uma outra pessoa e, por ter o apoio de Lula, seja eleita?

A nova tentativa dos golpistas é tentar passar a ideia de que Lula somente está preso por ter sido condenado por crime comum. Só que a população não acredita mais nesta besteira, neste argumento chulo.

A perseguição a Lula é política e as tentativas de impedi-lo de concorrer à presidência só reforça o carater ditatorial e golpista do PSDB e seus aliados. E a direção dos golpistas no Brasil é do PSDB, o PMDB apenas se beneficia.

Enquanto a direita golpista usa a imprensa para atacar Lula 24 horas por dia, as redes sociais lideram a resistência em defesa de Lula. No Brasil e no exterior, todos gritam:

- LULA LIVRE!

e nós reforçamos:

- Eleições sem Lula é fraude.

Mobilização geral pela libertação de Lula e
pelo direito de Lula ser candidato.

Acompanhem pelas redes sociais as manifestações de solidariedade que estão acontecendo em todos os continentes.

A imprensa golpista já não detêm o monopólio das informações. As redes sociais são fundamentais para denunciar os golpistas e exigir liberdade para Lula.


P.S.:

Folha continua tentando destruir Lula e o PT

Como parte da guerra contra Lula e o PT, o site do Brasil 247 informou às 10:00 h de hoje que a Folha está excluindo o nome de Lula na sua nova pesquisa do Datafolha. Isto faz parte da guerra suja. Agora querem fazer de conta que Lula já não existe como cidadão brasileiro e líder mundial. Lamentável!

sábado, 7 de abril de 2018

Um dia para jamais ser esquecido

A direita e os golpistas comemoram a prisão de Lula

Já que não conseguem ter líderes que sejam eleitos pelo povo, o PSDB e a direita brasileira, deram um golpe de Estado e forjou investigações, manipulando dados, prendendo pessoas e torturando presos para que estes fizessem delações premidas.

Finalmente conseguiram o que mais queriam os golpistas:
tornar Lula inelegível e levá-lo preso por um processo inventado
a partir de dados fornecidos por delatores, mas sem provas.

LULA, por sua vez, além do apoio do povo brasileiro e
da Igreja católica, fazendo a manifestação mais bonita
dos últimos 50 anos e fazendo seu mais belo discurso de toda sua vida.

Além de mártir brasileiro,

Lula provoca muita inveja à direita brasileira,
aos mercenários e aos que não-tem-votos do povo.

Dia 7 de abril de 2018 já entrou para a nossa história:


Para nós que apoiamos Lula é o dia da dignidade nacional;

Para a direita que condenou Lula é o dia da vergonha nacional.

A História vai mostrar que Lula estava com a razão.

Somos todos Lula.

Eleições sem Lula é fraude.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Comitê em Defesa de LULA e da Democracia

O Brasil e o mundo querem notícias de LULA

Leiam o Boletim número 01 elaborado pelo Comitê Popular em Defesa de LULA e da Democracia.

Os golpistas transformaram o Judiciário no AI-5 da nova ditadura brasileira, a ditadura civil e dirigida pelos golpistas.

Mesmo sabendo das limitações do Judiciário, os advogados de Lula buscam saídas políticas e jurídicas para que Lula não seja preso enquanto todas as etapas judiciais não tiverem encerradas.

LULA VALE A LUT
A

ELEIÇÕES SEM LULA É FRAUDE.


*Boletim 01 – Comitê Popular em defesa de Lula e da democracia*

_Direto de São Bernardo do Campo – 06/04/2018 – 12h_


1. Lula passou a noite no sindicato, rodeado de antigos e novos operários do ABC. No berço do novo sindicalismo brasileiro o ex-presidente Lula recebeu, na noite de ontem, centenas de novos e velhos companheiros. Um gigantesco cordão humano se espremeu até as 3h da manhã abraçar o ex-presidente.

2. Lula fez questão de receber pessoalmente a solidariedade de milhares de pessoas. Às 3h dirigiu-se à janela, onde acenou aos manifestantes que não conseguiram adentrar a sede histórica. Depois dormiu no próprio sindicado. A partir das 7h, voltou a receber o apoio e solidariedade de grupos que se dirigem ao ABC.

3. Cercado de amigos, dirigentes partidários, parlamentares e militantes, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sereno, ciente da sua inocência e de que é vítima de uma perseguição judicial de natureza política e sem precedentes na história do Brasil.

4. O presidente recebeu o apoio de intelectuais e artistas. Anna Muylaert lidera o time que presta solidariedade a Lula no sindicato. Junto com Muylaert estão Tata Amaral, Laís Bodanzky, Chico Cesar, Ailton Graça, Celso Frateschi, Petra Costa, Taciana Barros, Thaíde, entre muitos outros. Também ligaram para o presidente e manifestaram solidariedade Chico Buarque, Fábio Assunção e Ana Cañas.

5. Juristas trazem solidariedade a Lula. José Eduardo Cardoso e Carol Proner, rodeados por mais duas dezenas de juristas, também se concentram ao lado do presidente, onde manifestaram solidariedade e denunciaram o absurdo jurídico que se tornou a perseguição contra Lula.

6. O povo não para de chegar. As milhares de pessoas que estão diante da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, sabem muito bem o significado deste local e conhecem a história de luta que nasceu ali em meados dos anos 1970.

7. São Bernardo do Campo é o berço do projeto político que mudou a história do Brasil ao elevar – pela primeira vez em cinco séculos – o nosso povo à condição de protagonista e construtor do seu destino. A excelência desse projeto foi reconhecida mundialmente e, sobretudo, aprovada seguidamente pelo conjunto do povo brasileiro, que deu ao Partido dos Trabalhadores quatro vitórias consecutivas nas eleições presidenciais.

8. A condenação de Lula é baseada em mentiras, fraudes e distorções das normas legais. O seu pedido de prisão também viola preceitos fundamentais e viola frontalmente o direito à ampla defesa.

*Comitê Popular em defesa de Lula e da Democracia*
#Boletim 01 – 06/04/2018 – 12h

O Brasil e o mundo caminham para a guerra

Guerra aberta no Brasil

A imprensa, articulada com o judiciário e com os empresários, manipulam as informações, os fatos e as análises para justificar seu objetivo que é impedir a candidatura de Lula para presidente da República.

Para impedir nova vitória do PT, a direita brasileira saiu do armário, assumiu seu lado antidemocrático e deu mais um golpe de Estado, comprando parlamentares venais, nomeando um mercenário como presidente substituto e impondo controle sobre todos os níveis do judiciário, incluindo o silêncio da OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, que formalmente representa mais de um milhão de advogados em todo Brasil.

As leis são usadas conforme o interesse de cada um.
A Constituição está sendo manipulada e violentada.

Se antes a direita usava as Forças Armadas para reprimir,
agora a direita usa a imprensa e o judiciário, duas armas poderosas e que, por enquanto, ainda passam uma imagem de seriedade. A imprensa exige do judiciário e este se curva às pressões da imprensa e acata suas exigências.

Estão privatizando tudo a preço de bananas, estão acabando com todas as políticas públicas, entregando áreas fundamentais como saúde e educação ao setor privado, subsidiando os empresários com financiamentos preferenciais.

A Soberania Nacional está sendo entregue às empresas estrangeiras.

Um país com mais de 200 milhões de habitantes, sexto maior mercado consumidor do mundo, entrega sua soberania econômica, política e social aos estrangeiros. E nem os militares falam nada. Estamos todos sob o regime do medo da intimidação.

Mesmo os empresários que estão sendo presos
e torturados psicologicamente, não recebem a solidariedade pública de seus parceiros. A covardia graça.

Nesta guerra suja, a pressão total é contra Lula. Como na Roma antiga, a palavra de ordem é "Destruam Lula". E o melhor instrumento para isto é a ação de um pequeno conjunto de juízes e procuradores que se comportam como psicopatas, invejosos e odientos, abusando das facilidades e casuísmos jurídicos, acobertados pela imprensa, para tripudiar e humilhar todos aqueles que tiver qualquer relação com Lula. É a guerra suja.

Este processo do triplex é uma verdadeira farsa jurídica.

Se já não serve contra um cidadão comum, imaginem ser usado contra o melhor e mais popular presidente da República que o Brasil já teve. O apartamento nunca foi de Lula nem de sua família. É tudo pretexto para impedir Lula de ser candidato, já que, no voto, a direita não ganha eleições.

No Brasil, nem o judiciário está sendo sério.


Abusando dos poderes atuais, representantes do judiciário mandam prender Lula, provavelmente como medida preventiva a qualquer recurso ou mandato de segurança que possa ser aprovado no fim de semana ou na próxima semana.

O Brasil caminha rapidamente para ser uma ditadura civil com prisões generalizadas e com violências nas ruas. Os golpistas estão testando os limites dos brasileiros.

Trump ameaça a China?


Enquanto o Brasil sangra moralmente, Os Estados Unidos, com seu presidente louco, inventa restrições comerciais contra o mundo, particularmente contra a China, ameaçando a frágil paz mundial.

Trump esquece, ou não sabe, que a China de hoje não é mais a China ocupada pela Inglaterra. A China de hoje já é maior do que os Estados Unidos. E a Europa está à deriva, incapaz de mediar a loucura do presidente americano.

God save America.


E Deus, que era brasileiro, pelo jeito, tirou férias ou mudou-se para o Canadá.
Se Deus é por nós, quem será contra nós? Talvez a nossa dificuldade de acabar com este sofrimento que tomou conta do Brasil.

Se a classe média está "matando cachorro a grito economicamente" isto é mais consequência da política econômica dos golpistas do que da mão de Deus.

Lula vale à luta!

Eleições sem Lula é fraude!



quinta-feira, 5 de abril de 2018

STF é o AI-5 da nova ditadura

Impedimento de Lula consolida ditadura civil

Ironia do destino
, as mulheres nomeadas pelo governo petista consumaram a vontade dos golpistas e votaram contra Lula.

Já no mensalão,
o primeiro juiz negro do STF, teve papel determinante na condenação dos petistas.

Por que os oprimidos aceitam fazer o papel de "leão ou leoa de chácara"?

Com o tempo temos que estudar muito este dilema para entender o que está acontecendo.
Antes, a classe dominante usava os militares para fazer o serviço sujo. Agora, usam o judiciário e o legislativo, tudo isto contando com o papel determinante da imprensa.

A direita comemora o impedimento eleitoral de Lula,

como também comemora a prisão de um migrante, operário
que foi capaz de ser o melhor presidente da história do Brasil.

Ditadura civil é sempre mais desafiadora do que a militar.


Vejam o Egito, lá os fatos acontecem antes do Brasil.
Nesta semana houve as eleições presidenciais no Egito.
SEM A OPOSIÇÃO.
O ditador foi "eleito", por apenas 40% dos eleitores,
mas, declara ele, que teve 97% dos votos.

Impedido Lula de ser candidato, irão prendê-lo como forma de impedi-lo de fazer campanha para outro candidato, forçando assim a derrota do PT. Assim a direita irá anunciar ao mundo de que as eleições brasileiras foram normais e que o PSDB, como chefe do golpe de Estado, conseguirá eleger seu candidato. O candidato WxO. Igual ao Egito: sem oposição.


Hoje não estou bom, já dizia João Ferrador,

o personagem símbolo dos metalúrgicos do ABC nos velhos tempos.

João Ferrador só existiu porque existia Lula.

Precisamos providenciar materiais de divulgação do João Ferrador da nova era. O João Ferrador que representará a militância do Brasil e do mundo que está solidária com Lula, que estará com Lula todos os seus dias até Lula voltar a ter liberdade plena.

Hoje eu não estou bom!


Vamos resistir, vamos denunciar esta ditadura civil, vamos fazer campanha diária contra os golpistas e contra os corruptos que tomaram conta dos poderes para acabar com as conquistas do povo brasileiro, vamos denunciar os entreguistas e os que venderam a Soberania Nacional.

Eleições sem Lula é fraude!


A luta continua!

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Gilmar Mendes, o pacificador?

A estrela do dia

Mais uma vez, o ministro do STF, Gilmar Mendes deve ser o centro dos debates durante o julgamento do pedido de Habeas Corpus de Lula.

Ironia do destino?

Gilmar Mendes ficou conhecido como o "arquivador geral da República" no governo FHC.

Com o fim do governo FHC e o início do período petista, Gilmar Mendes cresceu com suas opiniões irônicas contra o PT e seu governo.

Gilmar Mendes é também conhecido como o parceiro de FHC na articulação de decisões que ajudem o PSDB e seus patrocinadores empresariais.

Após o Golpe de Estado que derrubou o governo Dilma e o PT, Gilmar Mendes tem atuado mais como um moderador do que como o incendiário de antes.

O golpe de Estado liberou o ódio, a corrupção legalizada pelos golpistas, liberou a imprensa para dizer qualquer coisa, mesmo que seja "fake news", e, o que foi pior, liberou juízes, promotores, procuradores e até a PF a fazer tudo que fosse necessário, mesmo que ilegal, para agilizar processos contra Lula e contra o PT, incluindo aí o direito de prender empresários, advogados e políticos, para sob tortura, obriga-los a fazer "delações premiadas", isto é, recompensar as mentiras com liberdades variadas.

Ante a ameaça do vale-tudo generalizado, o STF, liderado por Gilmar Mendes, parece que tentará hoje restabelecer um mínimo de ordem institucional, diminuindo o vale-tudo e valorizando a paz social.

Assim, por ironia do destino, aquele que era o fanático defensor de um visão unilateral, exercerá uma liderança inequívoca na defesa da institucionalidade e no papel do Estado na defesa da paz e da ordem.

Mesmo sendo assumidamente de direita,
Gilmar Mendes deve assumir hoje o papel do Pacificador.

A sorte está lançada!

Só para lembrar: Eleições sem Lula é fraude.

terça-feira, 3 de abril de 2018

Ditaduras no Egito e no Brasil

Eleições controladas pelos ditadores

Os jornais de hoje publicam o resultado das últimas eleições no Egito.

O ditador e presidente, general Al-Sisi, foi reeleito para novo mandato de quatro anos com 97% dos votos!

O detalhe é que APENAS 41% dos eleitores compareceram para votar.

A oposição boicotou a votação após vários candidatos serem presos ou terem registro negado.

Agora aliados do ditador estudam estender seu tempo na presidência para além do limite estabelecido pela Constituição.

As informações acima são sobre o EGITO.

Já no BRASIL

Os ditadores institucionalizados querem impedir que Lula seja candidato, e, para isto, inventam leis, inventam "interpretações de conveniência como o "domínio dos fatos" e processos fajutos".

Depois de um Golpe de Estado, qualquer que seja o governo, se não passar pelo crivo do povo não terá legitimidade. Talvez sequer legalidade, como é o nosso caso.

Nesta semana, os golpistas estão pagando matérias nos jornais convocando suas bases para pressionar o STF e inibir os juízes.

Democracia sem liberdade de concorrência não é democracia.

Eleições sem Lula é fraude.

Na Democracia, a última palavra é do povo.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Rosa Weber foi indicada por Dilma Rousseff

A primeira presidentA do Brasil indicou
Rosa Weber para ministrA do STJ

As mulheres têm agido articuladamente para igualar o espaço das mulheres aos poderes exercidos pelos homens.

As mulheres ainda são minorias nos poderes das empresas e nos Três Poderes nacionais.

As cotas têm ajudado muito às mulheres aumentar seus poderes, o quê tem sido muito bom.

A presidente Dilma, quando uma mulher aposentou-se no STF, aproveitou para indicar outra mulher.

Mais tarde, a presidente Dilma sofreu um golpe de Estado e passou a ser a primeira presidente do Brasil a ser eleita pelo povo e destituída por uma articulação conservadora, golpista, neoliberal e entreguista da soberania nacional.

Muitos apoiaram o golpe pensando que seria apenas a tirada de Dilma e que Temer assumindo manteria a mesma linha do governo Lula. Mas o dinheiro prevaleceu sobre o compromisso com o povo. O Brasil virou de ponta-cabeça...

Nesta semana o Brasil vive outra oportunidade.

O STJ, com o voto de Rosa Weber, tanto pode decidir ouvir o clamor do povo brasileiro e deixar ao povo nas urnas decidir se querem Lula presidente ou não; como pode decidir "pelo tapetão", isto é, não aceitar o pedido de Habeas Corpus de Lula e mandá-lo para a cadeia, agradando à imprensa e aos golpistas, talvez se sentindo coerente com seus valores pessoais, mesmo que este voto signifique o Brasil, mais uma vez, andar para trás.

O Brasil está nas mãos das mulheres?
O Brasil está nas mãos de UMA MULHER?
Ou o Brasil está nas mãos do Povo brasileiro?

Mais do que ser mulher, o que pesará na decisão da ministra Rosa Weber, será sua vontade de contribuir para que o Brasil avance como um país que quer praticar a democracia, a transparência, o Estado de Direito e, sobretudo, que todos os brasileiros e brasileiras sejam incluídos nas decisões e nos direitos e deveres.

Democracia se aprende praticando...


O Brasil precisa de uma nova Constituinte, livre e soberana.

Democracia só existe quando o governo é do povo,
para o povo e com o povo.

Todos os onze juízes do STF devem votar pensando no Brasil
e no povo brasileiro.

domingo, 1 de abril de 2018

Brasil - Mentiras e Verdades

O Brasil que não dá certo?

Dois lados de uma mesma história


“Dia da Marmota, artigo de Vera Magalhães, O Estado de S.Paulo, publicado hoje, 1º. de Abril 2018 | 05h00.”

Como o artigo de Vera Magalhães está bem escrito, vou mostrar que, mesmo reconhecendo a qualidade na forma, podemos mostrar que os fatos podem ter outra interpretação, levando o leitor a avaliar qual versão é verdade e qual é mentira. Ou ainda, se há várias versões que podem ser consideradas verdadeiras, dependendo da grau de motivação do leitor.

A numeração servirá para mostrar como a visão conservadora justifica “sua verdade” e o número com uma letra maiúscula servirá para mostrar nossa leitura, ou “nossa verdade”. Cabe ao leitor escolher qual versão melhor se aproxima da verdade.

1 - O Brasil parece viver, sem perspectiva de acordar,
uma versão nada engraçada do Dia da Marmota vivido por Bill Murray no filme “O Feitiço do Tempo”.

1A – O Brasil parece viver uma síndrome de repetição negativa,
também conhecida como “Síndrome do Vira-Lata”. Tem tudo para ser rico, mas sua elite se vê como vassala, servil ao colonizador ou ao conquistador, seja ele inglês ou americano.

2 - Quando se pensava que avanços no combate à corrupção
, algum crescimento econômico e a perspectiva de eleições logo ali seriam a fórmula mágica para fazer o País acordar da repetição infindável de suas mazelas, eis que um conjunto de acontecimentos faz com que abramos os olhos de volta praticamente à estaca zero.

2B – O parágrafo acima parte do desejo dos golpistas consolidarem sua ditadura civil
, que impeça Lula de ser candidato e que a palavra final NÃO SEJA DO POVO, mas sim do judiciário que também participou diretamente do golpe de Estado. Para os golpistas, a democracia aristocrática é decidida pelas empresas, cabendo ao povo apenas trabalhar e ficar à serviço dos empresários.

3 - Há quatro anos, a Lava Jato desnudou
o maior e mais abrangente esquema de corrupção da história do País, capitaneado por PT, MDB e seus sócios minoritários, com tal força e amplitude que, de quebra, estourou também esquemas passados e paralelos de PSDB e adjacências.

3C – No parágrafo acima está uma outra grande “mentira”, ou “manipulação”, ou “meia-verdade”, ou ainda uma “verdade conservadora” que serve de sofisma para toda a argumentação vindoura. A ideia de “neutralidade” da Justiça é uma farsa, uma mentira escandalosa.

A operação Lava Jato foi um mecanismo criado premeditadamente pelos golpistas
e visava a derrubada do governo do PT, já que o PSDB não conseguia ganhar as eleições democraticamente. O embrião do golpe passa necessariamente pelo Lava Jato e pelo Judiciário. Os sustentadores do governo ilegitimo de Temer são tão corruptos como qualquer outro acusado pelo judiciário partidarizado e manipulador.

4 - O STF, então, deu em 2016 uma contribuição
decisiva para esse enredo, ao decidir que o cumprimento da pena de prisão deve se dar após a condenação em segunda instância. Agora, o retrocesso se avizinha com a grande probabilidade de a mesma Corte, dois anos depois, rever a jurisprudência.

4D – A Lei da Ficha Limpa foi criada no governo do PT para combater a corrupção
, porém, o próprio PT subestimou a forma como foi regulamentada a lei, facilitando seu uso político e partidário. A estrutura do Estado brasileiro ainda está totalmente subordinada ao judiciário, ao executivo e ao legislativo, sendo também vulnerável ao assédio da imprensa e a sua ação articulada com interesses escusos internacionais.

O processo do MP contra Lula em relação ao apartamento triplex é a maior farsa jurídica da história do Brasil. É muita imaginação combinada com necessidade de agilizar os processos em função do calendário eleitoral e a necessidade de impedir Lula de ser candidato. O resto é consequência...

5 - Quando parecia que Michel Temer tinha conseguido
, à custa de doses cavalares de fisiologia e um trânsito político melhor que o de Dilma Rousseff, adiar seu encontro com a Justiça para depois de concluir seu mandato, eis que estamos de volta a 2017, com um presidente da República prestes a enfrentar mais uma denúncia do Ministério Público por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A terceira no intervalo de menos de um ano.

5E – Vejam que os golpistas também reconhecem que seu novo governo é ilegítimo e corrupto
, deixando em segundo plano a corrupção e priorizando a questão eleitoral. O importante é manter um governo, mesmo que corrupto e ilegítimo, mas que seja subserviente aos empresários e a política neoliberal, além de entregar a soberania nacional aos estrangeiros.

6 - Num País que insiste em reviver seus pesadelos
, a economia, que dava sinais de reação depois de anos de desvario dilmista, já vê seus agentes pisarem no freio e as projeções de crescimento ou recuperação do emprego recuarem.
O Brasil é um país que se acostumou a viver num stop and go em que mais para do que anda, em todas as esferas.

6F – O maior erro da presidente Dilma foi nomear o neoliberal, Joaquim Levy,
para ministro da Fazendo. Cabendo a este executar um programa neoliberal que foi rejeitado pelo povo. Isto foi mortal. Já as crises decorrentes do governo neoliberal e entreguista, esta foram previstas pela esquerda e pelos progressistas como Belluzzo.

7 - E de onde partem, hoje, as maiores razões de incerteza institucional a impedir que o País acorde de vez do Dia da Marmota?

7G – Será que os responsáveis estão apenas no Judiciário?


8 - Justamente do Supremo Tribunal Federal, uma Corte cujo nome é no singular, mas a ação se dá num plural desconjuntado que atordoa uma sociedade enfastiada de um presente eterno em que a regra é a impunidade e nunca se vira a página.

8H – A regra no Brasil é a impunidade?
A quem interessa manter esta regra da impunidade? Será que é aos pobres? Ou é exatamente aqueles que vivem se apropriando do Estado para manter suas riquezas e se aliar aos estrangeiros para se sentirem protegidos?

9 - A briga entre Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso
e o adiamento do julgamento do habeas corpus de Lula foram a demonstração pública, televisionada, de um tribunal cindido em dois grupos.

9I – O STF não tem apenas Barroso e Gilmar Mendes.
Lá tem onze ministros e ministras que representam o calor dos debates nacionais neste momento. Concordamos que o judiciário precisa acabar com a vitaliciedade como também precisa estar mais subordinado ao povo brasileiro. Este sim deve ter a palavra final.

10 - A discussão sobre a prisão após segunda instância
é o ponto mais sensível dessa divisão, e a exacerbação da tensão em torno do assunto foi contribuição decisiva da presidente, Cármen Lúcia, que sonegou a discussão de mérito definitiva do tema de modo a fazer com que, agora, ela se confunda com a decisão sobre a prisão ou não de Lula.

10J – A imprensa golpista está exigindo que o STF condene Lula
, impeça sua candidatura e ainda determine a sua prisão. A imprensa está exigindo subserviência do judiciário aos desejos dos golpistas representados pela imprensa brasileira. Isto não é democracia.

11 - O petista foi condenado em duas instâncias,
e teve seus embargos recusados por unanimidade em minutos. Se o Brasil fosse um País disposto a seguir em frente, já teria de haver uma regra clara, e uniforme, a determinar a partir de quando cumprirá sua pena. Regra esta que valeria para ele e para todos. Mas não há, e a culpa dessa total insegurança jurídica e política é do STF.

11K – “Se o Brasil fosse um país disposto a seguir em frente”
ouvindo o desejo do povo brasileiro, colocando seu aparelho do Estado a serviço do povo, contribuindo para o Brasil ser uma grande nação, se fosse livre e democrático o correto jamais seria ter existido esta farsa de processo montado para condenar Lula e envergonhar o Brasil internacionalmente.

12 - Enquanto uma ala da corte parece agir pra frear
a velocidade do trem da Lava Jato, a outra trata de acelerá-lo, como seu viu nesta semana com a operação que levou para atrás das grades os amigos de Temer.

12L – As alas do STF, da imprensa, do congresso nacional e da sociedade representam sim um grande impasse, um grande dilema para o Brasil: Democracia com transparência e liberdade, ou ditadura civil, corrompendo, mentindo e condenando baseado em delações baseadas em mentiras, coações e torturas.

13 - A Suprema Corte tem de falar por último
em momentos capitais da vida de uma nação. Que os ministros se odeiem e tenham suas simpatias políticas, o problema é deles. Mas urge que se dispam de suas vaidades e preferências, vistam suas togas e ajam com a responsabilidade e a unidade que seus cargos exigem.

13M – A palavra final deve ser do povo.
Que se faça nova Constituinte novos Plebiscitos para o povo soberanamente decidir. O judiciário atual carece de legitimidade e de transparência para decidir acima do Congresso Nacional e do Povo brasileiro.

14 - E que indiquem qual o caminho para fazer o Brasil acordar
do pesadelo regressivo a que está preso.

14N – Se o judiciário quiser recuperar sua autoridade,
sua dignidade e seu compromisso com a história e com o povo brasileiro, que se convoque uma Nova Constituinte livre e soberana, cabendo ao povo a palavra final. Democracia é o governo do povo, para o povo e com o povo.

Concluindo, a negação do golpe como ponto de partida para o Golpe de Estado
versus a manutenção de um governo democrático, mesmo com dificuldades, é pré-requisito da democracia. A derrubada de um governo eleito foi o primeiro golpe de Estado, depois vieram outros golpes como a entrega de nossas riquezas e a perda de nossa soberania nacional, tudo isto aprovado por um congresso nacional que não foi eleito para este fim. O projeto neoliberal golpista foi rejeitado pelo povo brasileiro.


Democracia só se aprende praticando.

Um país como o Brasil só consegue andar com firmeza se tiver o apoio imprescindível de seu povo e contar com um Estado de Direito garantido por uma Constituinte Livre e Soberana.