quarta-feira, 14 de março de 2018

O Brasil está vivendo uma fraude

O pior período da história do Brasil

Vivemos um período que não pode ser esquecido.
Pode até ser perdoado, mas esquecido, jamais...

O Brasil passar por golpe militar era previsível e continua sendo possível de acontecer novamente:

O Brasil ter um parlamento composto por fazendeiros e empresários, além de advogados e médicos, sendo a grande maioria conservadora e até a favor de golpes militares, também é normal;

O Brasil ter uma imprensa medíocre, golpista e cínica, é mais do que compreensível. Nossa sociedade ainda tem pouca cultura e pouca identidade de Nação;

O Brasil ter um empresariado mais vinculado ao imperialismo inglês ou americano, também é mais do que previsível;

O Brasil ter um judiciário que apodera-se das atribuições legislativas e executivas, esta é a grande novidade que vivemos. Mesmo sabendo que o judiciário está sendo acobertado por alguém, como a imprensa, os empresários ameaçados e os empresários golpistas, e, particularmente pela empresas e governos neoliberais.

Todos os processos contra Lula e o PT são processos motivados pela estratégia do Golpe de Estado, para derrubar um governo democrático e popular, desenvolvimentista e de inclusão social intensivo para substituir por um governo NÃO eleito, um governo entreguista e neoliberal, apoiado por um congresso nacional cheio de mercenários e entreguistas, contando com o apoio logístico da imprensa e, principalmente, da impunidade do judiciário.


É claro que ELEIÇÕES SEM LULA É FRAUDE.


É claro que a prisão de Vaccari é POLÍTICA.

Lula pode até dizer que está pronto para ser preso,
mas isto não significa que os processos são honestos,
transparentes e com equidade.

É claro que estes processos têm como objetivo:


- impedir a participação de Lula como candidato

- impedir a participação de Lula como apoiador de candidatos

- impedir que a bancada parlamentar do PT cresça

- impedir que o número de governadores do PT cresça

- impedir que os golpistas sejam derrotados pelo Povo Brasileiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário