quinta-feira, 29 de março de 2018

CASSI do BB e as eleições

Sindicalistas se dividem, e perdem as eleições

Vinha acompanhando a campanha eleitoral da CASSI e imaginando que a chapa que contava com a participação ativa de William seria a vitoriosa, tanto pelo belo trabalho desenvolvido por William como pelo amplo apoio dos sindicalistas. Nosso sindicato, dos bancários de São Paulo também apoiou a chapa 1.

Ontem à noite, enquanto acompanhava o jogo do Corinthians contra o São Paulo, tentei verificar o resultado da Cassi e não consegui. Só vi o resultado depois da meia noite. Venceu a chapa 4. Fiquei imaginando o por quê, apesar do belo trabalho de William e o apoio de grandes sindicatos, a chapa 1 perdeu...

Hoje, lendo os comentários de Mario Rossini, fiquei mais em dúvida ainda.

Será que os sindicalistas perderam somente porque a chapa 4 é da "empresa"? Será que a divisão foi determinante? Os números dão a impressão que sim. Afinal, foram 58.603 votos contra 36.942 da chapa 4. Será que a mensagem da campanha não estava equivocado?

Como teremos o congresso da Contraf-CUT, vou pedir mais explicações aos colegas do BB e aproveitar para sugerir que haja um ponto no Congresso sobre eleições internas nas estatais e também nos bancos privados.

Minha solidariedade para com os companheiros da chapa 1 e minha torcida para que a CASSI continue a ser defendida e protegida por todos os funcionários do BB, da ativa e aposentados.

Vejam abaixo as informações apresentadas por Mario Rossini e Claudio Viola Pinheiro.

Eleições na CASSI do Banco do Brasil

Mario Rossini:

- Encerrado quarta-feira, 28 de março de 2018, o processo de consulta ao corpo social da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil, a Cassi, para renovação de parte de sua direção. A entidade é a maior e mais antiga autogestão em saúde do país, pertence aos funcionários da ativa e aposentados do BB e tem gestão compartilhada entre patrão e trabalhadores, de forma paritária.

A vitoriosa foi a Chapa 4 - Mais União, com 36.942 votos.

Nossa Chapa 1 Em Defesa da Cassi
ficou em segundo lugar, recebendo 30.632 votos.

A Chapa 3 Você na Cassi - recebeu 16.659 votos, e a

Chapa 2 "Vem pra luta, a Cassi é nossa"
recebeu 11.312 votos.

Estas defendiam princípios semelhantes de solidariedade e fortalecimento da ESF/CliniCassi e participação social e representativa (política) receberam 58.603 votos.


Cláudio Viola Pinheiro:

- Meus pêsames pelo resultado. A chapa dita "independente", apoiada pelo Banco e que defendia (mesmo que tentasse negar com subterfúgios) a quebra da solidariedade, via estatuto, jogou tudo no discurso de atacar sindicatos, sindicalistas e partidos políticos, no afã de cooptar funcionários e ex-funcionários como seus eleitores.

- Lamento profundamente que gente comprometida com o BB e não com seu corpo funcional, sem experiência alguma nos assuntos da CASSI, vá nos representar. Mais um passo no rumo da inviabilização da CASSI e do enfraquecimento da luta do corpo funcional/aposentados do BB.

- Como lição fica a realidade de que a divisão de alguns beneficia os de sempre. Muita gente que se iludiu com o canto da sereia vai lamentar logo ali adiante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário