domingo, 25 de fevereiro de 2018

Oportunistas de direita e de esquerda

Na democracia, quem decide é o povo

Golpistas usam judiciário para tentar impedir candidatura de Lula.

Ao mesmo tempo, usam a imprensa como forma de desgastar a própria esquerda.A imprensa quer determinar quem vai ser o candidato da direita, quem vai ser o candidato do centro e quem vai ser o candidato da esquerda.

A direita golpista está usando todos os mecanismo honestos e desonestos para impedir a candidatura de Lula. Assim, como diz o próprio Lula, até Temer fica com vontade de disputar as eleições presidenciais. Isto é, sem Lula, qualquer golpista pode querer disputar as eleições que tem chance de ganhar.

A Folha adora jogar gasolina na crise do PT. Estimula o Haddad e se reunir com o PSDB e com o judiciário, depois estimula Haddad a lançar-se candidato à presidente e a Folha acha-se ainda no direito de chantagear o PT dizendo que, se Haddad não for o candidato à presidência, que ele pode sair do PT. Acontece que, nem a Folha nem o Haddad mandam no PT.

Quem manda no PT são os militantes e Lula, com todo o mérito. Os demais são coadjuvantes...

O mesmo vale para os comentários de Ciro Gomes e vários "especialistas por serem professores". Como diz Lula, novamente, se estes especialistas e professores forem realmente tão bons como a imprensa fala, por que eles não saem candidatos ou montam o partido deles?

Da mesma forma que, no PT quem manda são os filiados ao partido, quem vai decidir sobre o futuro presidente do Brasil será o povo brasileiro.

Por isto que, eleições no Brasil sem Lula, é FRAUDE.

Eleição que veta candidato e não deixa o povo escolher, não é democracia.

É DEMOCRADURA, fachada de democracia, com ditadura na prática.


Não adianta a Folha fazer novo manual de redação se as questões de fundo continuam sendo escamoteadas, escondidas. A folha deve transparência e explicações não apenas a seus leitores e assinantes, a Folha deve explicações ao Povo brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário