terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

O Brasil vê o governo Temer dar vexame

O golpe já virou ditadura civil, jurídica, midiática...

De repente, não mais que de repente, houve uma chiadeira geral, denunciando que os militares do Exército estariam ameaçando a democracia.

Qual democracia, cara pálida?

O golpe do impeachment rompeu com a institucionalidade, rompeu com as regras democráticas e abriu espaço para que, os mesmos deputados que foram eleitos na chapa de Dilma Rousseff, mudassem de posição, deixando de priorizar o povo para priorizar o dinheiro distribuído pelas empresas.

Transformaram-se em "vendilhões dos templos"...

1 - Os políticos saíram da legalidade e passaram a legislar respaldados pela ilegalidade;

2 - Os empresários aproveitaram-se da oportunidade e estão destruindo todos os recursos públicos, apropriando-se de privatizações fajutas e destruindo as políticas públicas, com isto dificultará que qualquer governo progressista tenha recursos financeiros para priorizar as necessidades do povo. É o Estado à serviço das empresas e não mais à serviço do povo;

3 - As Igrejas Evangélicas passaram a priorizar que seus representantes no parlamento assumam cargos importantes e barganhem benefícios como TVs, rádios entre outras coisas. A esperança tem sido a Igreja Católica que, aos poucos, volta a ajudar o Povo de Deus...

4 - O Judiciário já não disfarça mais sua partidarização, sua prioridade em defender o PSDB e perseguir o PT, principalmente Lula e Dilma.

5 - A imprensa, além de mentir e manipular as informações, agora publica anúncios do governo Temer e das estatais, como forma de distribuir dinheiro para quem é contra o trabalhador e a favor das empresas;

6 - Os professores universitários cansados de ver tanta mentira por parte do governo, da imprensa, do judiciário e até dos evangélicos, aumentam o tom das críticas e das denúncias;

7 - Os artistas também aumentam suas críticas ao governo Temer e ao golpe, diminuindo a margem de manobra dos golpistas;

8 - As Forças Armadas, aos poucos vai se irritando com a incompetência do governo Temer, e mesmo tendo que assumir o serviço sujo, vai demonstrando que não ficará passiva ante tanta desordem;

9 - Os golpistas não se entendem em relação às eleições gerais de outubro deste ano. Multiplicam-se os candidatos dos golpistas e assim aumentam as chances de a esquerda eleger um dos seus candidatos, independente se Lula será candidato ou não. O que contribuirá para mostrar o quanto os golpistas foram oportunistas;

10 - E o povo sofre o desemprego, sofre o subemprego, sofre com os preços abusivos de tudo, e até a classe média tradicional, que saiu às ruas apoiando o golpe, recolhe-se envergonhada e constrangida com tanta baderna e tanta carestia.

11 - Querem acabar com qualquer possibilidade de restabelecer a democracia para o povo, com o povo e do povo. Querem implantar uma democracia de faixada, uma democracia "consentida" e sem direitos iguais para todos.

12 - Além de acabarem com as empresas brasileiras, acabaram também com a nossa Soberania Nacional!

O Brasil não merece tudo isto. O Brasil merece respeito!

Precisamos voltar às ruas e exigir nossos direitos, exigir uma nova Constituinte com regras claras e objetivas onde todos sejam obrigados a cumprir seus deveres e que possam ter seus direitos garantidos e respeitados.

Abaixo a ditadura!!!

Constituinte Já!!!

Eleições sem Lula é fraude!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário